Quarta-feira 4 Rabi' Ath-Thani 1440 - 12 Dezembro 2018
Portuguese

Por ignorância ela jejuou os dias de sua menstruação – o que ela deve fazer?

Pergunta

Jejuei todo o Ramadan e não sabia que nos dias da minha menstruação não deveria jejuar, ou que deveria compensar esses dias, depois disso. Eu quero compensá-los jejuando e alimentando uma pessoa necessitada por cada dia, mas não conheço pessoa alguma a quem pudesse alimentar. Ao invés disso, será que é permitido que eu doe o dinheiro a alguma causa, como órfãos ou mesquitas? E quanto é a kafaarah (expiação) para cada dia, em moeda Egípcia?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Os sábios concordaram que a mulher menstruando não deve jejuar, e que seu jejum não é válido caso jejue, e que ela tem que compensar esses dias em que não jejuou no Ramadan por causa deste estado.

Consulte a pergunta nº 33594.

Você tem que compensar esses dias e arrepender-se a Allah por falhar em buscar conhecimento, o que te levou a cometer este ato haraam.

Se puder compensar esses dias no mesmo ano, antes que venha o próximo Ramadan, isso é tudo o que  tem que fazer, e não precisa alimentar ao pobre.

Mas, se você se atrasou em compensá-los até que o Ramadan seguinte tenha chegado, sem justificativa, então existe uma diferença de opinião acadêmica sobre esse caso: você também deve alimentar o pobre, além de compensar os jejuns perdidos ou não?

Na resposta à pergunta 26865 já dissemos que você não tem que alimentar o pobre, mas se quiser ficar do lado seguro e, além de compensar os dias perdidos, alimentar o pobre, isso é bom.

O que se quer dizer por alimentar o pobre é alimentar uma pessoa para cada dia, dando metade de um saa’ do alimento básico local, como arroz ou tâmaras. O Shaikh Ibn Baaz disse que isso é o equivalente a mais ou menos um quilograma e meio de arroz.

Fataawa Ramadan, p. 545

A maioria dos sábios é da opinião que isso não é suficiente pagar o valor do fidyah (penalidade) monetariamente, assim, você não pode pagar em dinheiro, mas em comida de verdade, como dito acima.

O Comitê Permanente foi perguntado sobre um idoso que não podia jejuar. Responderam:

Você está proibido de jejuar, já que não possui condições para tal, e deve alimentar o pobre por cada dia não jejuado. Isso pode ser feito de uma vez ou em pequenas porções, porque Allah diz (interpretação do significado):

“E [Allah] não vos fez constrangimento algum, na religião”

[al-Hajj 22:78]

Dar dinheiro em lugar de comida não é o bastante.

Fataawa al-Lajnah al-Daa’imah, 10/163.

Você pode doar dinheiro para qualquer instituição de caridade, ou para o imam de uma mesquita que seja conhecida por seu compromisso religioso e retidão, para comprar comida em seu nome e distribuí-la aos pobres – e quantos há hoje em dia.

Você também pode fazer comida para os pobres, de uma quantidade proporcional ao número de dias que você deve. Al-Bukhari disse: Com relação ao idoso, se não puder jejuar: “Por um ou dois anos Anas, depois que envelheceu, deu pão e carne a um pobre todos os dias e não jejuou.”

É permissível dar esta kafaarah aos órfãos, se forem pobres, mas nem todo órfão é pobre ou carente.

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário