Terça-feira 23 Safar 1441 - 22 Outubro 2019
Portuguese

O que deve a pessoa que quer oferecer um sacrifício abster-se de fazer?

Pergunta

No que diz respeito a um muçulmano que não está realizando Hajj, o que deve fazer durante os primeiros dez dias de Dhu'l-Hijjah? Cortar as unhas e cabelos não é permitido? Colocar henna ou vestir roupas novas não é permitido até depois que o sacrifício for abatido ?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Se o início do Dhu'l-Hijjah foi confirmado e uma pessoa quer oferecer um sacrifício, é haram para ela remover qualquer parte do cabelo em seu corpo ou cortar as unhas ou qualquer parte de sua pele. Não é proibido para ele usar roupas novas ou colocar henna ou perfume, ou ter intimidade com sua esposa ou ter relações sexuais com ela.

Esta decisão aplica-se apenas a quem vai oferecer o sacrifício, e não ao resto de sua família, e não àquele a quem se nomeia para abater o sacrifício em seu nome. Nenhuma dessas coisas são proibidas para sua esposa ou filhos, ou para o seu substituto.

Nenhuma diferenciação é feita entre homens e mulheres no que diz respeito a este veredito. Se uma mulher quer oferecer um sacrifício em seu próprio nome, seja ela casada ou não, então ela deve abster-se de remover qualquer cabelo de seu corpo ou cortar as unhas, por causa do significado geral dos textos que afirmam que isso não é permitido.

Isto não é chamado de ihram, porque não há ihram, exceto durante os rituais do Hajj e 'Umrah, e aquele que está em ihram veste as roupas de ihram e se abstém de usar perfume, ter relações sexuais, e caçar, mas todas essas coisas são admissíveis para quem quer oferecer um sacrifício após o início do mês de Dhu'l-Hijjah. Ele não está proibido de fazer seja o quer for a não ser cortar o cabelo, aparar as unhas ou remover qualquer coisa de sua pele.

Foi narrado a partir de Umm Salamah (que Allah esteja satisfeito com ela) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Quando virem a lua nova de Dhu'l-Hijjah, e um de vós quiser oferecer um sacrifício, que ele se abstenha de (remover seja o quer for do) seu cabelo ou unhas”. Narrado por Muslim, 1977. De acordo com outra versão: "Que ele não remova, seja o que for, do seu cabelo ou pele.”

Os estudiosos do Comité Permanente disseram:

É prescrito para quem quer oferecer um sacrifício, quando o mês de Dhu'l-Hijjah começar, que ele não deve remover nada de seus cabelos, unhas ou pele até oferecer o sacrifício, por causa do relato narrado pelo grupo além de al-Bukhari (que Allah tenha misericórdia deles), a partir de Umm Salamah (que Allah esteja satisfeito com ela), que o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Quando virem a lua nova de Dhu'l-Hijjah, e um de vós quiser oferecer um sacrifício, que ele se abstenha de (remover seja o quer for) do seu cabelo ou unhas”. De acordo com uma versão narrada por Abu Dawud, Muslim e al-Nasa'i: "Quem tem um sacrifício para oferecer, quando a lua nova de Dhu'l-Hijjah começar, que ele não remova qualquer coisa de seu cabelo ou unhas até oferecer o sacrifício" – quer seja ele mesmo a fazer o abate do sacrifício ou tenha pedido a alguém para abatê-lo em seu nome. Quanto àquele em cujo nome o sacrifício está sendo oferecido, isso não está prescrito no seu caso, porque não há nenhum relato para esse efeito. Isso não é chamado de ihram, pelo contrário, ihram refere-se à pessoa que entra em ihram para o Hajj ou 'Umrah, ou ambos. Fim de citação.

