Quinta-feira 5 Rabi' Ath-Thani 1440 - 13 Dezembro 2018
Portuguese

Os Pilares do Islam

Pergunta

Esperamos que você possa nos explicar os pilares do Islam.

Texto da resposta

Louvado seja Allah.

O Islam é baseado em cinco pilares que o Mensageiro (que a paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) nos explicou, quando ele disse: "O Islam é construído sobre cinco pilares: o testemunho de que não há nenhum deus além de Allah e que Muhammad é o mensageiro de Allah; o estabelecimento de orações regulares (salaah); pagar o zakat; Hajj (peregrinação) e jejum do Ramadã" (Consenso; narrado por al-Bukhari, nº 8).

O Islam se compreende em crença e leis, nas quais Allah e Seu Mensageiro nos disseram o que é halaal e o que é haram, a moral e os bons costumes, atos de adoração e como interagir com as pessoas, direitos e deveres, e cenas da ressurreição. Quando Allah completou esta religião, Ele a escolheu para ser o modo de vida para toda a humanidade até que a Hora chegue:

"Hoje, eu inteirei vossa religião, para vós, e completei Minha graça para convosco e agradei-Me do Islam como religião para vós."

[al-Maa'idah 5: 3 - interpretação do significado]

Estes são os pilares do Islam e os princípios sobre os quais se baseia:

O primeiro pilar: al-Shahaadatayn (o testemunho duplo da fé)

Isto significa que a pessoa acredita que Allah é o Senhor, Soberano e Controlador, o Criador e o Provedor. Ele afirma todos os Seus mais belos nomes e atributos sublimes, que Allah afirmou para Si mesmo ou que Seu Profeta afirmou por Ele. Ele acredita que Allah sozinho, e ninguém mais, é O único digno de culto, como Allah diz (interpretação do significado):

"Ele é O Criador Ímpar do céu e da terra. Como teria Ele um filho, enquanto não tem companheira? E Ele criou todas as coisas. E Ele, de todas as coisas, é Onisciente.

Esse é Allah, vosso Senhor! Laa ilaaha illa Huwa (Não existe deus senão Ele), Criador de todas as coisas: então, adorai-O. E Ele, sobre todas as coisas, é Wakil (Patrono, Guardião ou Tutor)." [al-An'aam 6:101-102]

E a pessoa acredita que Allah enviou o Seu Mensageiro Muhammad (que a paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele), e revelou-lhe o Alcorão, e ordenou-lhe a transmitir esta religião para toda a humanidade. Acredita que o amor a Allah e Seu Mensageiro e obedecê-los são deveres obrigatórios para toda a humanidade, e que o amor de Allah só pode ser realizado ao seguir o Seu Mensageiro (que a paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele):

"Dize (ó Muhammad para a humanidade): 'Se (realmente) amais a Allah, segui-me (ou seja, aceitar o Monoteísmo Islâmico, seguir o Alcorão e a Sunnah), Allah vos amará e vos perdoará os delitos. E Allah é Perdoador, Misericordiador.'"

[Aal 'Imran 3:31 – interpretação do significado]

O segundo pilar: salaah (oração)

O muçulmano crê que Allah ordenou a todo muçulmano adulto e sadio, cinco orações a cada dia e noite, o que ele faz em um estado de pureza, de pé diante de seu Senhor, todos os dias em um estado de pureza e humildade, agradecendo ao seu Senhor por Suas bênçãos, pedindo-Lhe a Sua graça, buscando o Seu perdão por seus pecados, pedindo-Lhe o Paraíso e procurando Nele refúgio do inferno.

As cinco orações obrigatórias que são necessárias dia e noite são Fajr (início da manhã, antes do amanhecer), Zuhr (no meio do dia, logo após o meio-dia), 'Asr (no meio da tarde), Maghrib (logo após o por do sol) e "Isha" (a noite, depois de escurecer). Há também orações Sunnah como qiyam al-Layl (oração da noite), orações tarawih, duas rak'ahs de oração Duha, etc.

A oração, seja fard ou nafl, representa voltar-se sinceramente para Allah em todos os assuntos. Allah ordenou a todos os crentes guardar estritamente a observância das orações, como Ele diz (interpretação do significado):

"Custodiai as orações (cinco obrigatórias), e, em particular, a oração mediana (isto é, a melhor oração - 'Asr), e levantai-vos, sendo devotos [e não fale com os outros durante o salaah (orações)] a Allah." [al-Baqarah 2:238]

As cinco orações diárias são obrigatórias sobre cada homem e mulher muçulmana, noite e dia:

"Por certo, As‑Salaah (a oração), para os crentes, é prescrição com tempos marcados." [al-Nisa '4: 103 – interpretação do significado]

Aquele que abandona as orações não tem nenhuma participação no Islam. Quem negligencia deliberadamente é um kafir, como Allah diz (interpretação do significado):

"(E sempre) Voltai-vos contritos para Ele (somente); e temei-O; e cumpri a oração (Iqaamat‑as‑Salaah), e não sejais dos Al‑Mushrikun (os politeístas, os idólatras, descrentes na Unicidade de Allah)" [al-Rum 30:31]

O Islam é baseado na cooperação, fraternidade e amor, e Allah prescreveu a união para estas orações e outras, a fim de atingir essas virtudes. O Profeta (que a paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "A oração em congregação é vinte e sete vezes melhor do que a oração feita sozinho." (Narrado por Muslim, nº 650)

A oração ajuda o crente em momentos de dificuldade e de calamidade. Allah diz (interpretação do significado):

"E implorai ajuda, com a paciência e a As-Salaah (oração). E, por certo, esta oração é bem penosa, exceto para os Al-Khaashi‘un [isto é verdadeiros crentes em Allah – aqueles que obedecem a Allah com toda a submissão, temem muito o Seu castigo, e creem na Sua Promessa (Paraíso) e em as Suas advertências (Inferno)]." [al-Baqarah 2:45].

As cinco orações diárias eliminam os pecados, como o Profeta (que a paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Você não acha que, se houvesse um rio à porta de qualquer um de vocês, e fosse banhar-se nele cinco vezes por dia, haveria qualquer sujeira em ti? "Eles disseram: "Nenhuma sujeira ficaria." Ele disse: "Essa é a semelhança das cinco orações diárias, por meio da quais Allah apaga o pecado ".

A oração na mesquita é um meio de entrar no Paraíso. O Profeta (que a paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Quem vem e vai à mesquita, Allah vai preparar para ele uma casa no Paraíso para cada vez que ele vem e vai." (Narrado por Muslim, nº 669).

A oração traz o servo e seu Criador juntos. Era o deleite do Mensageiro (que a paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele). Sempre que alguma questão o entristecia, ele se voltava em oração e conversava com seu Senhor e invocava-O, buscando o Seu perdão e pedindo-Lhe a Sua graça.

A oração feita com humildade apropriada e temor a Allah aproxima o muçulmano do seu Senhor, e impede-o de fazer o mal, como Allah diz (interpretação do significado):

"Recita, Muhammad, o que te foi revelado do Livro (o Alcorão) e cumpre a As-Sallah (a oração - Iqaamat‑as‑Salaah). Por certo, As-Sallah (a oração) coíbe Al‑Fahsha' (ou seja, grandes pecados de toda espécie, relações sexuais ilegais) e Al-Munkar (a descrença, o politeísmo, e todo tipo de ações más)" [al-'Ankabut 29:45].

O terceiro pilar: zakat (devido aos pobres, o imposto de caridade)

Assim como Allah criou pessoas com diferentes cores, atitudes e níveis de conhecimento, assim também as suas obras e provisões variam. Ele fez alguns deles ricos e outros pobres, para testar os ricos a saber o quanto mostram gratidão, e para testar os pobres a saber o quanto são pacientes. Porque os crentes são uma irmandade e a fraternidade é baseada em compaixão, bondade, amor e misericórdia, Allah ordenou sobre os muçulmanos o Zakaah que é tomado dos ricos e dado aos pobres. Allah diz (interpretação do significado):

"Toma de suas riquezas uma Sadaqah (donativo), com que os purifiques e os dignifiques, e ora por eles: por certo, tua oração é lenitiva para eles." [al-Tawbah 9:103]

O Zakaah purifica e limpa a riqueza, e purifica a alma da mesquinhez e avareza. Ele fortalece o amor entre ricos e pobres, tira o ódio, faz prevalecer a segurança e traz a felicidade para a Ummah.

Allah fez o pagamento do zakaah obrigatório para todo mundo que possui nisaab (valor mínimo) por um ano. A taxa do zakaah em ouro, prata, outros metais e produtos do comércio é de um quarto de dez por cento. Em produtos agrícolas e frutas a quantidade é um décimo, se for irrigada (por meios artificiais), e metade de um décimo, se não for irrigada (por meios artificiais, ou seja, se for regada por chuvas ou outros meios de recursos naturais). Quanto a animais An'aam (ovelhas, cabras, gado e camelos) os detalhes são explicados nos livros de fiqh... Quem paga o zakat, como consequência Allah expia seus pecados, abençoa a sua riqueza e reserva para ele uma grande recompensa. Allah diz (interpretação do significado):

"E cumpri a oração (Iqaamat-as-Salaah) e concedei az-zakah. E o que quer de bom (atos que Allah ama) que antecipeis a vossas almas, encontrá-lo-eis junto de Allah. Por certo, Allah, do que fazeis, é Onividente." [al-Baqarah 2:110]

Reter o zakah traz catástrofes e males sobre a ummah. Allah advertiu aqueles que o retém de um doloroso castigo, no Dia da Ressurreição. Ele diz (interpretação do significado):

"Ó vós que credes! Por certo, muitos dos rabinos (judaicos) e dos monges (cristãos) devoram, ilicitamente, as riquezas dos homens, e os afastam do caminho de Allah (da religião de Allah do Monoteísmo Islâmico). E aos que entesouram o ouro e a prata (Al-Kanz: o dinheiro, o Zakah que não foi pago) e não os despendem no caminho de Allah, anuncia-lhes doloroso castigo.

Um dia quando os incandescerem no fogo da Geena, e, com eles, lhes cauterizar as frontes e os flancos e os dorsos, dir-se-lhes-á: 'Isto é o que entesourastes, para vós mesmos: então, experimentai o que entesouráveis.'"

[al-Tawbah 9:34-35]

Ocultar seu zakah é melhor do que pagá-lo abertamente na frente das pessoas, como Allah diz (interpretação do significado):

"Se mostrais sua Sadaqaat (donativos), quão excelente é! Mas se as escondeis e as concedeis aos pobres, é-vos melhor. E Ele vos remirá algo de vossas más obras. E Allah, do que fazeis, é Conhecedor." [al-Baqarah 2:271]

Quando um muçulmano paga o zakat, não é admissível que ele dê a ninguém, exceto àqueles a quem Allah mencionou na ayah (interpretação do significado):

"As sadaqats, (aqui, se entende por Zakah) as ajudas caridosas, são, apenas, para os Fuqaraa' (pobres) e os Al‑Masaakin (necessitados) e os encarregados de arrecadá-las e aqueles, cujos corações estão prestes a harmonizar-se com o Islam e os escravos, para se alforriarem, e os endividados e os combatentes no caminho de Allah (ou seja, para os Mujahidun – aqueles que lutam em uma batalha santa) e o filho do caminho, o viajante em dificuldades (um viajante privado de tudo): é preceito de Allah. E Allah é Onisciente, Sábio." [al-Tawbah 9:60]

O quarto pilar: sawm (jejum) no Ramadã

Jejuar significa abster-se de coisas que quebram o jejum, como comida, bebida e relações sexuais, desde o raiar do verdadeiro amanhecer até o pôr do sol, com a intenção de jejuar.

A relação de paciência para a fé é como a da cabeça para o corpo. Allah ordenou sobre esta ummah jejum durante um mês do ano, a fim de se aproximar de Allah, a fim de evitar aquilo que Allah proibiu, para se acostumar a ser paciente, para trazer os nafs (ego) sob controle, para competir em generosidade e demonstrar cooperação e compaixão mútua. Allah diz (interpretação do significado):

"Ó vós que credes! É-vos prescrito As-Sawm (o jejum), como foi prescrito aos que foram antes de vós, para serdes Al-Muttaqun (piedosos)," [al-Baqarah 2:183]

O mês de Ramadã é um grande mês, no qual Allah revelou o Alcorão. A recompensa por boas ações, atos de caridade e atos de adoração são multiplicados neste mês. Nele está Laylat al-Qadr, que é melhor do que mil meses. Os portões do céu estão abertos e as portas do inferno estão fechadas, e os shayaatin (demônios) estão amarrados.

Allah fez o jejum do mês do Ramadã obrigatório a todos os muçulmanos sadios, adultos, homem ou mulher da mesma forma, como Ele diz (interpretação do significado):

"O mês do Ramadan é o mês no qual foi revelado o Alcorão, como orientação para a humanidade e como evidências da orientação e do critério de julgar (entre certo e errado). Então, quem de vós presenciardes (a lua crescente na primeira noite deste) esse mês (do Ramadan está presente em sua casa), que nele observe o Sawm (jejum); e quem estiver enfermo ou em viagem, que jejue o mesmo número de outros dias [dias que não se observou o Sawm (jejum) que deverão ser repostos]. Allah vos deseja a facilidade, e não vos deseja a dificuldade. E fê-lo para que inteireis o número prescrito, e para que magnifiqueis a Allah [isto é dizer Takbir (Allahu Akbar: Allah é o Maior)], porque vos guiou, e para serdes agradecidos." [al-Baqarah 2:185]

Há uma grande recompensa com Allah para o jejum. O Profeta (que a paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Toda ação do filho de Adão é multiplicada, cada boa ação recebe uma recompensa de dez a setecentas vezes mais. Allah disse: "Com exceção do jejum, pois é feito por Mim, e pelo jejum, Eu vou dar uma recompensa, pois ele abre mão do seu desejo e do alimento por minha causa." (Narrado por Muslim, al-Siyaam)

O quinto pilar: Hajj (peregrinação)

Allah deu aos muçulmanos a Qiblah (direção da oração) que eles direcionam-se quando oram (salaah) e oferecem súplicas (du'aa'), onde quer que estejam. Esta qiblah é a Antiga Casa (Ka'bah) em Meca al-Mukarramah:

"Volta, pois, a face rumo à Mesquita Sagrada Al-Masjid Al-Haram (em Meca). E onde quer que estejais, voltai as faces (em oração) para o seu rumo." [al-Baqarah 2: 144 – interpretação do significado]

Por causa dos muçulmanos espalhados por todo o mundo, o Islam chama as pessoas para estarem unidas e conhecerem uns ao outros, assim como ele os chama para cooperar na justiça e piedade, recomendarem uns aos outros a verdade, chamarem as pessoas para Allah e venerarem os rituais de Allah – por isso Allah tornou obrigatório para todos os muçulmanos sadios, adultos que tem os meios, visitar sua Antiga Casa, a circundar e realizar todos os rituais do Hajj, como explicado por Allah e Seu Mensageiro. Allah diz (interpretação do significado):

"E, por Allah, impende aos homens a peregrinação à Casa, a quem até ela possa chegar. E quem renega isso, saiba que, por certo, Allah é Bastante a Si mesmo, prescindindo dos mundos." [Aal Imraan 3:97]

O Hajj é uma ocasião em que a unidade dos muçulmanos, a sua força e orgulho, são manifestos. Pois o Senhor é Um, o Livro é um, o Mensageiro é um, a Ummah é uma, o seu culto é um e sua roupa é uma.

O Hajj tem a sua própria etiqueta e condições que os muçulmanos devem observar, como restringir as suas línguas, audição e visão de tudo o que Allah proibiu, sendo sincero em suas intenções, usando o dinheiro de boas fontes (para o Hajj), promovendo a melhor atitude, e evitando tudo o que poderia invalidar O Hajj, tais como as relações sexuais, pecado ou argumentar injustamente, como Allah diz (interpretação do significado):

"A peregrinação se faz em meses determinados. E quem neles se propõe a peregrinação, então, não haverá união carnal nem perversidade nem contenda, na peregrinação. E o que quer que façais de bom, Allah o sabe. E abastecei-vos; e, por certo, o melhor abastecimento é a piedade. E temei-Me, ó dotados de discernimento!" [al-Baqarah 2:197]

Se o muçulmano faz o Hajj corretamente, na forma prescrita e sinceramente pela causa de Allah, ele será uma expiação pelos seus pecados. O Profeta (que a paz e bênçãos de Allah estejam com ele) disse: "Quem faz o Hajj por amor a Allah, e não mantêm relações sexuais ou comete pecados, vai voltar (do Hajj) como no dia em que sua mãe o deu à luz (sem pecados)." (Narrado por al -Bukhaari, nº. 15210)

A Fonte: De Usul al-Din al-Islami, por Shaykh Muhammad ibn Ibraahim al-Tuawyjri

Enviar comentário