Sábado 14 Jumada Al-Awwal 1440 - 19 Janeiro 2019
Portuguese

Uma udhiyah é suficiente em nome de ambos os cônjuges e dos membros de sua família

Pergunta

Meu pai costuma oferecer o udhiyah em seu próprio nome e em nome de seus pais falecidos, e não em nome da minha mãe que ainda está viva. Eu falei com ele sobre este assunto, mas ele disse que ela não é obrigada a oferecer uma udhiyah, porque ela é uma dona de casa. E outras pessoas disseram que o marido não é obrigado a oferecer a udhiyah em seu nome.

Minha pergunta é:

E se o filho ou filha quiser lhe dar o valor da udhiyah ou comprá-la para ela – qual é o parecer?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

É permitido àquele que está oferecendo a udhiyah compartilhar a recompensa de seu sacrifício com quem ele quiser de seus parentes, vivos e mortos, por causa do hadith que foi narrado por Muslim, no qual diz: “Ó Allah, aceita em nome de Muhammad e da família de Muhammad”, e a família de Muhammad inclui tanto os vivos quanto os mortos. Também é permissível que ele ofereça um udhiyah em nome dos mortos separadamente, ou junto com aqueles que estão vivos. Isso foi discutido anteriormente na resposta às perguntas n° 36596 e36706.

Em segundo lugar:

Uma udhiyah é suficiente em nome de um homem e dos membros de sua família, incluindo sua esposa, filhos e pais, se todos morarem em uma casa, por causa do relato narrado por Muslim (3637) de 'Aishah (que Allah esteja satisfeito com ela), que o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ordenou que um carneiro com pernas pretas, barriga preta e (círculos) pretos ao redor dos olhos deveria ser trazido, para que ele pudesse sacrificá-lo. Ele disse a ela: “Ó Aisha, dê-me a faca”, então, disse: “Afie-a em uma pedra.” Ela fez aquilo, então ele a tomou, pegou o carneiro e colocou-o no chão, então abateu-o e disse: "Em nome de Allah; Ó Allah, aceita (este sacrifício) em nome de Muhammad, da família de Muhammad e da ummah de Muhammad.” Então, ele o sacrificou.

An-Nawawi (que Allah tenha misericórdia dele) disse: Este relato foi citado como evidência por aqueles que consideraram admissível que um homem oferecesse a udhiyah em seu próprio nome e em nome dos membros de sua família, e que desse a eles um pedaço deste em recompensa. Esta é a nossa visão e a visão da maioria.

Fim da citação de Sharh Muslim por an-Nawawi

Com base nisso, o que é prescrito para o marido é intencionar que sua udhiyah seja em seu próprio nome e em nome dos membros de sua casa, como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse, e que será aceitável e suficiente em seu próprio nome e em nome deles, e eles terão uma participação com ele na recompensa. Não há necessidade de oferecer uma udhiyah separado em nome de sua esposa.

Se ele não tinha a intenção de que sua udhiyah também deveria ser em nome de sua família, então a família não é obrigada a oferecer udhiyah ela mesma, porque a udhiyah é dispensada dos membros da família se o homem oferecê-lo, mesmo que eles não sejam recompensados por algo que não fizeram e pelo qual aquele que fez não lhes deu uma parte da recompensa.

Ar-Ramli (que Allah tenha misericórdia dele) disse, a respeito da udhiyah: É uma Sunnah comunitária confirmada, mesmo que seja em Mina; caso contrário, se os membros da família são numerosos, é uma Sunnah individual. O que se entende por ser uma Sunnah comunitária, mesmo que seja Sunnah para cada um deles, é que isto é dispensado se alguém o fizer, embora a recompensa não seja alcançada por aquele que não a faz, como é também o caso com a oração fúnebre. O autor disse em Sharh Muslim que se ele der uma parte da recompensa a outra pessoa, isso é válido, e essa também é nossa opinião. O princípio básico para isso é o fato de que ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) sacrificou vacas em Mina em nome de suas esposas. Narrado por al-Bukhari e Muslim.

Fim da citação de Nihaayat al-Muhtaaj (8/132)

Mas, se a esposa tiver seu próprio dinheiro e ela quiser oferecer uma udhiyah às suas próprias custas, ela poderá fazê-lo. Se um de seus filhos lhe der dinheiro para oferecer o sacrifício, e ela aceita-lo, isso também é válido.

Para mais informações, consulte a resposta à pergunta n° 45544.

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário