Terça-feira 25 Rabi' Ath-Thani 1443 - 30 Novembro 2021
Portuguese

É obrigatório conhecer as condições de Laa ilaaha ill-Allah?

Pergunta

É obrigatório para o muçulmano conhecer as condições de Laa ilaaha ill-Allah? E se a pessoa não conhece as condições, ela se torna incrédula?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Uma das coisas que são bem conhecidas e estabelecidas nos ensinamentos islâmicos é que a palavra Tahwid (Laa ilaaha ill-Allah – não há divindade além de Allah) beneficiará na vida futura daquele que crê nisso, pois esta será uma das pessoas do Paraíso e será salva do Fogo, caso compreenda o que isso significa e aja de acordo.

Shaikh Suleiman ibn ‘Abdillah ibn Muhammad ibn ‘Abd al-Wahab (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Foi narrado que 'Ubaadah ibn as-Saamit (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quem quer que testemunhe que não há divindade senão Allah sozinho, sem parceiro ou associado; que Muhammad é Seu servo e Mensageiro; que 'Issa (Jesus) é Seu servo e Mensageiro e Sua Palavra concedida a Mariam e uma alma criada por Ele; que o Paraíso é verdadeiro; e que o Inferno é verdadeiro, Allah o admitirá no Paraíso, quaisquer que sejam suas ações.”

As palavras “Quem quer que testemunhe que não há divindade senão Allah” significam: aquele que pronuncia estas palavras, entendendo seu significado e agindo de acordo com elas, tanto interna quanto externamente, conforme indicado nos versículos (interpretação do significado):

“Então saiba, [ó Muhammad], que não há divindade senão Allah”

[Muhammad 47:19]

“... Exceto os que testemunham a verdade, enquanto sabem”

[az-Zukhruf 43:86].

Quanto a proferir essas palavras sem saber o que significam ou sem agir de acordo com elas, isso não é benéfico, segundo o consenso acadêmico.

Fim da citação de Taysir al-‘Aziz al-Hamid (p. 51).

Portanto, esse conhecimento do significado dessas palavras e do que elas exigem é algo que todo muçulmano deve aprender em termos gerais, e isso será suficiente para o crente. Não há nenhum relato do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) que indique que ele tenha explicado a cada novo muçulmano essas condições com tantos detalhes como os encontrados em livros acadêmicos.

Shaikh al-Islam Ibn Taimiyah (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Sem dúvida, todos devem acreditar no que o Mensageiro trouxe em termos gerais e, sem dúvida, saber o que o Mensageiro trouxe em detalhes é uma obrigação comum, porque isso vem sob o título de transmitir aquilo com o qual Allah enviou Seu Mensageiro, e também vem sob o título de refletir sobre o Alcorão e compreende-lo, ensinar o Livro e a sabedoria, preservar o Alcorão e a Sunnah, chamar as pessoas para o bem, ordenar o que é certo e proibir o que é errado, chamar as pessoas para o caminho do Senhor com sabedoria e bela pregação, debater da melhor maneira, e outras coisas que Allah ordenou aos crentes. Esta é uma obrigação comunitária.

Fim da citação de Dar Ta'aarud al-'Aql wa'n-Naql (1/51).

Não é obrigatório para todo muçulmano aprender todas essas condições, e não as conhecer não abala sua fé; ao contrário, o que é exigido de cada um é agir de acordo com essas condições e ter uma fé sólida.

Isso é o que o muçulmano deve fazer – mesmo se ele for um muçulmano comum, desde que seu coração esteja cheio de amor por Allah e Seu Mensageiro e amor em obedecê-los, e desde que tenha respeito pelos textos religiosos e aja de acordo com tudo o que aprende neles, da melhor maneira possível.

Shaikh Haafiz al-Hakami (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Aquele que diz Laa ilaaha ill-Allah não se beneficiará meramente por pronunciar essas palavras, a menos que aprenda e cumpra totalmente essas sete condições. O que se entende por cumprir integralmente com elas é quando uma pessoa as compreende totalmente e adere a todas elas, sem pensar ou fazer nada que seja contrário a qualquer uma destas.

O que significa aprendê-las não é apenas listar as frases e memorizá-las. Quantos muçulmanos comuns (relativamente incultos) as entendem e cumprem totalmente, aderem a todas elas, e mesmo que se lhes pedissem para listá-las, não seriam capazes de fazê-lo?!

E quantos há que as memorizaram e são capazes de listá-las prontamente, mas você os vê fazendo coisas que são contrárias a elas?! A orientação está nas mãos de Allah, e é Allah Aquele a Quem buscamos ajuda.

Fim da citação de Ma'aarij al-Qubul (2/418).

Shaikh ‘Abd al-‘Aziz ibn Baaz (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

O que é exigido de todos os muçulmanos é cumprir esta palavra ‘Tawhid’ prestando atenção a essas condições. Uma vez que o muçulmano entende o significado desta palavra e adere a ela, ele é um muçulmano cuja vida e riqueza são sagradas, mesmo que não conheça essas condições em detalhes, porque o que importa é aprender a verdade e agir de acordo com ela, mesmo se o crente não conhecer detalhadamente cada uma das condições exigidas.

Fim da citação de Majmu’ Fataawa ash-Shaikh Ibn Baaz (7/58).

Mas conhecer essas condições é uma obrigação comunitária; portanto, deve haver alguns entre a ummah que as conheçam e ensinem às pessoas. Isso vem sob o título de transmitir aquilo com o qual Allah enviou Seu Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), conforme mencionado na citação acima de Shaikh al-Islam Ibn Taimiyah.

Shaikh al-Islam (que Allah tenha misericórdia de sua alma) também disse:

No que diz respeito ao que os indivíduos devem saber, isso varia de acordo com suas habilidades, necessidades, conhecimentos, e o que é exigido deles individualmente. Não é necessário que alguém, que não seja capaz de compreender o conhecimento, aprenda alguns ramos do conhecimento ou que compreenda algumas questões sutis contidas neste; em contraste com aquele que é dotado de compreensão e é capaz de fazê-lo. Aquele que estuda os textos religiosos e os compreende deve examiná-los detalhadamente, enquanto isso não é exigido de quem não os estudou. Mais é exigido do mufti (acadêmico qualificado a emitir pareceres), muhaddith (acadêmico da ciência do hadith) e daquele que se envolve em debates acadêmicos do que aquele que não está engajado em tais atividades.

Fim da citação de Dar 'Ta'aarud al-'Aql wa'n-Naql (1/52).

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Islam Q&A