Segunda-feira 20 Dhu Al-Qa'dah 1440 - 22 Julho 2019
Portuguese

Breve descrição do Hajj para si mesmo e em nome de outra pessoa, e os tipos de Hajj

Pergunta

Eu quero fazer o hajj este ano em nome de meu pai, que faleceu [eu realizei meu próprio hajj alguns anos atrás]. Por favor, instrua-me sobre a melhor forma de fazer isso de acordo com a Sunnah. Em particular, quais as diferenças que existem entre este tipo de hajj e aquele que você faz para si mesmo.

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Aqui segue um resumo do que o peregrino deve fazer de acordo com a Sunnah sahiha (tradição correta):

1 - O peregrino deve entrar em ihram no oitavo dia de Dhu'l-Hijjah a partir de Makkah ou seus arredores dentro do santuário. Ao entrar em ihram para o Hajj, ele deve fazer o que fez ao entrar em ihram para a 'Umrah: fazer o ghusl (ablução completa), passar perfume e rezar. Ele deve ter a intenção de entrar em ihram para o Hajj e recitar a Talbiyah. A Talbiyah para o Hajj é a mesma que a Talbiyah para a 'Umrah, a não ser que se deve dizer: "Labbaika hajjan (Aqui estou para o Hajj)", em vez de "Labbaika 'umratan (Aqui estou para a 'Umrah)." Se ele teme que algum obstáculo possa impedi-lo de concluir o Hajj, ele deve estipular uma condição e dizer: "Se algo me impedir (de concluir o Hajj) sairei do ihram no ponto onde for impedido (de continuar)." Se ele não temer por qualquer obstáculo, então não precisa estipular nenhuma condição.

2 - Em seguida, o peregrino deve ir para Mina e permanecer lá durante a noite, oferecendo cinco orações ali: dhuhr , ‘asr, maghrib, ‘isha e fajr.

3 - Quando o sol nasce no nono dia ele deve seguir para 'Arafah e rezar lá o dhuhr e ‘asr juntos, encurtados, no horário do dhuhr. Então, ele deve se empenhar nas du'aas, dhikr e orações por perdão até que o sol se ponha.

4 - Quando o sol se puser, ele deve seguir para Muzdalifah e rezar o maghrib e ‘isha ali, quando chegar. Então, ele deve permanecer lá durante a noite até rezar o fajr, e lembrar d’Ele e invocá-Lo até pouco antes do nascer do sol.

5 - Então, o peregrino deve ir para Mina e apedrejar o Jamrat al-'Aqabah que é o último pilar, o que está mais próximo a Makkah, lançando sete pedras uma após a outra, cada uma aproximadamente do tamanho de uma semente de tâmara, dizendo o takbir (“Allaahu akbar ") em cada lançada.

6 - Então ele deve abater o hadiy (animal do sacrifício), ou seja, uma ovelha ou um sétimo de um camelo ou um sétimo de uma vaca.

7 – Em seguida, deve raspar a cabeça se for do sexo masculino; as mulheres devem cortar o cabelo, mas não raspá-lo, tirando um dedo de comprimento de todas as partes de seu cabelo.

8 - Então, o peregrino deve ir para Makkah e executar o tawaaf do Hajj.

9 - Depois, o peregrino deve voltar a Mina e permanecer lá por aquelas noites, ou seja, as noites do décimo primeiro e décimo segundo dias de Dhu'l-Hijjah, e apedrejar os três Jamaraat (pilares de pedra) depois que o sol passar do zênite, jogando sete pedras, uma após a outra, em cada um, começando com o menor pilar - que é o que está mais afastado de Makkah, em seguida, o pilar central. Ele deve recitar du'as depois de ambos, então deve apedrejar o Jamrat al-'Aqabah, após este não há recitação de du'aa.

10 - Quando terminar o apedrejamento dos pilares, no décimo segundo dia de Dhu'l-Hijjah, se ele desejar ele pode se apressar e deixar Mina, e se desejar ele pode adiar (sua partida) e permanecer lá na noite do décimo terceiro dia e apedrejar os três Jamaraat depois que o sol passar do seu zênite. É melhor adiar e ficar mais tempo, mas não é obrigatório, a menos que o sol se ponha no décimo segundo dia e o peregrino ainda esteja em Mina, em cujo caso se torna obrigatório que permaneça até apedrejar os três jamaraat depois que o sol passar do seu zênite. Mas se o sol se puser no décimo segundo dia e a pessoa ainda estiver em Mina, mas não por sua escolha, tal como se houvesse feito as malas e entrado no ônibus ou caminhão, mas atrasou por causa da superlotação e engarrafamento, então ela não precisa ficar, porque sua permanência após o pôr do sol foi involuntária.

11 - Uma vez que esses dias acabarem e o peregrino queira partir, ele não deverá sair até que tenha realizado o tawaaf de despedida, circundando sete vezes ao redor da Ka’bah. As mulheres que estão menstruadas ou com sangramento pós-parto não têm que fazer o tawaaf de despedida.

12 - Se o peregrino está realizando um Hajj voluntário em nome de outra pessoa, seja de um parente ou de outrem, então ele deve ter feito, antes disso, o Hajj para si mesmo. Não há diferença na forma como ele executa o Hajj além da intenção, ou seja, ele deve formar a intenção de realizar este Hajj em nome daquela pessoa, mencioná-la pelo nome na Talbiyah e dizer: "Labbaik ’an [fulaan] (aqui estou em nome de [fulano])”. Então, quando ele disser a du'aa durante os rituais, deve rezar para si mesmo e para a pessoa em nome da qual está realizando o Hajj.

Em segundo lugar:

No que diz respeito aos tipos de Hajj, existem três: Tamattu’, Qiraan e Ifraad.

Tamattu’ é quando o peregrino entra em ihram para ‘Umrah durante os meses de Hajj (que são Shawwaal, Dhu'l-Qi'dah e os dez primeiros dias de Dhu'l-Hijjah) e faz a ‘umrah e sai do ihraam, então ele entra em ihraam novamente para o Hajj, a partir de Makkah ou seu entorno, no dia de al-Tarbiyah (oitavo dia de Dhu’l-Hijjah) no mesmo ano, como sua ‘umrah.

Qiraan é quando o peregrino entra em ihram para 'Umrah e Hajj juntos, e não sai do ihram até o dia do sacrifício, ou ele entra em ihram para a ‘Umrah, em seguida, inclui o Hajj antes de iniciar seu tawaaf.

Ifraad é quando o peregrino entra em ihram para o Hajj a partir do miqaat ou de Makkah, se residir lá, ou em um local que esteja mais próximo que o miqaat, e permanece em ihram até o dia do sacrifício, se ele tiver um hadiy (animal para sacrifício) com ele. Se ele não tiver um hadiy com ele, é prescrito que cancele seu Hajj e o torne em 'Umrah.Então ele deve executar o tawaaf e saa'i, em seguida, cortar o cabelo e sair do ihram, como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse aos que entraram em ihram para o Hajj, mas não tinham um hadiy com eles para oferecer. Isto se aplica ao peregrino que faz o Qiraan, caso não tenha um hadiy; é prescrito que ele cancele seu Qiraan e o transforme em 'Umrah, pela razão mencionada.

O melhor tipo de Hajj é Tamattu’ para quem não trouxe um hadiy, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse a seus companheiros para fazer isso e insistiu que eles deveriam fazer isso.

Aconselhamo-lo a aprender mais quanto às decisões sobre Hajj e 'Umrah, referindo-se ao Manaasik al-Hajj wa'l-'Umrah por Shaikh Ibn ‘Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele), que pode ser obtido através do site do Shaikh na internet.

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário