Segunda-feira 9 Muharram 1446 - 15 Julho 2024
Portuguese

Ela fez uma cirurgia durante o Ramadan e sangrou por vários dias

Pergunta

Durante o Ramadan, fiz uma cirurgia em meus órgãos reprodutivos que não teve nada a ver com aborto espontâneo ou parto, e sangrei por vários dias após a operação. O médico me disse que eu podia jejuar, então jejuei. Qual é a regra sobre o meu jejum?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

O sangue que sai de uma mulher pode ser menstruação ou nifaas (sangramento pós-parto), casos em que seu jejum não é válido, de acordo com o consenso acadêmico, por causa do relato narrado por al-Bukhari (1951) de Abu Sa'id (que Allah esteja satisfeito com ele) que disse: O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Não é verdade que quando ela menstrua, ela não reza ou jejua?”

Ou ainda, pode não ser nem menstruação nem nifaas, como o sangue expelido em razão de uma hemorragia no útero ou por causa de uma cirurgia, etc. Isso não significa que uma mulher não possa rezar e jejuar, ao contrário, a mulher está taahirah (pura) e pode fazer o que as mulheres em estado de pureza fazem, com a diferença que ela deve fazer wudu' para cada oração após o horário desta iniciar.

Portanto, quando a mulher que sofria de istihaadah (sangramento vaginal não menstrual) perguntou ao Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele): “Ó Mensageiro de Allah, não me tornei pura, devo parar de rezar?”, o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) respondeu: “Isso é apenas uma veia e não é menstruação. Quando chegar o período habitual da menstruação, pare de rezar e, quando terminar, lava o sangue em ti e reza.” Narrado por al-Bukhari, 306; Muslim, 333.

Shaikh Ibn ‘Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele) foi questionado sobre uma mulher que foi operada. Após a operação e quatro ou cinco dias antes da menstruação, ela notou sangue escuro que não era sangue menstrual. Então, imediatamente depois disso, veio a menstruação e durou sete dias. Os dias nos quais ela sangrou antes da menstruação são contados como parte disso?

Ele respondeu:

Ela deve consultar os médicos a respeito disso, porque parece que o sangue que esta mulher viu foi o resultado dessa operação. O sangue proveniente de uma cirurgia não está sob as mesmas regras que o sangramento menstrual, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse sobre a mulher que sofria de istihaadah: “Isso é sangue de uma veia”. Isso indica que se o sangue que sai é de uma veia – o que inclui sangramento por causa da cirurgia – então, não é considerado sangue menstrual, dessa forma não torna haraam as coisas que são haraam através da menstruação. Portanto, ela ainda deve rezar e jejuar, se for durante o dia no Ramadan. Fim da citação.

Majmu’ Fataawa Ibn ‘Uthaimin, 11/277

Os estudiosos do Comitê Permanente para Emissão de respostas (fatwah) foram questionados: Qual é a regra sobre alguém que tem hemorragia quando está em jejum?

Eles responderam: Se uma pessoa tem uma hemorragia involuntária quando está jejuando, seu jejum é válido. Fim da citação.

Fataawa al-Lajnah al-Daa'imah, 10/268.

Com base nisso, seu jejum é válido, inshaAllah.

Pedimos a Allah que cure todos os muçulmanos que estão doentes.

E Allah sabe mais.

A Fonte: Islam Q&A