Domingo 15 Jumada Al-Awwal 1440 - 20 Janeiro 2019
Portuguese

Parecer sobre mudar a intenção da oração depois de tê-la iniciado

39689

Data de publicação : 08-06-2018

Vistas : 114

Pergunta

Pode-se mudar a intenção de uma oração depois de tê-la começado?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Perguntaram ao shaikh Ibn ‘Uthaimin sobre mudar a intenção na oração.

Ele respondeu:

Mudar a intenção quer dizer muda-la entre coisas específicas, ou de algo geral para algo específico. Isto não é correto, mas se a mudança ocorrer de algo específico para algo geral, não há problema.

Por exemplo:

Mudar entre coisas específicas: O servo queria mudar a oração Duha (oração do meio da manhã) que é Sunnah, para uma Fajr, que é regular, a qual perdeu e queria compensá-la.  Ele disse takbir com a intenção de oferecer duas rak’at de Duha, então se lembrou de que não havia oferecido a oração diária do Fajr, portanto a troca por esta última. Isto não é válido, porque a oração regular do Fajr é composta de duas rak’at pelas quais a pessoa deveria ter feito a intenção no início da oração.

Outro exemplo é o de um servo que começou a rezar a oração do ‘Asr, mas, durante esta, lembrou-se de que não havia rezado o Dhuhr, então tencionou esta oração ser a Dhuhr. Isto também não é válido, porque a intenção de uma oração específica deve estar presente desde o início.

Com relação a mudar algo geral para algo específico, como se um servo começou a oferecer uma oração rotineira (a saber, naafil), então lembrou-se de que não oferecera a Fajr ou sua sunnah, então ele mudou sua intenção para Fajr ou sua sunnah – isto também não é válido.

Mas se ele se muda de algo específico para algo geral, como se ele começa a rezar com a intenção de que é a oração regular do Fajr, então, enquanto está rezando lembra-se de que ele já fez esta oração, neste caso, ele pode mudar sua intenção original para a intenção de simplesmente oferecer uma oração.

Outro exemplo é o de um homem que começa a oferecer uma oração obrigatória sozinho, então um grupo (jamaa'ah) aparece, e ele quer mudar sua oração obrigatória para uma oração naafil, para que ele possa abreviá-la e oferecer apenas duas rak'at, depois fazer a oração obrigatória com o grupo. Isso é permissível, porque ele está mudando de algo específico para algo geral.

Assim, a regra é:

Mudar de uma coisa específica para outra não é válido; mudar de algo geral para algo específico não é válido; mudar de alguma coisa específica para coisa geral é válido.

Fim de citação de Majmu’ Fataawa al-Shaikh ibn ‘Uthaimin, 12/ Pergunta nº 347

Também lhe perguntaram:

Pode-se mudar a intenção de uma coisa específica para outra coisa específica?

Ele respondeu: Não é permissível, nem o é mudar a intenção de algo geral para algo específico. Apenas é possível mudar a intenção de alguma coisa específica para algo geral.

Um exemplo do primeiro, de mudar sua intenção entre coisas específicas, é mudar a intenção de rezar Dhuhr para rezar ‘Asr. Neste caso, a oração do Dhuhr é anulada, pois a pessoa a negligenciou, e não iniciou a ‘Asr porque não era esta a intenção desde o início, nisso ambas devem ser compensadas.

Um exemplo do segundo, de mudar de algo genérico para algo específico, é quando o servo começa a rezar uma oração naafil genérica, daí muda sua intenção para uma oração naafil específica, depois a muda em oração Sunnah comum, quer dizer, ele começa a rezar com uma intenção genérica, então quer torná-la em oração regular de Sunnah do Dhuhr – por exemplo. Mas isto não conta como a oração Sunnah regular, porque ele não teve esta intenção desde o início.

Um exemplo do terceiro, mudar algo específico para algo geral, é quando um servo tenciona oferecer uma oração regular de sunnah do Maghrib, então decide torná-la em uma oração genérica de sunnah. Isto é válido e não anula a oração, porque a intenção de fazer uma oração específica inclui a intenção genérica de rezar, assim, se a intenção específica for cancelada, a intenção genérica ainda permanece, mas se ele não fizer isso, então sua oração regular de sunnah não conta, porque ele a dispensou.

Fim de citação de Majmu’ Fataawa al-Shaikh Ibn ‘Uthaimin, 12/ Pergunta nº 348

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário