Sábado 20 Rabi' Ath-Thani 1442 - 5 Dezembro 2020
Portuguese

Ela pergunta como pode registrar seu testamento

Pergunta

Sou uma mulher casada, moro apenas com meu marido e não tenho filhos. Todos os louvores são para Allah em quaisquer circunstâncias. Meus pais são falecidos e eu tenho irmãos e irmãs que são casados. Meus avós também são falecidos. Eu tenho tios e tias, paternos e maternos. Possuo ouro e prata e objetos pessoais, como roupas e livros, incluindo o Livro de Allah e minha conta bancária onde recebo minha pensão mensal. Quero escrever meu testamento, mas em uma situação como a minha, não sei como ou quem são meus herdeiros. Posso fazer de meu marido (que Allah o preserve) o executor do meu testamento? [?????] Em outras palavras, posso escrever em seu nome e ele pode abri-lo e lê-lo? Porque eu quero escrever outras coisas além das propriedades, como coisas que não posso contar agora, por exemplo: pedir que ele pense com carinho sobre mim se descobrir ou ouvir alguma coisa depois que eu houver falecido, porque ele reclama que eu sou muito quieta, não falo muito e sou misteriosa. Isso ocorre porque, às vezes, eu escondo dele coisas que acho melhor permanecerem ocultas, a fim de evitar problemas ou constrangimentos com outros membros da família, e Allah sabe melhor sobre minha intenção. Espero ter explicado bem minhas perguntas e ter uma resposta clara dos senhores.

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Os testamentos são de dois tipos:

Um testamento obrigatório (wajib) é aquele onde se explica o que você deve às pessoas que não têm provas do que é devido a elas, como dívidas e itens que lhes foram confiados para proteção. Nesse caso, é obrigatório escrever um testamento para cumprir suas obrigações.

Um testamento recomendável (mustahabb) tem a ver com doações, como a doação de uma pessoa, de um terço ou menos de sua riqueza, a ser repassada depois que ela morrer para alguém que não é seu herdeiro, seja parente ou não; ou instruções para se fazer algumas boas ações, como dar caridade aos pobres e necessitados ou outras causas dignas. Veja: Fataawa al-Lajnah ad-Daa'imah (16/264).

Uma pessoa pode deixar instruções para sua família a respeito de alguns assuntos relacionados ao seu funeral, como declarar quem deve lavá-la, quem deve oferecer a oração fúnebre por ela e assim por diante. A pessoa também pode deixar instruções para evitar lamentações e outras coisas proibidas.

Isso é indicado pelo relato narrado por Muslim (121), segundo o qual 'Amr ibn al-'Aas (que Allah esteja satisfeito com ele) disse, enquanto estava agonizando em seu leito de morte: “Se eu morrer, não permitais que nenhuma mulher lamentando-se ou (algum tipo de) fogo me acompanhe.”

Consulte também as respostas às perguntas n° 69827 e 10447.

Da mesma forma, uma mulher pode deixar instruções pedindo ao marido que pense o melhor sobre ela, desculpando-se por algumas de suas ações em relação a ele e pedindo que a perdoe. Não existe redação ou formato específico para um testamento referente a esse assunto ou a assuntos semelhantes. Ao contrário, cada pessoa pode deixar instruções adequadas à sua situação e à de sua família, declarando qualquer dívida ou obrigação que lhe era devida ou que devia a outras pessoas. E também, ela pode confiar o testamento escrito a quem quiser, para abri-lo após seu falecimento.

Não é permitido que você entregue qualquer coisa de sua propriedade a seu marido, porque ele tem o direito prescrito de herança em relação à sua propriedade – se você morrer antes dele. Allah, glorificado e exaltado seja, determinou que a parte do marido quanto aos bens de sua esposa, no caso do falecimento dela, é a metade da propriedade, isso se ela não tiver filhos.

Allah, glorificado e exaltado seja, atribuiu à cada pessoa com direito a alguma parte da propriedade do falecido, sua parte legítima, de modo que nenhuma herança pode ser estabelecida a um herdeiro.

Como seus pais são falecidos, o restante da propriedade, após a participação de seu marido, deve ser dividido entre seus irmãos, com cada homem recebendo o dobro da participação de cada mulher.

Consulte a resposta à pergunta n° 106236.

Ninguém sabe quando se vai morrer; quantas pessoas saudáveis ​​morreram sem razão pré-existente e quantas pessoas doentes viveram por muito tempo, não é mesmo?

O que você deve fazer é tratar bem o seu marido e viver agradavelmente com ele, evitando o extremo de esconder coisas ou ser misteriosa, para que isso não afete o relacionamento de vocês e mine a parceria e as relações amigáveis ​​entre o casal, o que poderia levar cada um de vocês ao afastamento um do outro.

Da mesma forma que divulgar tudo ao marido pode levar a conflitos e discussões, chegar aos extremos, assim como sendo misteriosa e não falando o suficiente, é algo que pode minar o relacionamento entre vocês, como mencionado acima, e pode até levar a dúvidas e suspeitas.

Adotar um caminho do meio, em tais assuntos, é algo bom e digno de louvor.

Nosso conselho para você é não adiar esse pedido de desculpas, deixando para pedir perdão apenas depois de seu falecimento. Em vez disso, você deve fazê-lo agora, tratar bem seu marido e fazer o máximo para agradá-lo, pois esse é um meio importante de obter acesso ao Paraíso, insha’Allah.

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Islam Q&A