Quinta-feira 25 Safar 1441 - 24 Outubro 2019
Portuguese

A etiqueta ao fazer du’a

Pergunta

Qual é a etiqueta ao fazer du’a e quais são seus deveres obrigatórios e Sunan (plural de Sunnah)? Como ela deve começar e terminar?
Podemos pedir por coisas mundanas antes de pedirmos com relação à Outra Vida? Até que ponto é correto levantar as mãos quando fazendo du’a, e como isso deve ser feito se estiver correto?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

Allah ama que Lhe peçam, e Ele incentiva isso em todas as coisas. Ele se zanga com aquele que não Lhe pede e Ele encoraja Seus servos a pedir-Lhe. Allah diz (interpretação do significado):

“E vosso Senhor disse: ‘Suplicai-Me, [ou seja, acredite em Minha Unicidade (Monoteísmo Islâmico) e peça-Me qualquer coisa] Eu vos atenderei (o apelo)’”

[Ghaafir 40:60] 

A du’a é muito importante no Islam, tanto que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Du’a é adoração”. Narrado por al-Tirmidhi, 3372; Abu Dawud, 1479; Ibn Maajah, 3838; classificado como sahih por al-Albaani em Sahih al-Tirmidhi, 2590. 

Em segundo lugar:

A Etiqueta da du’a:

1 – A pessoa que está fazendo du’a deve acreditar no Tawhid, com relação à divindade, Senhorio e nomes e atributos de Allah. Seu coração deve estar preenchido com o Tawhid. Para que Allah responda à du’a é essencial que a pessoa responda ao seu Senhor obedecendo-O e não O desobedecendo. Allah diz (interpretação do significado):

“E, quando Meus servos te perguntarem (Ó, Muhammad) por Mim por certo (Responda-lhes), estou próximo (a eles por Meu Conhecimento), atendo a súplica do suplicante (sem nenhum mediador ou intercessor), quando Me suplica. Que eles Me atendam, então, e creiam em Mim, na esperança de serem assisados.

[al-Baqarah 2:186] 

2 – Sinceridade a Allah unicamente ao fazer du’a. Allah diz (interpretação do significado):

“E não lhes fora ordenado senão adorar a Allah, sendo sinceros com Ele na devoção, sendo monoteístas, e cumprir a oração e conceder az-zakah, (a ajuda caridosa). E essa é a religião reta.

[al-Bayinah 98:5]

Du’a é adoração, como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse, então sinceridade (ikhlaas) é uma condição para que ela seja aceita.

3 – Devemos pedir a Allah por Seus mais bonitos nomes. Allah diz (na interpretação do significado):

“E de Allah são os mais belos nomes: então, invocai-O com eles, e deixai os que profanam (ou proferem discurso ímpio contra) Seus nomes.”

[al-A’raaf 7:180] 

4 – Devemos louvar Allah como Ele merece antes de invoca-Lo. Al-Tirmidhi (3476) narrou que Fadaalah ibn ‘Ubaid (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: Enquanto o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) estava sentado, um homem entrou, rezou e disse: “Ó, Allah, perdoe-me e tenha misericórdia de mim”. O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse. “Fostes muito precipitado, ó adorador. Quando rezardes e estiverdes sentado, louvai a Allah, como Ele merece ser louvado, e enviai bênçãos sobre mim, então invocai-O." De acordo com outra versão (3477): "Quando um de vós ora, que comece com o louvor a Allah, depois que envie bênçãos sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), então que peça o que quiser depois disso.” Então, outro homem rezou depois disso, e louvou a Allah e enviou bênçãos ao Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele). O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Ó, adorador, pediste e serás atendido." Classificado como sahih por al-Albaani em Sahih al-Tirmidhi, 2765, 2767.

5 – Enviar bênçãos sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele). O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Toda du’a é retida até que envieis bênçãos sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele).” Narrado por al-Tabaraani em al-Awsat, 1/220; classificado com sahih por al-Albaani em Sahih al-Jaami’, 4399.

