Quinta-feira 10 Rabi' Ath-Thani 1442 - 26 Novembro 2020
Portuguese

Resposta àqueles que dizem que adoração de qualquer pessoa é aceita, não importa em que ela creia.

Pergunta

É verdade que todo ato de adoração é aceito, independentemente da crença que a pessoa professe?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

O sentido aparente desta afirmação é que a adoração de um incrédulo é aceita tanto quanto é aceita a de um crente, e isto é definitivamente errado, porque a adoração do incrédulo não é aceita e não é válida, e ele não obterá recompensa por ela na Outra Vida, mas terá benefício das boas ações nesta vida, já que em retorno Allah o alimentará por fazê-las.

Allah, Exaltado seja, diz (interpretação do significado):

“E referir-nos-emos às obras que fizeram, e fá-las-emos partículas dispersas no ar” [al-Furqaan 25:23]

“O exemplo das obras dos que renegam a seu Senhor é como cinza, em que o vento sopra, intensamente, em dia tempestuoso. Não tirarão proveito algum do que lograram. Esse é o profundo descaminho.” Ibraahim 14:18]

“E os que renegam a Fé, suas obras são como miragem em uma planície, a qual o sedento supõe água, até que, quando chega a ela, nada encontra. E, encontra a Allah junto dela; então, Ele compensá-lo-á com ajuste de contas. E Allah é Destro no ajuste de contas.” [an-Nur 24:39]

“E, com efeito, foi-te revelado e aos que foram antes de ti: "Em verdade, se idolatras, teus atos anular-se-ão e, certamente, serás dos perdedores.” [az-Zumar 39:65]

“E quem de vós apostata de sua religião e morre enquanto renegador da Fé, esses terão anuladas suas obras, na vida terrena e na Derradeira Vida. E esses são os companheiros do Fogo. Nele, serão eternos.” [al-Baqarah 2:217]

“E quem renega a Fé, com e-feito, anular-se-ão suas obras, e estará, na Derradeira Vida, entre os perdedores.” [al-Maa’idah 5:5]

“Por certo, os que renegam a Fé e morrem, enquanto renegadores da Fé, de nenhum deles se aceitará o conteúdo da terra em ouro, ainda que queira com isso resgatar-se. Esses terão doloroso castigo e não terão socorredores.” [Aal ‘Imraan 3:91].

E há muitos outros versículos similares.

Muslim (214) narrou que ‘Aisha disse: Falei: Ó Mensageiro de Allah, durante a jaahiliyah, Ibn Jud'aan costumava manter os laços de parentesco e alimentar os pobres. Isso o beneficiará? Ele disse: "Isso não o beneficiará, porque ele não havia dito: 'Senhor, perdoai meus pecados no Dia do Julgamento''".

E Muslim (2808) narrou que Anas ibn Maalik disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Allah não trata injustamente o crente em relação a suas boas ações. Ele o abençoa por elas neste mundo e o recompensará na Outra Vida. Quanto ao incrédulo, ele é alimentado por causa das boas ações que pratica em prol de Allah neste mundo; então, quando passar para a Outra Vida, ele não terá mais boas ações a serem recompensadas.”

An-Nawawi (que Allah tenha piedade dele) disse em Sharh Muslim (17/150):

Os sábios concordam unanimemente que, para o incrédulo que morrer em estado de descrença, não haverá recompensa na Outra Vida, e ele não será recompensado na Outra Vida por qualquer coisa que tenha feito neste mundo buscando se aproximar de Allah, exaltado seja.

Neste hadith, afirma-se claramente que o incrédulo será alimentado neste mundo por causa das boas ações que ele pratica, isto é, as ações que ele pratica procurando aproximar-se de Allah, exaltado seja; isso se refere a ações cuja validade não depende da intenção, como manter laços de parentesco, dar caridade, libertar escravos, oferecer hospitalidade, ajudar os outros e assim por diante.

Quanto ao crente, a recompensa de suas boas ações é armazenada para ele na Outra Vida, e ele também é recompensado por elas neste mundo, pois não há nada que o impeça de ser recompensado por suas boas ações, tanto neste mundo quanto no outro. Isso é mencionado nos textos religiosos e é obrigatório acreditar nisso.

Se um incrédulo fizer tais boas ações, então, tornar-se muçulmano, será recompensado por essas ações na Outra Vida, de acordo com a visão correta. Fim da citação.

Ibn Kathir disse, em seu comentário sobre o primeiro versículo citado acima (3/106):

As palavras de Allah: “E referir-nos-emos às obras que fizeram, e fá-las-emos partículas dispersas no ar.” [al-Furqaan 25:23], refere-se ao Dia da Ressurreição, quando Allah levará todas as pessoas a prestar contas do que elas fizeram, de bom ou mau. Aqui, Ele nos diz que os atos que esses politeístas praticaram, pensando que os salvariam, não lhes valeriam nada, porque eles não cumpriram as condições prescritas, fazendo os atos sinceramente apenas para Allah ou seguindo as leis prescritas por Allah.

Qualquer ação que não seja sincera, apenas pela causa de Allah e de acordo com as leis que Ele prescreveu e com aquilo que está satisfeito é inválida.

As ações dos incrédulos podem não atender a uma dessas condições ou podem não atender a ambas, caso em que são ainda menos propensas a serem aceitas. Por isso, Allah, exaltado seja, diz: "E referir-nos-emos às obras que fizeram, e fá-las-emos partículas dispersas no ar." [al-Furqaan 25:23]. Fim da citação.

Shaikh al-Amin ash-Shinqiti (que Allah tenha misericórdia dele) disse: Alguns dos incrédulos honram seus pais, mantêm laços com seus parentes, honram convidados, ajudam os oprimidos, dão alívio aos que estão angustiados, fazendo tudo isso por causa de Allah. Essas são ações justas válidas que estão de acordo com os ensinamentos islâmicos e o praticante pode ser sincero com Allah ao fazê-las, mas não o beneficiará ante Allah no Dia da Ressurreição, porque Allah diz (interpretação do significado):

" E referir-nos-emos às obras que fizeram, e fá-las-emos partículas dispersas no ar." [al-Furqaan 25:23]

“Esses são os que não terão, na Derradeira Vida, senão o Fogo, e anular-se-á o que engenharam nela, na vida terrena, e derrogar-se-á o que faziam.” [Hud 11:16]

"... suas ações são como uma miragem ..." [an-Nur 24:39]

"... como cinzas ..." [Ibraahim 14:18].

E há muitos versículos semelhantes.

Está provado pelo Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) que, no que diz respeito às ações do incrédulo que são praticadas buscando o prazer de Allah – tais como honrar seus pais, dar alívio a quem está em perigo, honrar um convidado, ajudar alguém que foi injustiçado e manter os laços de parentesco – se ele praticar tais ações justas, Allah o recompensará neste mundo, dando-lhe ganhos mundanos, como riqueza, e concedendo alimento, bebida, boa saúde, mas elas não trarão nenhuma recompensa com Allah (na Outra Vida).

Isso é comprovado no hadith do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) que foi narrado dele por Anas, e narrado por Muslim em seu Sahih: Que Allah alimenta o incrédulo em troca de suas obras justas neste mundo, e Ele o recompensa neste mundo, mas quando se trata da outra vida, este não terá nenhuma boa ação pela qual será recompensado. Quanto ao muçulmano, Allah o recompensará por suas boas ações neste mundo e guarda para ele recompensas na outra vida.

Os versículos Corânicos que indicam que os incrédulos se beneficiam das boas ações incluem o seguinte:

“A quem deseja as searas da Derradeira Vida, acrescentamo-lhe suas searas. E a quem deseja as searas da vida terrena, concedemo-lhe algo dela, e não terá, na Derradeira Vida, porção alguma.” [ash-Shura 42:20].

Fim da citação de al-‘Adhb al-Munir (5/570).

Consulte também a resposta à pergunta nº 13350.

Em segundo lugar:

A oração do incrédulo pode ser atendida, especialmente se ele estiver em estado de angústia ou tiver sido injustiçado.

Allah, Exaltado seja, diz (interpretação do significado):

“Então, quando eles embarcam no barco, invocam a Allah, sendo sinceros com Ele, na devoção. E, quando Ele os traz a salvo à terra, ei-los que idolatram.” [al-‘Ankabut 29:65].

“Quem vos salva das trevas da terra e do mar?" A Ele, vós invocais humilde e secretamente: "Certamente, se Ele nos salva destas, seremos dos agradecidos°" Dize: "Allah vos salva destas e de todas as angústias; todavia, vós idolatrais!" [al-An‘aam 6:63-64].

Ahmad (12549) narrou que Anas ibn Malik disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Temei a oração daquele que foi injustiçado, mesmo que ele seja um incrédulo, pois [entre ela e Allah] não há barreira.”

Classificado como hasan por al-Albaani em as-Silsilah as-Sahihah, nº 767.

A crença não está conectada à posição social ou intelectual, como dizem alguns dos que propagam essas ideias desviadas. Ao contrário, é um assunto sério, o qual o indivíduo deve firmar no coração, procurando aproximar-se de Allah, Exaltado seja, não importa qual seja seu ambiente físico ou suas circunstâncias sociais.

Além disso, as boas ações podem se tornar inválidas ou rejeitadas por diversos motivos, incluindo não estar de acordo com a Sunnah, ou ter sido feita para exibição, então como alguém pode dizer que os atos de todos serão aceitos?!

Que Allah nos proteja do mal das tribulações, ambos, aparentes e ocultos.

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Islam Q&A