Quarta-feira 26 Rabi' Ath-Thani 1443 - 1 Dezembro 2021
Portuguese

Regras sobre o trabalho em uma clínica de depilação a laser, que inclui remoção de pelos pubianos

Pergunta

Sou enfermeira e fui transferida para trabalhar em uma clínica de depilação a laser. Isso abrange todo o corpo, incluindo as partes íntimas. Assim, todos os dias sou obrigada a realizar uma série de procedimentos a laser e a trabalhar na remoção de pelos das partes íntimas de algumas mulheres. Qual é a regra islâmica sobre este meu trabalho? Devo continuar neste trabalho ou não?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

O princípio básico é que as mulheres devem cobrir sua ‘awrah (partes íntimas) na frente de outras mulheres; isso se refere à área entre o umbigo e o joelho. É haram olhar para esta ‘awrah, exceto em casos de necessidade.

Os fuqaha determinaram que a necessidade inclui os casos em que uma mulher não consegue remover os pelos pubianos sozinha, caso em que ela pode descobri-los para outra mulher removê-los. O mesmo se aplica a um homem fazendo isso em outro homem.

É dito em Kashaaf al-Qinaa’ (5/13): O médico pode olhar ou tocar o que for necessário olhar ou tocar, mesmo a parte privada, e realizar um exame interno, porque isto é um caso de necessidade. Seu parecer indica que isso é permitido mesmo se o médico for um dhimmi [um não-muçulmano que vive sob um governo islâmico]. Isto foi afirmado em al-Mubdi’ e também em al-Mughni.

Mas isso deve ser feito na presença de um mahram ou marido, porque se o médico e a paciente estiverem sozinhos, não há garantia de que alguma infração não ocorrerá, como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “ Nenhum homem está sozinho com uma mulher, sem que o Shaitan seja o terceiro presente” (muttafac alaihi).

Ela deve estar totalmente coberta, exceto o local onde a atenção médica é necessária, porque as outras partes permanecem sujeitas à regra de que as revelar é haram.

Pertence à mesma categoria que o médico aquele que cuida de um enfermo, no que diz respeito a ajudá-lo a fazer wudu', a se higienizar depois de se aliviar, e assim por diante; ou aquele que salva uma mulher de um afogamento, incêndio e similares. A mesma regra também se aplica em relação à depilação dos pelos pubianos de quem não pode fazer isso, como foi afirmado por Ahmad. O que isso parece significar é: mesmo que quem faça isso seja um dhimmi. Isso também se aplica quando há uma razão para verificar se uma mulher é virgem ou não, ou para se certificar se uma pessoa atingiu a puberdade, porque quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) designou Sa'd para juiz a respeito de Banu Quraizah, ele olhou sob as vestimentas em sua cintura [para verificar se os pelos pubianos haviam começado a crescer, determinando assim quem havia atingido a puberdade ou não]. Foi narrado por ‘Uthman que um menino que havia roubado algo foi trazido a ele, e ele disse: Olhe sob o seu cinto. Eles perceberam que seus pelos pubianos não haviam começado a crescer, então não cortaram sua mão [referindo-se à punição hadd por roubo]. Fim da citação.

Ash-Sharbini al-Khatib disse: Você deve compreender que o que foi observado sobre a proibição de olhar e tocar se aplica quando não há necessidade disso. Porém, quando houver necessidade é permitido olhar e tocar, por exemplo para a prática de ventosa (sangria) e tratamento médico, mesmo no caso da parte íntima, porque existe uma necessidade convincente para tal. Isso porque afirmar que é haram, nesse caso, será uma causa de sofrimento. Fim da citação de Mughni al-Muhtaaj (4/215).

Al-'Izz ibn 'Abd as-Salaam (que Allah tenha misericórdia dele) disse: Cobrir a ‘awrah e as partes íntimas é obrigatório, e é um aspecto importante da dignidade humana, além de ser um dos melhores hábitos, especialmente no que diz respeito às mulheres não mahram.

Mas descobrir estas partes é permitido em casos de necessidade.

No que se refere aos casos de necessidade, isso inclui um cônjuge olhando para o outro, ou médicos olhando quando for necessário com finalidade de tratamento.

Ainda sobre necessidade, isso também inclui o tratamento de lesões graves.

No que diz respeito a olhar para a parte privada: por razão de ser condenável, a necessidade de olhar para ela deve ser extrema. Existem mais condições estipuladas a respeito disso do que são estipuladas em relação a olhar para outras partes da ‘awrah. Da mesma forma, sobre olhar para as partes íntimas das mulheres, existem condições e determinações quanto ao grau de necessidade que não são estipuladas quanto a olhar para as partes íntimas dos homens, porque quando se trata de olhar para partes íntimas das mulheres, existe o receio da tentação.

Assim, olhar para a parte da coxa mais próxima dos joelhos não é como olhar para as nádegas.

Fim da citação de Qawaa'id al-Ahkaam (1/165).

Em relação àquela que é capaz de raspar os próprios pelos pubianos e o que está dentro dos limites da ‘awrah, não é permitido que ela descubra sua ‘awrah ou que qualquer outra pessoa olhe para ela.

A depilação a laser é permitida, a menos que seja comprovado que é prejudicial.

Mas se isso requer revelar a ‘awrah, então é estipulado que deve haver uma necessidade urgente para isso, por exemplo se o pelo for muito grosso e não puder ser removido por outros meios como depilação ou raspagem. Também deve-se considerar que uma mulher não é capaz de remover os pelos sozinha com o laser, conforme orientação dos médicos. Isso foi discutido anteriormente na resposta à pergunta n° 95891 .

Se a mulher não tem nenhuma necessidade urgente de depilação a laser, ela não tem o direito de descobrir sua ‘awrah para esse propósito, e não há permissibilidade de se olhar para ela e remover seus pelos, a menos que se possa instruí-la para fazer isso sozinha na área da ‘awrah.

Em segundo lugar:

É haram remover os pelos da sobrancelha usando um laser ou depilando. Veja a resposta à pergunta n° 218579 .

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Islam Q&A