6 – Virar-se para a qiblah. Muslim (1763) narrou que ‘Umar ibn al-Khattaab (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: No dia de Badr, o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) olhou para os mushrikin, que eram fortes e em mil, e seus companheiros eram em trezentos e dezenove. Então o Profeta de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) virou-se para ficar de frente à qiblah, então ele estendeu suas mãos e começou a clamar por seu Senhor: “Ó, Allah, concedei-me o que me prometestes. Ó, Allah, se este pequeno grupo de Muçulmanos perecer, não sereis adorado na Terra”. Ele permaneceu clamando ao seu Senhor, estendendo suas mãos, virado para a qibla, até que seu manto caiu de seus ombros...

Al-Nawawi (que Allah tenha misericórdia dele) disse em Sharh Muslim: Isto mostra que é mustahabb (recomendável) virar-se para a qibla e levantar as mãos quando se faz du’a.

7 – Levantar as mãos. Abu Dawud (1488) narrou que Salmaan (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Vosso Senhor, Abençoado e Exaltado seja, é Bondoso e Generosíssimo, e Ele é muito gentil para deixar Seu servo, se este levanta suas mãos a Ele, trazê-las de volta vazias”. Classificado como sahih por Shaikh al-Albaani em Sahih Abi Dawud, 1320. 

A palma da mão deve ser levantada para o céu, da forma de um humilde pedinte que espera que algo lhe seja dado. Abu Dawud (1486) narrou de Maalik ibn Yasaar (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quando pedirdes a Allah, pedi a Ele com as palmas das vossas mãos, não com as costas delas”. Classificado como sahih por Shaikh al-Albaani em Sahih Abi Dawud, 1318. 

As mãos devem ser mantidas juntas quando as levantar ou deve haver uma lacuna entre elas?

Shaikh Ibn 'Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele) declarou em al-Sharh al-Mumti' (4/25) que elas deveriam ser mantidas juntas. O que ele disse é: "Quanto a separá-las e afastá-las uma da outra, não há base para isso na Sunnah ou nas palavras dos sábios" Fim da citação.

8 – Ter a fé certa de que Allah responderá, e se concentrar com a presença de espírito correta, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Invoque a Allah quando estiverdes certo de uma resposta, e lembrai-vos que Allah não responderá uma du’a que vem de um coração negligente e desatento”. Narrado por al-Tirmidhi, 3479; classificado como hasan pelo Shaikh al-Albaani em Sahih al-Tirmidhi, 2766. 

9 – Pedir frequentemente. A pessoa deve pedir a seu Senhor o que quer que ela queira de coisas boas neste mundo e no outro, e ela deve suplicar a Allah em du’a, e não buscar uma reposta precipitada, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “O servo receberá uma resposta desde que sua du’a não envolva pecado ou quebre os laços familiares, e desde que ele não seja precipitado.” Foi dito, “O que significa ser precipitado?” Ele falou: “Quando ele diz: ‘Fiz du’a e eu fiz du’a, e não vi nenhuma resposta’ e ele se frustra e para de fazer du’a.” Narrado por al-Bukhari, 6340; Muslim, 2735.

10 – Ele deve ser firme em sua du’a, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Nenhum de vós devíeis dizer, ‘Ó, Allah, perdoai-me se quiseres, Ó, Allah, tende misericórdia de mim se quiseres’; ele deve ser firme em seu pedido, pois Allah não pode ser obrigado”. Narrado por al-Bukhari, 6339; Muslim, 2679.

11 – Súplica, humildade, esperança e medo. Allah diz (interpretação do significado):

“Invocai a vosso Senhor, humilde e secretamente”

[al-A’raaf 7:55] 

“Por certo, eles se apressavam para as boas cousas e Nos invocavam com rogo e veneração. E foram humildes conosco”

[al-Anbiya’ 21:90] 

“E invoca teu Senhor, em ti mesmo, humilde e temerosamente, e sem altear a voz, ao amanhecer e ao entardecer, e não sejas dos desatentos.”

[al-A’raaf 7:205]

12 – Dizer a du’a três vezes. Al-Bukhari (240) e Muslim (1794) narraram que ‘Abd-Allah Ibn Mas’ud (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: “Enquanto o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) rezava na Ka’bah, Abu Jahl e seus companheiros estavam sentados próximos. Eles haviam sacrificado um camelo no dia anterior, e Abu Jahl disse: “Qual de vós ireis e trareis as vísceras do camelo do Banu tal e tal e as colocará nas costas de Muhammad quando ele se prostrar?” O pior dentre o povo foi e pegou, e quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) se prostrou, ele as colocou entre seus ombros. Eles começaram a rir, apoiando-se uns nos outros. Eu estava de pé lá assistindo, e se eu tivesse algum poder, teria tirado aquilo das costas do Mensageiro de Allah(que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele). O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) permaneceu em prostração, sem levantar sua cabeça, até que alguém foi à Fátima. Ela veio com Juwairiyah e tirou aquilo dele, então ela se virou para eles e os repreendeu. Quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) terminou sua oração, ele levantou sua voz e rezou contra eles – e quando ele fazia du’a ou pedia a Allah ele repetiria isso três vezes – e ele disse: “Ó, Allah, puna os Quraish” três vezes. Quando eles ouviram sua voz, eles pararam de rir e ficaram com medo por causa de sua du’a. Então ele disse, “ Ó, Allah, puna Abu Jahl ibn Hishaam, ‘Utbah ibn Rabi’ah, Shaibah ibn Rabi’ah, al-Walid ibn ‘Uqbah, Umaiah ibn Khalaf e ‘Uqbah ibn Abu Mu’ait,” e ele mencionou o sétimo, mas eu não consigo me lembrar quem foi. Por Aquele que enviou Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) com a verdade, eu vi aqueles a quem ele nomeou mortos no dia de Badr, depois eles foram arrastados e jogados no poço, no poço de Badr.

13 - Assegurar que o alimento e o vestuário sejam bons (ou seja, halal). Muslim (1015) narrou que Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Ó, povo, Allah é bom e não aceita nada além do que é bom. Allah ordena aos crentes o mesmo que Ele ordenou aos Mensageiros.” Ele diz (interpretação do significado):

‘Ó Mensageiros! Comei das cousas benignas [Tayibaat, todos os tipos de comidas halal (lícitas) que Allah fez lícita (carne de animais sacrificados comíveis, laticínios, gorduras, vegetais, frutas)] e fazei o bem. Por certo, do que fazeis, sou Onisciente’

[al-Mu’minun 23:51]

‘Ó vós que credes (na Unicidade de Allah – Monoteísmo Islâmico)! Comei das cousas benignas que vos damos por sustento’

[al-Baqarah 2:172]

Depois ele mencionou um homem que viaja por uma longa distância e está desgrenhado e empoeirado, e ele ergue suas mãos para o céu dizendo. ‘Ó, Senhor, Ó Senhor,’ mas sua comida é haraam, sua bebida é haraam, suas roupas são haraam, ele foi nutrido com haraam, então como ele pode ser atendido?

Ibn Rajab (que Allah tenha misericórdia dele) disse: Assegurar que a comida, a bebida e a roupa de cada um são halal, e que a pessoa é alimentada com halal, é um meio de ter uma du'a respondida. Fim de citação.

14 – Dizer a du’a silenciosamente e não em voz alta. Allah diz (interpretação do significado):

“Invocai a vosso Senhor, humilde e secretamente”

[al-A’raaf 7:55]

E Allah enalteceu Seu servo Zakariah (paz esteja sobre ele) ao dizer:

“Quando ele chamou por seu Senhor, em secreto chamado”

[Mariam 19:3]

Discutimos também du'a e meios específicos pelos quais uma pessoa pode receber uma resposta, bem como a etiqueta da du’a e as horas e lugares quando uma resposta pode ser esperada, o estado em que uma pessoa deve estar ao fazer du'a, impedimentos para uma resposta à du’a e os tipos de resposta. Tudo isso pode ser encontrado na resposta à pergunta no. 5113.

Enviar comentário