Sexta-feira 13 Muharram 1446 - 19 Julho 2024
Portuguese

Significado do hadith: “O imam é responsável”

Pergunta

Algumas pessoas me disseram que a oração de quem reza atrás de um imam depende da oração do imam, ou seja, desde que o imam não cometa um erro em sua oração, a oração de quem está rezando atrás dele é válida, porque depende dele, quer aquele que reze atrás dele cometa um erro ou não. Esta regra está correta e quais são as evidências disso? Isso significa que o que invalida a oração quando ela é feita em congregação é diferente de quando se reza sozinho?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Numa oração congregacional, o imam está à frente do povo e diante de Allah e os conduz no ritual mais importante do Islam, ou seja, a oração. Portanto, sua oração é muito importante e a oração daqueles que estão rezando atrás dele está ligada à dele em muitas regras, cujos objetivos são resumidos no hadith de Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele), que disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “O imam é responsável e o muadhin é confiável. Ó Allah, guie os imams e perdoe os muadhins.”

Narrado por Abu Dawud, 517; classificado como sahih por al-Albaani em Sahih Abi Dawud.

As palavras do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), “O imam é responsável” incluem muitos dos significados de responsabilidade sobre os quais os estudiosos concordam unanimemente em relação à oração em congregação.

“O imam é responsável” significa que é obrigatório a ele proteger a oração – daqueles que estão rezando atrás – de se tornar inválida e lembrar o número de rak'ahs; ele não deve “bicar” a oração (ou seja, mover-se muito rapidamente como uma galinha bicando), o que prejudica os pilares da oração, e ele não deve deixar de cumprir as condições da oração; deve se certificar de fazer as Sunnahs e as posturas da oração corretamente, e assim por diante.

“O imam é responsável” significa que ele assume, em nome daqueles que estão rezando atrás dele, a responsabilidade de recitar em voz alta naquelas orações cuja recitação deva ser feita em voz alta, e a responsabilidade de recitar as surahs curtas (depois de al-Fatihah) também. Ele também cobre o erro de quem reza atrás dele caso omita algumas das Sunnahs, mesmo se omitir a recitação de al-Fatihah caso alguém chegue atrasado para a oração. Tudo isso está contemplado na ideia de responsabilidade, sobre a qual há consenso acadêmico.

“O imam é responsável” também significa que ele é responsável por oferecer súplicas a todos aqueles que rezam atrás dele, se ele recitar o Qunut ou oferecer súplicas pelas pessoas. Ele é responsável por ensinar àqueles que rezam atrás dele as regras sobre a oração, para que esta não seja estragada e o povo não seja privado da recompensa completa.

Al-Shawkaani (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

“O imam é responsável” – responsabilidade inclui os significados de patrocínio, proteção e cuidado.

O que se quer dizer é que eles – isto é, os imams – são responsáveis quando recitam calmamente o Alcorão e os adhkaar. Isso foi narrado por ash-Shaafa'i em al-Umm.

E foi dito que o que se entende é a responsabilidade de garantir que a sua súplica inclua todas as pessoas, não apenas a si mesmo.

Também foi dito que é porque ele se preocupa em ficar de pé e recitar para quem se junta tarde à oração. Fim da citação.

Nail al-Awtaar, 2/42.

No entanto, os estudiosos não extraíram deste hadith o que algumas pessoas entendem, ou seja, que se a oração do imam é válida, a oração daqueles que estão rezando atrás dele também é válida, não importa quais erros cometam. E que se a oração do imam se tornar inválida, então a oração daqueles que estão rezando atrás dele também se torna inválida, mesmo que eles tenham feito todas as partes essenciais e cumprido todas as condições.

Em vez disso, os estudiosos dizem que os erros que podem ser cometidos por quem está rezando atrás do imam em sua oração são de dois tipos:

1) Ou é o tipo de erro que invalida a oração, como: perder o wudhu’, comer, beber, rir e outras coisas que invalidam a oração. Isso também inclui omitir qualquer parte essencial da oração. Tais erros tornam inválida a oração de quem está rezando atrás do imam e o imam não pode suprir nada disso, de acordo com o consenso acadêmico.

2) Ou é o tipo de erro que não invalida a oração, como: omitir algumas Sunnahs ou particularidades de posturas, ou cometer alguns erros como virar a cabeça, sorrir e assim por diante, o que não torna a oração inválida. Pode incluir o esquecimento de algumas partes obrigatórias da oração, como esquecer de recitar o primeiro tashahhud ou o tasbih ao se curvar e prostrar, e assim por diante. Estes são os erros que podem ser supridos pela oração do imam, e a recompensa por rezar em congregação pode cobrir deficiências e erros que uma pessoa possa cometer.

Existem questões fiqhi (de jurisprudência) sobre as quais os fuqaha’ dos quatro madhhabs diferiam, de acordo com suas divergências sobre o significado das palavras do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), “O imam é responsável”. Isso pode ser visto nos livros que discutem divergências de opinião acadêmica.

E Allah sabe mais.

A Fonte: Islam Q&A