Fatawa al-Lajnah al-Da'imah, 11/397, 398

Os estudiosos do Comité Permanente foram questionados:

No hadith é dito: "Quem quiser oferecer um sacrifício ou designar alguma outra pessoa para abater o sacrifício por ele, desde o início do mês de Dhu'l-Hijjah, que não remova qualquer coisa do seu cabelo, pele e unhas, até oferecer o sacrifício”. Será que esta proibição se aplica a todos os membros de uma família, idosos e jovens, ou se aplica aos adultos e não às crianças?

Eles responderam:

Nós não sabemos de uma versão do hadith que aparece como mencionado na pergunta. A versão que nós sabemos é narrada do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), conforme relatado pelo grupo além de al-Bukhari de Umm Salamah (que Allah esteja satisfeito com ela), segundo a qual o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Quando virem a lua nova de Dhu'l-Hijjah, e um de vós quiser oferecer um sacrifício, que ele se abstenha de (remover seja o quer for do) seu cabelo ou unhas”. De acordo com uma versão narrada por Abu Dawud – que também foi narrada por Muslim e al-Nasa'i – “Quem quiser oferecer um sacrifício ou designar alguma outra pessoa para abater o sacrifício por ele, desde o início do mês de Dhu'l-Hijjah, que ele não remova qualquer coisa do seu cabelo, pele e unhas, até oferecer o sacrifício". Este hadith indica que ele não tem permissão para remover qualquer coisa do cabelo ou unhas após o início dos primeiros dez dias de Dhu'l-Hijjah, para quem quer oferecer um sacrifício. O primeiro relato inclui uma ordem para se abster, que, basicamente, implica que é obrigatório abster-se, e não sabemos de qualquer razão para interpretar o contrário. O segundo relato inclui a proibição de remover qualquer coisa, o que basicamente implica que é haram, e não sabemos de qualquer razão para interpretar o contrário. Assim, é evidente que este hadith se aplica apenas a quem quer oferecer o sacrifício. Quanto àquele em cujo nome o sacrifício está sendo oferecido, seja ele jovem ou idoso, não lhe é proibido remover qualquer coisa de seu cabelo, pele e unhas, com base no princípio básico, que é que essas ações são permitidas. Nós não sabemos de qualquer prova em contrário. Fim de citação.

Fatawa al-Lajnah al-'Da'imah, 11/426, 427

Em segundo lugar:

Nenhuma destas coisas é haram para aquele que não tem a intenção de oferecer um sacrifício por ser incapaz de fazê-lo. Quem quer que remova qualquer coisa de seu cabelo ou unhas, embora intencione oferecer um sacrifício, não precisa de oferecer qualquer fidiah (resgate), mas ele tem que se arrepender e pedir perdão.

Ibn Hazm (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Quem quiser oferecer um sacrifício, é obrigatório para ele, uma vez que o mês de Dhu'l-Hijjah inicie, não remover qualquer coisa de seu cabelo ou unhas até oferecer o sacrifício, seja por barbear, cortar ou qualquer outro meio. Quem não pretende oferecer um sacrifício não é obrigado aderir a isso.

Al-Muhallah, 6/3

Ibn Qudamah (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Assim que isto é estabelecido, então ele deve renunciar o corte de cabelo ou o corte das unhas. Se ele fizer essas coisas, ele deve pedir a Allah por perdão, mas ele não tem de oferecer qualquer fidiah, de acordo com o consenso acadêmico, seja isso feito deliberadamente ou por esquecimento.

Al-Mughni, 9/346

Nota:

Al-Shawkani disse:

A razão por trás desta proibição é para que todas as partes continuem a ser resgatadas do Fogo, ou foi dito que é para que ele se pareça com aquele que está em ihram. Ambos os pontos de vista foram narrados por al-Nawawi, mas ele narrou dos companheiros de al-Shafa'i que o segundo ponto de vista é um erro, porque (a pessoa que quer oferecer um sacrifício) não se mantem afastada de mulheres ou deixa de usar perfume ou vestir roupas normais, e outras coisas que a pessoa em ihram se abstém.

Nail al-Awtar, 5/133

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário