Quarta-feira 23 Rabi' Al-Awwal 1441 - 20 Novembro 2019
Portuguese

Atrasar a reposição de jejuns do Ramadan até o início do próximo Ramadan

Pergunta

Eu não jejuei alguns dias no Ramadan por causa do meu período. Isso aconteceu há alguns anos, e eu não jejuei esses dias até agora. O que eu tenho que fazer?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Os imams concordam que quem não jejuar alguns dias de Ramadan tem que compensar aqueles dias antes do próximo Ramadan chegar.

Eles citaram como evidência que o hadith narrado por al-Bukhari (1950) e Muslim (1146) de ‘Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela), que disse: "Eu costumava jejuar o que eu ainda devia do Ramadan, e não poderia repô-los até Sha'baan, e isso por causa da posição do Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) [como marido]".

Al-Haafiz disse:

Pode ser entendido de sua vontade em jejuá-los no Sha'baan que não é permitido atrasar a reposição de jejuns até o próximo Ramadan começar.

Se uma pessoa atrasa a reposição de jejuns até o Ramadan começar, um dos dois cenários a seguir deve ser aplicado.

1 - O atraso é por alguma razão, como estar doente e a doença durar até o início do próximo Ramadan. Não há pecado em uma pessoa adiar neste caso, porque ela tem uma desculpa, e ela só deve recuperar os dias perdidos. Então, ela deve cumprir o número de dias que não jejuou.

2 - Não há razão para o atraso, como quando uma pessoa foi capaz de fazer os jejuns, mas não os fez antes do Ramadan seguinte começar.

Esta pessoa está pecando por não fazer os jejuns sem desculpa. Os imams concordam que ela deve fazer os jejuns, mas eles diferiram quanto a se, juntamente com a reposição dos jejuns, ela também deve alimentar um pobre por cada dia (perdido) ou não.

Maalik, al-Shaafa'i e Ahmad disseram que ela deve alimentar uma pessoa pobre, e eles citaram como evidência para isto os relatos narrados por alguns dos Sahaabah, como Abu Hurairah e Ibn 'Abbaas (que Allah esteja satisfeito com eles).

Imam Abu Hanifah (que Allah tenha misericórdia dele) foi de opinião que ela não tem que alimentar uma pessoa pobre, além de repor os jejuns.

Ele citou como evidência o fato de que Allah comanda aquele que não jejuou no Ramadan apenas compensar os jejuns perdidos, e Ele não mencionou alimentar uma pessoa pobre. Allah diz (interpretação do significado):

"e quem estiver enfermo ou em viagem, que jejue o mesmo número [de dias que não se observou Sawm (jejum)] de outros dias "

[Al-Baqarah 2:185]

Ver al-Majmu', 6/366; Al-Mughni, 4/400

Esta segunda visão também foi favorecida pelo Imam al-Bukhari (que Allah tenha misericórdia dele). Ele disse em seu Sahih:

Ibrahim (isto é, al-Nakha'i) disse: Se uma pessoa negligencia (sobre compensar os jejuns perdidos) até o próximo Ramadan chegar, ela deve jejuar os dias perdidos de ambos os meses. Mas ela não deve pensar que tem que alimentar uma pessoa pobre. Houve também um relato mursal (hadith narrado do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) por alguém que não era um sahaba) de Abu Hurairah e Ibn 'Abbaas, que diz que ela também deve alimentar uma pessoa pobre. Então Al-Bukhari disse: “Mas Allah não menciona a alimentação de uma pessoa pobre, pelo contrário Ele diz (interpretação do significado): ‘...o mesmo número [de dias que não se observou Sawm (jejum)] de outros dias.’" [Al-Baqarah 2: 185]

Shaikh Ibn 'Uthaymin (que Allah tenha misericórdia dele) disse, ao notar que não é obrigatório alimentar um pobre:

Com relação às palavras do Sahaabah, seu uso como evidência está sujeito a uma discussão adicional se for contra o significado aparente do Alcorão. Neste caso, dizer que é obrigatório alimentar uma pessoa pobre vai contra o significado aparente do Alcorão, porque Allah somente ordenou fazer o mesmo número de outros dias, e Ele não mencionou mais do que isso. Com base nisso, não devemos obrigar os servos de Allah a fazerem mais do que precisam para cumprir seu dever. Mas o que foi narrado de Ibn 'Abbaas e Abu Hurairah pode ser interpretado como se referindo ao que é mustahabb (recomendável), não o que é obrigatório. A visão correta com relação a esta questão é que uma pessoa não tem que fazer nada mais além dos jejuns perdidos, mas ela estará pecando se atrasá-lo.

Al-Sharh al-Mumti’, 6/451.

Com base nisso, então o que é obrigatório é fazer os jejuns somente, mas se uma pessoa quiser estar no lado seguro e alimentar um pobre para cada dia perdido, então isso é bom.

A mulher que fez esta pergunta - se ela demorou a repor os jejuns sem desculpa, tem que se arrepender a Allah e resolver não repetir esse erro no futuro.

E Allah é Aquele a quem pedimos para nos ajudar a fazer o que Ele ama e aquilo que O agrada.

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário