Sábado 14 Jumada Al-Awwal 1440 - 19 Janeiro 2019
Portuguese

O objetivo básico do I'tikaaf - por que os muçulmanos abandonaram esta Sunnah?

Pergunta

Por que os muçulmanos abandonaram o I'tikaaf, mesmo este sendo a Sunnah do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele)? Qual é o propósito do I'tikaaf ?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

I'tikaaf é uma das Sunnas confirmadas que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) fazia regularmente.

Veja a evidência para a sua prescrição na resposta à pergunta nº 48999.

Esta Sunnah desapareceu das vidas dos muçulmanos exceto aqueles a quem Allah tem misericórdia. É como muitas Sunnas que os muçulmanos praticamente abandonaram.

Há várias razões para isso, incluindo as seguintes:

1 -Fraqueza de fé em muitos corações.

2 -Aumento do foco em prazeres mundanos e desejos, o que leva a uma incapacidade de se manter longe deles mesmo por um curto período de tempo.

3 -Falta de interesse no Paraíso por parte de muitos, e sua inclinação para o lazer e relaxamento, e assim eles não querem acatar com as dificuldades do I'tikaaf, mesmo que seja para ganhar o prazer de Allah.

Quem compreende o significado do Paraíso e a grandeza de suas delícias irá sacrificar sua vida e aquilo que lhe é mais precioso, a fim de alcançá-lo. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “A recompensa de Allah é preciosa, a recompensa de Allah é o Paraíso.” Narrado por al-Tirmidhi e classificado como sahih por al-Albani, 2450.

4 -Muitas pessoas alegam amar o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), sem agir de acordo e implementar os vários aspectos da Sunnah, incluindo o I'tikaaf. Allah diz (interpretação do significado):

“Com efeito, há, para vós, no Mensageiro de Allah, belo paradigma, para quem espera em Allah, e no Derradeiro Dia, e se lembra amiúde de Allah.”

[Al-Ahzaab 33:21]

Ibn Kathir disse (3/756):

Este versículo representa um princípio importante: que devemos seguir o exemplo do Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) em palavra e ação em todas as situações.

Alguns dos salaf (primeiras gerações do Islam) achavam estranho que as pessoas não observavam o I'tikaaf mesmo que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) tenha persistido em fazê-lo. Ibn Shihaab al-Zuhri disse: É estranho que os muçulmanos tenham desistido do I'tikaaf, enquanto que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) não desistiu dele a partir do momento em que ele entrou em Medina até Allah o levar (através da morte).

Em segundo lugar:

O I'tikaaf que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) sempre observou no final de sua vida era o I'tikaaf durante os últimos dez dias do Ramadan. Estes poucos dias podem, de fato, ser considerados como um curso intensivo de educação espiritual que traz resultados positivos imediatos na vida de uma pessoa durante os dias e noites do Ramadan e nos próximos dias, até à vinda do próximo Ramadan.

Quão grande é a necessidade dos muçulmanos de reviver esta Sunnah e estabelecê-la da forma adequada, como o Mensageiro de Allah (paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) e seus companheiros costumavam observá-la.

Quão grande será o sucesso daqueles que aderem à Sunnah após a ummah a ter negligenciado e se tornado corrupta.

Em terceiro lugar:

O objetivo básico do I'tikaaf do Profeta era procurar pela Lailat al-Qadr.

Muslim (1167) narrou que Abu Sa’id al-Khudri (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: O Mensageiro de Allah (paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) observou o I'tikaaf durante os primeiros dez dias do Ramadan, em seguida, ele observou o I'tikaaf durante os dez dias do meio em uma pequena tenda na entrada da qual havia um tapete de palha. Ele pegou no tapete com a mão e levantou-o. Em seguida, ele colocou a cabeça para fora e falou ao povo, e eles se aproximaram dele. Ele disse: “Eu observei o I'tikaaf durante os primeiros dez dias procurando esta noite, então eu observei o I'tikaaf durante os dez dias do meio. Então alguém veio e me disse que esta (noite) é nos últimos dez dias, portanto, quem dentre vós quiser observar o I'tikaaf deixem-no fazê-lo”. Assim, as pessoas observaram o I'tikaaf com ele.

Este hadith ensina-nos uma série de coisas:

1- Que o objetivo básico do I'tikaaf do Profeta (que a paz e bênçãos de Allah estejam com ele) era procurar pela Lailat al-Qadr e preparar para passar a noite em adoração. Isso é por causa da grande virtude dessa noite sobre a qual Allah diz (interpretação do significado): “A noite de al Qadr (O Decreto) é melhor que mil meses (ou seja, adorar Allah nesta noite é melhor do que adorá-Lo durante mil meses, ou seja, 83 anos e 4 meses)” [al-Qadr 97:3].

2- O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) se esforçou para procurar aquela noite antes de lhe ser informado quando ela surgiria. Então, ele começou (o i’tikaf) nos primeiros dez dias, em seguida, ele observou durante os dez do meio, então ele continuou a observar I'tikaaf durante os últimos dez dias, quando lhe foi dito que ela surgiria nos últimos dez dias. Este é o maior esforço na procura pela Lailat al-Qadr.

3- Os Sahaabah (que Allah esteja satisfeito com eles) seguiram o Mensageiro de Allah (paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele), porque eles começaram o I'tikaaf e continuaram com ele até o fim do mês, porque eles se interessavam bastante em seguir seu exemplo.

4- O Mensageiro de Allah (paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) era compassivo para com seus companheiros e mostrava misericórdia para com eles, porque ele sabia que o I'tikaaf era difícil para eles. Então, ele deu-lhes a escolha entre ficar com ele ou sair, e disse: “…portanto, quem entre vós quiser observar o I'tikaaf deixem-no fazê-lo”.

Há outros objetivos do I'tikaaf também, incluindo o seguinte:

1- Estar sozinho com Allah e isolar-se das pessoas, se possível, para que se possa concentrar completamente em Allah.

2- Renovar-se espiritualmente, concentrando-se totalmente em Allah.

3- Privar-se completamente, a fim de adorar Allah através da oração, du'aa, dhikr e a leitura do Alcorão.

4- Proteger o seu jejum de tudo o que possa afetá-lo quanto a caprichos e desejos.

5- Reduzir prazeres mundanos admissíveis e abster-se de muitos deles, mesmo que seja permitido apreciá-los.

Veja al-I'tikaaf Nazrah Tarbawiyyah pelo Dr. ‘Abd al-Latif Balto.

Enviar comentário