Domingo 23 Muharram 1441 - 22 Setembro 2019
Portuguese

Como a udhiya (carne sacrificial) dever ser dividida entre o que deve ser consumido e o que deve ser dado em caridade?

Pergunta

Como a carne de udhiyah (sacrifício) deve ser dividida?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

A ordem de doar a carne do sacrifício em caridade foi relatada em diversos ahadith, tal como foi a permissão de consumir uma parte e preservar a outra.

Al-Bukhari e Muslim relataram que 'Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) disse: “Algumas famílias necessitadas do povo do deserto vieram até Al-Madina, no ‘Eid al-Adhaa, na época do Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele). Ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse, ‘Fique com carne suficiente para três dias, e tudo o que sobrar, dê em caridade.’ Depois disso, disseram, ‘Ó Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) o povo produz odre de água com [o couro] dos seus sacrifícios animais, e retira-lhes a gordura. O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse, ‘O que tem isso?’ Disseram, ‘Proibistes-nos de comer a carne de nossos sacrifícios animais depois de três dias.’ Ele disse, ‘Eu vos proibi de fazê-lo por causa das pessoas que vieram, mas agora comei uma parte, e preservai a outra e dai-a em caridade.”

(Relatado por Muslim, 3643).

Al-Nawawi disse, em seu comentário sobre este hadith: “A frase ‘Eu vos proibi de fazê-lo por causa das pessoas que vieram’ refere-se aos beduínos pobres que vieram à Madina, e isso foi para que pudessem ser ajudados. ‘Retira’ significa que derreteram as gorduras dos animais (para que fossem armazenadas e usadas).

A frase ‘Eu vos proibi de fazê-lo por causa das pessoas que vieram, mas agora comei uma parte, e preservai a outra e dai-a em caridade’ é uma afirmação clara de que esta proibição de manter mais de três dias de carne não se aplica mais; é também um mandamento de comer uma parte e dar a outra em caridade. No que diz respeito à porção a ser dada em caridade, caso se trate de um sacrifício voluntário, doar uma parte em caridade é obrigatório, de acordo com a opinião considerada correta por nossos companheiros. É preferível [mustahabb] que a maior parte seja dada em caridade. Eles disseram: ao menos um terço deveria ser consumido, e um terço deveria ser dado como presente, e a outra terça parte deveria ser dada em caridade. Há outra opinião, que sugere que metade pode ser consumida e metade deve ser dada em caridade. Esta diferença de opinião tem a ver com o montante que é mustahabb. Com relação às outras partes do animal, não há problema dá-las em caridade. Quanto a comer dela, é mustahabb, mas não é waajib (obrigatório)... A maioria dos sábios interpretaram esta ordem (ou seja, a ayah, interpretação do significado): ‘...deles comei...’ [al-Hajj 28 e 36]) como indicativo de encorajamento ou permissão, especialmente porque veio depois de ter sido proibido.”

Maalik disse: "Não há limite para o que pode ser consumido ou dado em caridade ou usado para alimentar os pobres ou os ricos, quer se queira dar cru ou cozido." (Al-Kaafi, 1/424).

Os Shaafa'is disseram que é mustahabb dar a maior parte em caridade, e disseram: “Pelo menos um terço pode ser consumido, e um terço dado em caridade, e um terço doado como presente.” Eles disseram que uma metade pode ser consumida, mas é mais correto dar parte dela em caridade.”

(Nail al-Awtaar, 5/145; al-Siraaj al-Wahhaaj, 563).

Ahmad disse: “Concordamos com o hadith de ‘Abd-Allah (ibn ‘Abbas – que Allah esteja satisfeito com ambos): ‘Ele deve deixar um terço para seu próprio consumo, alimentar a quem quer que queira com a outra terça parte, e dar um terço em caridade.”

(Relatado por Abu Musa al-Isfahaani em al-Wazaa’if; ele disse que este hadith é hasan. Esta é também a opinião de Ibn Mas’ud e Ibn ‘Umar. Não há conflito de opinião conhecido entre os Sahaabah.  Al-Mughni, 8/632).

A razão pela qual há uma diferença de opinião com relação à quantidade a ser dada em caridade, é que existem relatos conflitantes, e alguns deles foram narrados sem especificar uma quantidade, como o relato de Buraidah (que Allah esteja satisfeito com ele) que disse: “O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: ‘Eu vos proibi de comer da carne sacrificial por mais de três dias de maneira que pudésseis dá-la em caridade àqueles que são pobres, mas agora, comei como desejardes, dela alimentai outros, e preservai um pouco.”

(Relatado por al-Tirmidhi, 1430; ele disse que é um hadith hasan.) os sábios dentre os Companheiros do Profeta e outros seguiram isto.

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Sheikh Muhammed Salih Al-Munajjid

Enviar comentário