Sexta-feira 16 Rajab 1440 - 22 Março 2019
Portuguese

Erros cometidos ao apedrejar os Jamaraat

Pergunta

Quais são os erros que alguns peregrinos fazem ao lapidar os Jamaraat?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Foi narrado pelo Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) que ele apedrejou o Jamarat al-'Aqabah, que é al-Jamarah al-Quswa, que está mais próximo à Makkah, com sete pedrinhas, durante a manhã do Dia do Sacrifício, dizendo "Allahu akbar" a cada pedra que era um pouco maior do que um grão de bico.

Ibn Maajah (3029) narrou que Ibn 'Abbaas (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) me disse na manhã de al-'Aqabah quando ele estava parado no topo de seu camelo: "Venhas e pegues por mim". Então peguei para ele pedras que eram um pouco maiores do que um grão-de-bico. Ele colocou-as na mão e disse: "Com seixos como este apedrejes (os Jamaraat)... e tenhas cuidado a ires aos extremos, pois aqueles que vieram anteriormente foram destruídos por causa dos extremos na religião".

Classificado como sahih por al-Albaani em Sahih Ibn Maajah, 2455.

Ahmad e Abu Dawud narraram de Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Tawaaf ao redor da Casa, [Sa'i] entre al-Safa e al -Marwah e lapidar os Jamaraat foram prescritos para estabelecer a lembrança de Allah." Esta é a razão pela qual o apedrejamento dos Jamaraat foi prescrito.

Há muitos erros cometidos por alguns peregrinos quando apedrejam os Jamaraat.

-1-

Algumas pessoas pensam que o apedrejamento dos Jamaraat não é válido, a menos que seja feito com seixos de Muzdalifah. Por isso, você vai perceber que eles têm muitos problemas para reunir os seixos de Muzdalifah antes de irem para Mina. Esta é uma ideia equivocada, porque os seixos podem ser coletados em qualquer lugar, de Muzdalifah, de Mina ou qualquer outro local. O ponto é que eles devem ser seixos.

Não há nenhum relato de que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) houvesse pegado as pedras de Muzdalifah, para que possamos dizer que esta é a Sunnah. Não é Sunnah, e não é obrigatório pegar os seixos de Muzdalifah, porque a Sunnah são as palavras ou ações do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), ou o que ele aprovou – nenhum dos dois se aplica ao caso de pegar as pedras de Muzdalifah.

-2-

Algumas pessoas, quando coletam as pedras, lavam-nas, seja por medo de que alguém possa ter urinado nelas, seja para limpá-las, porque pensam que, se estiverem limpas, isso é melhor. Seja qual for o caso, lavar as pedras é uma inovação (bid'ah), porque o Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) não fez isso, e adorar a Allah, fazendo algo que o Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) não fez é uma espécie de bid’ah. Se uma pessoa faz isso sem a intenção de ser um ato de adoração, então é loucura e é uma perda de tempo.

-3-

Algumas pessoas pensam que esses Jamaraat são demônios e que eles estão realmente apedrejando demônios, então você pode vê-los muito emocionados e irritados, como se o próprio Shaitan estivesse na frente deles, o que leva aos seguintes erros graves:

1- Esta é uma noção equivocada. Nós apedrejamos esses Jamaraat como um ato de recordação de Allah, seguindo o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), como um ato de adoração. Se uma pessoa pratica um ato de adoração e não conhece seus benefícios, fazendo isso apenas como um ato de adoração para Allah, isso será mais indicativo de sua humildade e submissão a Allah.

2- Uma pessoa pode ficar muito irritada e emocionada, então você a vê perturbando muito os outros, como se aqueles em seu entorno o aborrecessem e ela não se preocupasse com estes outros ou com os fracos dentre eles, ela apenas segue em frente como um camelo desgovernado.

3- Uma pessoa pode não lembrar que está adorando Allah ao apedrejar esses Jamaraat. Por isso, ele negligencia a recitação do dhikr prescrito na shari’ah e profere palavras que não são prescritas nela, como: "Ó Allah, estamos bravos com o Shaitan e estamos satisfeitos com ar-Rahman (o Misericordioso)". Embora isso não seja prescrito ao apedrejar os Jamaraat; por outro lado, o que é prescrito é dizer "Allahu akbar", como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava fazer.

4- Baseado nesta falsa crença, você verá algumas pessoas coletando pedras grandes e atirando-as, porque acham que quanto maior a pedra, maior o efeito e vingança contra Shaitan. Você também as verá jogando sapatos, pedaços de madeira e outras coisas, que não são prescritas para serem atiradas.

Se dissermos que essa crença é falsa, o que, então, acreditamos sobre apedrejar os Jamaraat? Acreditamos que apedrejamos os Jamaraat como um ato de veneração e adoração a Allah, e seguindo a Sunnah do Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele).

-4-

Algumas pessoas são descuidadas e não se importam se as pedras caem ou não no fosso ao redor dos Jamaraat.

Se as pedras não caírem no fosso ao redor dos Jamaraat, então o apedrejamento não é válido. É suficiente que a pessoa considere mais provável que as pedras tenham caído no fosso ao redor dos Jamaraat, e não é essencial ter certeza, porque a certeza, neste caso, pode não ser possível; caso não se tenha certeza de que devesse agir sobre o que se acha mais provável. O legislador permite que uma pessoa proceda com base no que pensa que é mais provável, por exemplo: se ela não tiver certeza de quantos rak'ahs rezou, três ou quatro; e o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Deixe-o decidir o que seja mais provável no caso, e que ele o complete nessa base." Narrado por Abu Dawud, 1020.

Isso prova que, em matéria de 'ibadah, basta basear as ações de alguém no que ele acha que seja mais provável. Isso porque Allah quer tornar as coisas fáceis, pois pode não ser possível ter certeza.

Se as pedras caírem no fosso ao redor dos Jamaraat, então o dever foi cumprido, não importando se elas ficaram no fosso ou se rolaram para fora dele.

-5-

Algumas pessoas pensam que as pedras devem bater no pilar do fosso. Esta é uma noção equivocada, porque não é essencial para que a lapidação seja válida que as pedras atinjam este pilar. Este pilar só está lá como um delimitador para do fosso, onde os pedregulhos caem. Se os pedregulhos caírem no fosso é suficiente, atingindo ou não os pilares.

-6-

Um dos erros mais graves cometidos é quando algumas pessoas tomam a questão do apedrejamento dos Jamaraat de forma muito suave, e delegam a outro fazê-lo em seu nome, mesmo podendo fazê-lo. Este é um erro grave, porque lapidar os Jamaraat é um dos rituais do Hajj. Allah diz (interpretação do significado):

"E completai (ou seja, todas as cerimônias de acordo com os caminhos do Profeta Muhammad), Hajj e 'Umrah (ou seja, a peregrinação a Makkah), por Allah"

[Al-Baqarah 2: 196]

Isso significa completar o Hajj com todos os seus rituais na íntegra. Então, cada pessoa deve fazê-los pessoalmente, e não delegar a outra pessoa que os faça em seu nome.

Algumas pessoas dizem: "O lugar está muito lotado e é muito difícil para mim". Nós dizemos a eles: Se a aglomeração é muito intensa quando as pessoas chegam à Mina de Muzdalifah, não será tanto ao final do dia ou à noite. Se você não conseguiu apedrejar os Jamaraat durante o dia, então poderá fazê-lo à noite, porque a noite também é o momento do apedrejamento, embora o dia seja preferível. Mas é melhor que a pessoa venha e faça o apedrejamento à noite de uma maneira calma, digna e com humildade, do que vir durante o dia, temendo que possa morrer por causa da superlotação, e possa jogar suas pedras e estas não alcancem no fosso. O ponto é que se alguém usa a superação como uma desculpa, dizemos a ele: Allah deu muito espaço de manobra, então você pode apedrejar os Jamaraat à noite.

Da mesma forma, se uma mulher tem medo de algo caso ela apedreje os Jamaraat juntamente com as pessoas, ela pode adiar até a noite. Dessa forma, o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) não permitiu que os fracos dentre sua família – como Sawdah bint Zam'ah e outros como ela – negligenciassem o apedrejamento dos Jamaraat e delegassem outra pessoa para fazê-lo em sua intenção; pelo contrário, ele lhes deu permissão para deixarem Muzdalifah no final da noite, para apedrejarem os Jamaraat antes que o lugar enchesse. Esta é a maior prova de que uma mulher não deve delegar essa tarefa apenas porque ela é uma mulher.

Sim, se uma pessoa está incapacitada e inabilitada a apedrejar os Jamaraat sozinha, durante o dia ou a noite, então, neste caso, é permitido que ela delegue esta ação a outra pessoa, porque é incapaz de fazê-la. Foi narrado dos Sahaabas (que Allah esteja satisfeito com eles) que eles intencionaram o apedrejamento dos Jamaraat em nome de seus filhos, porque as crianças não conseguiram fazê-lo.

Seja qual for o caso, negligenciar este assunto – ou seja, delegar o apedrejamento dos Jamaraat, exceto aqueles que tenham razões que indiquem que não conseguem fazê-lo – é um erro grave, porque é descuido em relação a um ato de adoração e negligência em relação a um dever.

Enviar comentário