50041: Regra sobre quem Quebra o Jejum por Erro


Qual é a regra sobre a quebra de um jejum voluntário por engano?

تم النشر بتاريخ: 2016-05-22

Todos os Louvores são para Allah.

Al-Bukhari (6669) e Muslim (1155) narrou que Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: O Profeta (que paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Aquele que esquece que está jejuando e come ou bebe, deixai-o completar o seu jejum pois Allah é Quem alimentou-o e deu-lhe de beber. ”

Também foi narrado que ele não tem que oferecer expiação ou repor aquele (dia de) jejum.

Ibn Khuzaimah (1999) narrado de Abu Hurairah que o Profeta (que paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quem quebra o jejum no Ramadan por engano não tem de compensar aquele dia (de jejum) ou oferecer expiação.” Classificado como hasan por al-Albani em Saheeh Ibn Khuzaimah. 

Al-Daaraqutni narrado de Abu Sa’id al-Khudri que o Profeta (que paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quem come no mês de Ramadan por engano não tem que compensar aquele dia” 

Al-Haafiz disse:

Embora a sua isnaad seja fraca, ainda pode ser considerada sólida, porque há relatos de corroboração. O mínimo que poderia ser dito sobre isso é que é hasan, de modo que pode ser citado como prova. Relatórios que são menos fortes do que este têm sido citados como evidência em relação a muitas questões. Também pode ser apoiado pelo fato de que um número dos Sahaabah emitiram fatwas que estão de acordo com o presente hadith sem qualquer um dos Sahaabah tendo um ponto de vista diferente, como foi indicado por Ibn al-Mundhir, Ibn Hazm e outros, e ‘Ali ibn Abi Taalib, Zaid ibn Thaabit, Abu Hurairah, e Ibn ‘Umar. E é de acordo com as palavras de Allah (interpretação do significado): 

“... porém, responsabilizar-vos-á pelas intenções dos vossos corações” [al-Baqarah 2:225] 

O esquecimento não é algo que é obtido pelo coração. 

Este hadith informa sobre a bondade de Allah para Seus servos e como Ele faz as coisas mais fáceis para eles e alivia as dificuldades. Fim de citação. 

A maioria dos estudiosos citam estes ahadith como prova de que quem esquece que está jejuando e quebra o jejum, o jejum ainda é válido, e ele deve completar seu jejum, e ele não tem que o repor ou oferecer qualquer expiação. O sentido geral do hadith abrange tanto os jejuns obrigatório e naafil (voluntário), não há diferença entre os dois. 

Al-Shaafa’i disse em al-Umm (2/284):

Se uma pessoa de jejum come ou bebe no Ramadan ou em um jejum observado em cumprimento de um voto ou como expiação, ou um jejum que é obrigatório por algum motivo, ou um jejum voluntário, por esquecimento, então o jejum está completo e ele não precisa compensar. 

Al-Nawawi disse:

Esta é uma evidência para apoiar a visão da maioria: se a pessoa de jejum come ou bebe ou tem relações sexuais por causa do esquecimento, então ele não quebra o jejum. Entre aqueles que foram dessa visão são al-Shaafa’i, Abu Hanifah, Dawud e outros. 

Al-Haafiz disse:

Uma história interessante foi narrada por ‘Abd al-Razzaaq de’ Amr ibn Dinar: que uma pessoa veio a Abu Hurairah e disse: “Eu comecei a jejuar de manhã, então eu esqueci e comi.” Ele disse: “Não importa”. Ele disse: “Então, eu entrei (na casa de) alguém e, por engano, e eu comi e bebi”. Ele disse: “não importa, Allah lhe alimentou e lhe deu de beber.” Então, ele disse: "entrei na (casa de) outra pessoa e esqueci, e comi”. Abu Hurairah disse: “Você é uma pessoa que não está acostumada com o jejum ”

Islam Q&A
أضف تعليقا