Quinta-feira 16 Dhu Al-Qa'dah 1440 - 18 Julho 2019
Portuguese

Característica da oração do eclipse

Pergunta

Qual é a descrição da oração eclipse?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah

Em primeiro lugar:

Al-Bukhari (1041) e Muslim (911) narraram – de Abu Masud Ansari, que Allah esteja satisfeito com ele: O Mensageiro de Allah, que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele, disse: “O sol e a lua são dois dos versículos de Allah, Allah elucida aos Seus servos, e eles não são eclipsados ​​pela morte de alguma das pessoas, se vós já vistes qualquer um destes sinais rezais e suplicais a Allah até que aliviais o que passa.”

Al-Bukhari (1059) e Muslim (912), a partir de Abu Musa, que Allah esteja satisfeito com ele, disseram: "O sol eclipsou, então o Profeta, que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele, levantou-se, tremendo medo, e foi à mesquita e rezou as mais longas ruku’ e sujud que jamais o vi fazer. Ele disse, ‘esses versículos de Allah enviam não uma morte ou uma vida, mas Allah assusta seus servos; se vós víreis algo neste sentido, mencioneis e supliqueis e peçais perdão a Allah’.”

Em segundo lugar:

A descrição da oração do eclipse: Pronuncie “Allahu akbar” dando inicio à oração, e recite o du'a de abertura, e, em seguida, busque refúgio.

E recite a al-Fatiha, e depois outra longa recitação.

Em seguida, curve-se em uma longa ruku’.

Então, levante-se do ruku’ e diga: “Sami Allahu liman hamida, rabbana wa lakal hamd” (Allah ouve aquele que O glorifica, Ó nosso Senhor, a Ti é o louvor).

Na sequencia, recite a Fatiha, e faça outra longa recitação, diferente da primeira leitura.

E, em seguida, curve-se novamente e prolongue-se nesta posição, em um período que difira da primeira ruku’.

Em seguida, levante-se do ruku’ e diga: “Sami Allahu liman hamida, rabbana wa lakal hamd” (Allah ouve aquele que O glorifica, Ó nosso Senhor, a Ti é o louvor), e permaneça de pé em um longo período.

Então prostre duas longas prostrações, e prolongue-se durante a sentada entre estas duas prostrações.

E, em seguida, levante-se para a segunda rak'ah, e repita como a primeira destas duas rak’ah, mas faça diferente da primeira em duração e algumas outras coisas, e, então, recite a shahada (dizer “la ilaha illah Allah wa Muhammadan rasulullah”) e o taslim (dizer “assalamo alaikum”).

Veja: "Al Mughani" de Ibn Qudaamah (3/323), "Al Majmu’ah" de Nawawi (5/48).

Isto é indicado no hadith narrado, em al-Bukhari (1046) e Muslim (2129), por Aisha, a esposa do Profeta, que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele, que disse: "O sol eclipsou durante a vida do Profeta, que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele, e então, ele foi para a mesquita e as pessoas se enfileiraram atrás dele, aumentando em número. O Mensageiro de Allah, que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele, recitou longamente, em seguida fez uma longa ruku’, e disse: “Sami Allahu liman hamida” (Allah ouve aquele que O glorifica).

Assim, ele levantou-se e não prostrou, e recitou uma longa leitura, porém menor do que a primeira.

Em seguida, endireitou-se e curvou-se por muito tempo, porém menor do que a primeira curvatura.

Então, ele disse: “Sami Allahu liman hamida, rabbana wa lakal hamd” (Allah ouve aquele que O glorifica, Ó nosso Senhor, a Ti é o louvor).

Em seguida, prostrou-se, e, então, disse na última ra’kah a mesma coisa.

Portanto, concluiu quatro rak'ah, em quatro prostrações.

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário