Sábado 7 Rabi' Ath-Thani 1440 - 15 Dezembro 2018
Portuguese

Tahara é um pré-requisito para tawaaf e saa'i?

Pergunta

Durante o tawaaf ao fazer 'Umrah, eu quebrei meu wudu', e não sabia o que fazer, então eu saí e refiz o wudu, então eu repeti o tawaf e fiz saa'i entre al-Safa e al-Marwah. O que eu fiz é correto? O que eu deveria ter feito?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Você fez bem, renovando seu wudu e repetindo seu tawaf. Você fez o que é melhor e mais seguro. A maioria dos estudiosos é de opinião de que tahara (purificação, ou seja, fazer wudu) é uma condição essencial do tawaf, assim como da oração, ser válido. Da mesma forma que a oração não é válida, a menos que alguém tenha feito wudu, também o tawaaf não é válido sem wudu.

Ibn Qudaamah disse:

Tahara (estar purificado, ter wudu) é uma condição para que o tawaf seja válido. Esta é a visão bem conhecida de Ahmad, e é a visão de Maalik e al-Shaafa'i.

A maioria dos sábios menciona várias evidências para apoiar essa visão, como a seguinte:

1 - O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "O tawaf em torno da Casa é (uma espécie de) oração, exceto que tu podes falar durante ela". Narrado por al-Tirmidhi, 960; classificado como sahih por al-Albaani em Irwa 'al-Ghalil, 121.

2 - Está provado em Al-Sahihein que Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) disse: "Quando ele [o Profeta] (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) quis fazer tawaf, ele fez wudu.” E ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Aprendei comigo vossos rituais (do Hajj e 'Umrah)" Narrado por Muslim, 1297.

Fatawa al-Shaikh Ibn Baaz, 17 / 213-214.

3 - Foi provado em al-Sahihein que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse a Aisha, quando as suas menstruações vieram: "Faze o que os peregrinos fazem, mas não circundes a Casa até que tu estejas purificada [ou seja, até que o período termine]"

Shaikh Ibn Baaz (que Allah tenha misericórdia dele) foi questionado: eu tenho uma parente que fez 'Umrah durante o Ramadan e, quando ela entrou no Haram, quebrou seu wudu com gases, mas ela se sentiu tão envergonhada de contar à sua família que não quis fazer wudu. Então ela fez o tawaf e, quando terminou, ela saiu sozinha e fez wudu, então ela fez o saa'i. Ela deveria oferecer um sacrifício ou qualquer expiação (kafaarah)?

Ele respondeu:

Seu tawaf não é válido, porque uma das condições para o tawaf ser válido é a tahara (purificação), como no caso da oração. Então ela deveria voltar para Makkah e circundar a Casa. Também é mustahabb (recomendado) que ela repita o saa'i, porque a maioria dos sábios é de opinião que não é permitido fazer saa'i antes do tawaf. Então ela deveria cortar um pouco de cabelo de todas as partes da cabeça e sair do ihraam. Se ela tem um marido que teve relações sexuais com ela, então ele deve matar uma ovelha em Makkah para ser distribuída aos pobres, e ela deve fazer outra 'Umrah do miqaat do qual ela entrou em ihram na primeira umrah, porque a primeira 'umrah foi invalidada por aquela relação sexual. Ela deveria fazer o que mencionamos, então, fazer outra 'Umrah a partir do miqaat pelo qual ela entrou no ihram para a primeira 'umrah, não importa se fizer agora ou em outro momento, dependendo de sua condição. E Allah é a fonte da força.

Fatawa al-Shaikh Ibn Baaz, 17/214-215

Ele também foi perguntado:

Um homem que iniciou seu tawaf, então liberou gases. Ele deve parar seu tawaf ou deve continuar?

Ele respondeu: se uma pessoa liberar gases, urina ou sêmen, ou tocar suas partes íntimas, etc. durante o tawaf, então deve parar seu tawaf (ele é obrigado a fazê-lo se alguma dessas coisas acontecerem), como no caso da oração. Ele deveria sair e se purificar, então, recomeçar a tawaaf. Esta é a visão correta; há uma diferença de opinião acadêmica sobre este assunto, mas esta é a visão correta sobre a oração e o tawaf, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Se um de vós liberdades silenciosamente durante a oração, ide e fazei o wudu e repeti a oração." Narrado por Abu Dawud e classificado como sahih por Ibn Khuzaimah. Tawaaf vem sob o mesmo título que a oração em geral...

Majmu’ Fatawa al-Shaikh Ibn Baaz, 17/216-217

Alguns estudiosos são da opinião que a purificação de hadath (impureza menor) não é essencial para o tawaf. Esta é a visão de Abu Hanifah (que Allah tenha misericórdia dele) e foi a visão favorecida por Shaikh al-Islam Ibn Taimiyah. Eles responderam à evidência citada em apoio à primeira visão da seguinte maneira:

No que diz respeito ao hadith: "Tawaaf em torno da Casa é (uma espécie de) oração", eles disseram que este não é um relato sahih do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), mas essas são as palavras de Ibn 'Abbas (que Allah esteja satisfeito com ele). Al-Nawawi disse em al-Majmu': A visão correta é que este é um relato mawquf que termina em Ibn 'Abbas. Isso foi mencionado por al-Baihaqi e outros estudiosos do hadith.

No que diz respeito às ações do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e seu tawaaf em estado de tahara (purificação), eles disseram: Isso não indica que seja obrigatório, mas só indica que é Mustahabb (recomendável), porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) fez isso, mas não é relatado que ele tenha ordenado a seus companheiros que o fizessem.

No que diz respeito ao Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) dizer à Aisha: “Faze o que os peregrinos fazem, mas não circundes a Casa até que estejas purificada [isto é, até terminar o período]", o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) lhe disse para não fazer o tawaf porque ela estava menstruada, e as mulheres menstruadas estão proibidas de entrar na mesquita.

Shaikh al-Islam Ibn Taimiyah disse:

Aqueles que dizem que é obrigatório ter wudu para fazer tawaf não têm nenhuma evidência, porque ninguém narrou, com um isnaad sahih ou um da'if, que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ordenou ter wudu para fazer tawaf. Deve-se notar que muitas pessoas fizeram Hajj com ele, e ele fez 'Umrah várias vezes e as pessoas fizeram ‘Umrah com ele. Se o wudu fosse obrigatório para o tawaf, o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) teria apontado isso para todos, e se ele tivesse dito isso, então os muçulmanos o teriam transmitido e não teriam sido negligentes a respeito disso. Mas é provado em al-Sahih que quando ele fez tawaaf fez wudu'. Feito por conta própria não indica que seja obrigatório, pois ele costumava fazer wudu' para cada oração e dizia: "Não gosto de me lembrar de Allah, exceto em um estado de purificação".

Majmu’ al-Fatawa, 21/273.

Mesmo que esta visão – que tahara não seja uma condição essencial para o tawaf – tenha alguma força e as evidências possam ser interpretadas dessa maneira, as pessoas não devem começar o tawaf sem estar em estado de purificação, porque é, sem dúvida, melhor fazer tawaf num estado de purificação; esse é o lado mais seguro e, ao fazê-lo, evitará ir contra a visão da maioria dos sábios.

Mas uma pessoa pode fazer desta forma se for muito difícil manter ou repetir o wudu, como durante os dias do Hajj, ou se uma pessoa está doente ou idosa e é difícil manter seu wudu bem como lidar com as multidões e assim por diante.

Shaikh Ibn ‘Uthaimin (que Allah tenha piedade dele) disse, depois de responder à evidência citada pela maioria:

Com base nisso, a visão mais correta que dá tranquilidade é que não é essencial purificar-se de impurezas menores (ou seja, ter wudu) para fazer o tawaf, mas é sem dúvida melhor e segue o exemplo do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), e ninguém deve negligenciar a purificação e ir contra a maioria dos sábios nesta matéria. Mas, às vezes, a pessoa é obrigada a seguir a visão do Shaikh al-Islam Ibn Taimiyah, quando se quebra o wudu é há muita aglomeração, nesse caso a visão de que ela deva sair, refazer wudu e voltar nesta severa aglomeração, especialmente quando só tem algumas poucas voltas a fazer, causará muita dificuldade. No que diz respeito a questões que causam demasiadas dificuldades e considerando que não há texto claro, não devemos forçar as pessoas a aderirem a estes, em vez disso, devemos seguir o que é mais indulgente, porque forçar as pessoas a fazer coisas que são muito difíceis, sem que seja a evidência contradiga claramente o que Allah diz (interpretação do significado):

"Allah vos deseja a facilidade, e não vos deseja a dificuldade"

[Al-Baqarah 2:185]

Al-Sharh al-Mumti', 7/300

No que diz respeito ao saa'i, não é essencial ter wudu para ele. Esta é a visão dos quatro Imams, Abu Hanifah, Maalik, al-Shaafa'i e Ahmad. Na verdade, é permitido que as mulheres menstruadas realizem o saa'i entre al-Safa e al-Marwah, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) só disse às mulheres menstruadas que não fizessem o tawaf, como ele disse para Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela), quando chegou sua menstruação: " Faze o que os peregrinos fazem, mas não circundes a Casa..."

Veja al-Mughni, 5/246

Shaikh Ibn ‘Uthaimin disse:

Se uma pessoa faz saa'i quando não tem wudu, ou quando está em junub, ou se uma mulher faz saa'i quando está menstruada, então isso é válido, mas é melhor fazê-lo em estado de tahara.

Al-Sharh al-Mumti', 7/310, 311

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário