Terça-feira 17 Jumada Al-Awwal 1440 - 22 Janeiro 2019
Portuguese

Será que é obrigatório fazer o ghusl depois da relação sexual mesmo que não ocorra a ejaculação?

Pergunta

Se a relação sexual acontece e não há ejaculação, o ghusl é necessário? Ou apenas é necessário se ocorrer ejaculação?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Os sábios concordaram unanimemente que o ghusl é necessário em caso de relação sexual.

Al-Mawsoo’ah al-Fiqhiyyah, 3/198 

Se um homem tem relação sexual com a sua esposa, ambos devem fazer o ghusl mesmo que não ocorra ejaculação. Isso foi narrado claramente do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) no relato narrado por Abu Hurairah (que Allah tenha misericórdia dele), de acordo com o qual o Profeta de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quando um homem senta entre as quatro partes (braços e pernas de sua esposa) e tem relação sexual com ela, depois o ghusl é obrigatório” Narrado por al-Bukhari, 291. Muslim (525) adicionou: “Mesmo que ele não ejacule”

Al-Nawawi disse em Sharh Muslim:

O que este hadith quer dizer é que a obrigação do ghusl não depende da emissão do sêmen, mas que quando a ponta do pênis desaparece dentro da vagina, depois o ghusl é obrigatório para ambos, homem e mulher. Não há controvérsia com relação a este assunto hoje, embora houvesse diferença de opinião entre os Sahaabah e os que os sucederam. Depois surgiu um consenso sobre o que supramencionamos.

Fim de citação.

O Shaikh Ibn ‘Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

É claro que o ghusl é requerido neste caso, mesmo que ele não ejacule. Isso é algo que muitas pessoas não sabem, então você pode descobrir que isso aconteceu com algum casal, mas eles não fizeram ghusl, especialmente se forem jovens e não tiverem aprendido muito, isso é baseado em seus pensamentos de que o ghusl só é necessário quando ocorre a ejaculação, mas isso está errado. Fim de citação.

Al-Sharh al-Mumti’ 1/223

Diz-se em Fataawa al-Lajnah al-Daa’imah (5/314):

Dentre as coisas que fazem o ghusl obrigatório para o Muçulmano são: a emissão de sêmen enquanto dorme; o desaparecimento da ponta do pênis dentro da vagina, mesmo que não haja ejaculação; e menstruação e nifaas (o sangue pós-parto), no caso da mulher, caso no qual ela deve fazer o ghusl quando o sangramento parar.”

Fim da citação.

Enviar comentário