Sábado 9 Dhu Al-Hijjah 1445 - 15 Junho 2024
Portuguese

A oração do eclipse é prescrita quando se vê um eclipse, não quando se ouve dos astrônomos notícias de um eclipse

Pergunta

Devemos oferecer a oração do eclipse (salaat al-kusuf) com base nos anúncios dos astrônomos publicados no jornal? Se o eclipse ocorrer em outro país, devemos rezar a oração do eclipse ou é necessário ver o eclipse a olho nu?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Existem ahadith sahih segundo os quais o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ordenou oferecer a oração do eclipse e recitar dhikr e du'aa quando os muçulmanos veem um eclipse do sol ou da lua. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “O sol e a lua são dois dos sinais de Allah e não ficam eclipsados pela morte ou nascimento de ninguém. Porém, Allah os envia para fazer Seus servos (O) temerem, então se tu vires isso, reza e faz du'aa até que acabe.” De acordo com outra versão, ele disse: “Então, se tu vires isso, apressa-te em lembrar de Allah, invoca-O e pede Seu perdão”. Portanto, ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) conectou o comando de rezar, fazer du'aa, lembrar de Allah e pedir por perdão à observação real do eclipse e não aos relatos dos astrônomos.

O que todos os muçulmanos devem fazer é aderir à Sunnah, agir de acordo com ela, e tomar cuidado com tudo que é contrário a ela.

Assim, sabemos que aqueles que oferecem a oração do eclipse com base nos relatos dos astrônomos estão cometendo um erro e indo contra a Sunnah.

Também deve ser notado que não é prescrito, para as pessoas que vivem em um país onde o eclipse não está acontecendo, oferecer a oração, porque o Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) conectou o comando de rezar, etc. ao avistamento do eclipse, não às notícias de astrônomos de que um eclipse iria acontecer, ou à sua ocorrência em outro país. Allah diz (interpretação do significado):

“E o que o Mensageiro vos conceder, tomai-o; e o de que vos coibir, abstende-vos dele...” [al-Hashr 59:7]

“Com efeito, há, para vós, no Mensageiro de Allah, belo paradigma...” [al-Ahzaab 33:21]

Quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ofereceu a oração do eclipse em Madinah e o povo viu, Allah disse (interpretação do significado):

“Não façais, entre vós, a convocação do Mensageiro, como a convocação de um de vós para outros. E não vos retireis de sua companhia, sem sua permissão. Com efeito, Allah sabe dos que, dentre vós, se retiram sorrateiramente. Então, que os que discrepam de sua ordem se precatem de que não os alcance provação ou não os alcance doloroso castigo.” [al-Nur 24:63]

Sabe-se que ele era a pessoa de maior conhecimento e sinceridade, e que era ele quem transmitia as regulamentações de Allah. Se fosse prescrito oferecer a oração do eclipse com base nos relatos dos astrônomos, ou quando ocorresse um eclipse em outra região – visto apenas pelos habitantes locais – então, ele teria dito e orientado sua ummah a fazer isso. Como ele não disse isso, ele disse o contrário, ordenando a sua ummah a basear suas ações na visão real do eclipse, sabemos que esta oração é prescrita apenas para aqueles que veem o eclipse e em cuja terra ele ocorra. E Allah é a Fonte da força.

A Fonte: Da Fataawa wa Maqaalaat Mutanawwi’ah li Samaahat al-Shaykh al-‘Allaamah ‘Abd al-‘Aziz ibn ‘Abd-Allaah ibn Baaz (que Allah tenha misericórdia dele), vol. 13, p. 30