Segunda-feira 14 Rabi' Al-Awwal 1441 - 11 Novembro 2019
Portuguese

Deobandis

Pergunta

Deobandis são parte da Sunnah Ahlus? Eles estão dentro das obras do Islam?

Texto da resposta

Louvado seja Allah.

Os Deobandis são um dos grupos de muçulmanos. Este grupo está conectado e nomeado em homenagem à Universidade de Deoband – Dar al-Uloom – na Índia. É uma escola intelectual do pensamento que está profundamente enraizada, e todos os que se formaram naquela universidade são influenciados por suas características acadêmicas, de modo que ficaram conhecidos como Deobandis.

A Universidade de Deoband foi fundada por um grupo indiano de 'ulamaa' (acadêmicos) depois que os britânicos acabaram com a revolução islâmica na Índia em 1857 da Era Cristã. A sua criação foi uma reação forte contra o avanço ocidental e sua civilização materialista no subcontinente indiano, que visava salvar os muçulmanos dos perigos destas circunstâncias, especialmente quando Delhi, a capital, havia sido destruída na sequência da revolução e os britânicos haviam tomado o controle completo da mesma.Os estudiosos temiam que sua religião pudesse ser assimilada, então Sheikh al-Imdaadullaah Muhaajir al-Makki e seu aluno Sheikh Muhammad al-Qaasim Nanatuwi, e seus companheiros, elaboraram um plano para proteger o Islam e seus ensinamentos. Eles pensaram que a solução seria estabelecer escolas religiosas e centros islâmicos, assim al-Madrasah al-Islamiya al-Arabiyyah foi criada em Deoband como um centro para o Islam e Shari'ah na Índia na época do domínio britânico.

As figuras mais proeminentes desta escola intelectual:

1- Muhammad Qaasim

2- Rashid Ahmad al-Kankoohi

3- Husayn Ahmad al-Madani

4- Muhammad Shah Anwaar al-Kashmiri

5- Abu'l-Hasan al-Nadvi

6- Al-Muhaddith Habib al-Rahmaan al-A'zami

Pensamentos e crenças

No que se refere aos princípios básicos de crença ('Aqidah), eles seguem o madhhab de Abu Mansur al-Maatridi.

Eles seguem o madhhab do Imam Abu Hanifa em relação à fiqh e questões menores.

Eles seguem as tariqahs Sufi do Naqshbandiyyah, Chishtiyyah, Qaadiriyyah e Saharwardiyyah no que diz respeito ao desenvolvimento espiritual.

Os pensamentos e princípios da escola Deobandi podem ser resumidos da seguinte forma:

- Preservar os ensinamentos do Islam e sua força e rituais.

- Espalhar o Islam e resistir a escolas destrutivas de pensamento e atividade missionária.

- Divulgar a cultura islâmica e resistir à cultura invasora britânica.

- Prestar atenção em difundir a língua árabe, porque ela é o meio de beneficiar-se das fontes de Shari'ah islâmica.

- Combinar a razão e a emoção, e o conhecimento e a espiritualidade.

Veja al-Mawsu'ah al-fil Muyassarah Adyaan wal madhaahib (1/308).

Pelo fato de os Deobandis seguirem o madhhab Maatridi no que diz respeito à crença ('aqidah), temos de definir o que é al-Maatridiyyah é:

Este é um grupo filosófico (kalaami) que tem o nome de Abu Mansur al-Maatridi. Ele é baseado no uso de provas e evidências racionais e filosóficas em disputas com adversários dentre os Mu'tazilah, Jahamiyyah e outros para estabelecer as verdades da religião e 'aqidah islâmica (crença). No que se refere às fontes, o Maatridiyyah dividir as bases da religião em duas categorias, dependendo da fonte:

1 – Divina ou racional: essas são questões que são estabelecidas de forma independente pela razão e os relatórios a seguem. Isto inclui questões de Tawhid e os atributos divinos.

2 – Questões legislativas ou relatórios transmitidos: Estas são questões que estados da razão podem ou não existir, mas não há maneira de provar racionalmente que existam, como por exemplo, Missão Profética, o tormento da sepultura e questões da Vida Futura. Note-se que alguns deles considerados Missão Profética como provenientes à título de questões racionais.

É óbvio que isso é contraditório à metodologia de Ahl al-Sunnah wa'l-Jamaa'ah, porque o Alcorão, a Sunnah e o consenso dos Sahaabah são as fontes de orientação na visão deles. Isto é além de bid'ah (inovação) de dividir as fontes da religião em questões racionais versus relatórios transmitidos, que foram baseados na falsa noção dos filósofos, que presumiram que os textos religiosos contradizem a razão, então eles tentaram mediar entre razão e os relatórios transmitidos. Isso os levou a forçar a razão em campos em que não há lugar para a razão, então que eles vieram com falsas decisões que contradiziam a Shari'ah, e isso os levou a dizer que não conheciam os significados dos textos e que somente Allah sabe o seu significado ou interpretá-los completamente. Na visão de Ahl al-Sunnah wa'l-Jamaa'ah, em contraposição, não há contradição entre a razão concreta e os relatórios concretos transmitidos.

Veja al-Mawsoo'ah al-Muyassarah fi'l-Adyaan wa'l-madhaahib al-Mu'aasirah, 1/99

Atitude de Ahl al-a Sunnah para o Maatridiyyah

Foi narrado a partir do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) que esta ummah seria dividida em setenta e três seitas, as quais estariam no Fogo, com exceção de uma. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) explicou que o grupo salvo é o Jamaa'ah, que é o grupo que segue o mesmo caminho que o Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e seus Companheiros.

Sem dúvida Ahl al-a Sunnah wa'l-Jamaa'ah, que adere ao Alcorão e a Sunnah tanto em termos de conhecimentos e ações, são o grupo salvo, e essa descrição se aplica a eles, ou seja, eles aderem ao que o Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e seus Companheiros aderiram em termos de conhecimento e ações.

Não é suficiente um indivíduo ou grupo meramente reivindicar que pertence à Sunnah enquanto vai contra a metodologia do salaf, ou seja,  o Sahaabah e Taabi'in. Pelo contrário, é fundamental respeitar a sua metodologia no conhecimento, na ação, na abordagem e no desenvolvimento espiritual.

Os Maatridiyyah são um dos grupos cujas opiniões incluem pontos de vista verdadeiros e falsos, e algumas coisas que vão contra a Sunnah. Sabe-se que estes grupos variam no que diz respeito à verdade, dependendo de o quão perto ou distante estão; quanto mais perto estão da Sunnah, mais próximos estão da verdade e do caminho certo. Entre eles há alguns que se posicionaram contra a Sunnah em relação aos princípios básicos, e alguns que se posicionaram contra a Sunnah em relação às questões mais sutis. Há alguns que refutaram outros grupos que estão mais longe da Sunnah, por isso estão sendo elogiados no que diz respeito à sua refutação da mentira e por dizerem a verdade, mas eles ultrapassaram os limites na medida em que rejeitaram parte da verdade e foram de encontro à algumas falsidades. Assim, eles refutaram uma bid'ah grave por meio de uma bid'ah menor, e refutaram a falsidade com uma forma de falsidade menor. Este é o caso da maioria dos filósofos (ahl al-kalaam) que afirmam pertencer a Ahl al-Sunnah wa'l-Jamaa'ah...

(Das palavras do Sheikh al-Islam Ibn Taymiyah, al-Fataawa, 1/348).

Resta uma questão importante a ser respondida, que é: Qual é o nosso dever para com a Maatridiyyah e os grupos que possuem crenças similares, tais como a Deobandis e outros?

A resposta varia de acordo com as diferenças das pessoas envolvidas.

Se alguém é teimoso e propaga sua bid'ah, então temos de avisar os outros sobre ele e explicar em quais pontos ele está errado e se desviou. Mas se o indivíduo não propaga sua bid'ah e está claro a partir de suas palavras e ações que ele está buscando da verdade e que se esforça para esse fim, então devemos aconselhá-lo e explicar-lhe o que há de errado com essa crença, e guiá-lo de uma maneira que seja melhor; talvez Allah irá trazê-lo de volta para a verdade. Este conselho está incluído nas palavras do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele): "A religião é a sinceridade (ou conselho sincero)." Nós [os Sahabah] perguntamos: "Para quem?", Ele disse: "Para Allah e seu Livro, e Seu Mensageiro, e para os líderes dos muçulmanos e para a gente comum."

A Fonte: Sheikh Muhammed Salih Al-Munajjid

Enviar comentário