Terça-feira 17 Muharram 1446 - 23 Julho 2024
Portuguese

Quem são os parentes (arhaam) com quem se deve manter os laços de parentesco?

Pergunta

Allah, exaltado seja, e Seu Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ordenou a manutenção dos laços de parentesco.
Minha pergunta é:
Quem são os parentes com quem devemos manter os laços de parentesco? Eles são os do lado paterno, materno ou da esposa?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

Os estudiosos diferiram quanto à definição dos parentes com os quais os laços de parentesco devem ser mantidos. Existem três pontos de vista:

  1. Significando os mahrams de alguém (aqueles com quem se está proibido casar);
  2. Significando aqueles que herdarão da pessoa;
  3. Significando todos os parentes consanguíneos, sejam eles herdeiros ou não.

A visão acadêmica correta é a terceira, que se refere a todos os parentes consanguíneos – e não parentes por amamentação – tanto do lado paterno, quanto do lado materno.

Quanto aos parentes da esposa, eles não são parentes (arhaam) do marido, e os parentes do marido não são parentes da esposa.

Shaikh 'Abd al-’Aziz ibn Baaz (que Allah tenha misericórdia dele) foi perguntado:

Quem são seus parentes e aparentados? Algumas pessoas dizem que os parentes da esposa não são parentes.

Ele respondeu:

Os parentes (arhaam) são os parentes consanguíneos do lado de sua mãe e de seu pai. Eles são os indicados nos versículos da Surah al-Anfaal e Surah al-Ahzaab nas quais Allah diz (interpretação do significado):

“E os parentes consanguíneos têm prioridade uns com outros, no Livro de Allah...”

[al-Anfaal 8:75; al-Ahzaab 33:6]

Os mais próximos (dentre os parentes) são pais, mães, avós, filhos e os filhos deles, não importa o quão longe vá a linha de descendência. Então, os mais próximos subsequentes são os irmãos e seus filhos, tios e tias paternos e seus filhos, e tios e tias maternos e seus filhos. É narrado em um relato sahih do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) que alguém lhe perguntou: “A quem devo honrar, ó Mensageiro de Allah?” Ele respondeu: “Tua mãe”. O homem disse: “Então, quem?” Ele respondeu: “Tua mãe”. Ele disse: “Então, quem?” Ele respondeu: “Tua mãe”. Ele disse: “Então, quem?” Ele respondeu: “Depois teu pai, em seguida o subsequente mais próximo e o subsequente mais próximo.” Narrado pelo Imam Muslim em seu Sahih. E há muitos ahadith semelhantes.

Com relação aos parentes da esposa, eles não são considerados parentes do marido, porque não são parentes consanguíneos dele, mas são parentes dos filhos dela. E Allah é a Fonte da força.

Fataawa Islamiyyah (4/195)

Os parentes de cada cônjuge não são parentes do outro cônjuge, mas ainda assim devem ser tratados com bondade, porque isso faz parte do bom trato entre os cônjuges, e é uma das formas de se aumentar o amor.

Em segundo lugar:

A manutenção dos laços de parentesco pode ser feita de várias maneiras, como visitar, fazer caridade, tratá-los com bondade, visitá-los quando estão doentes, incentivá-los a fazer o bem e proibi-los de fazer o mal, e assim por diante.

An-Nawawi (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Manter os laços de parentesco significa tratar os parentes de acordo com a posição de cada um deles. Às vezes, pode ser dando dinheiro, às vezes, servindo-os, às vezes, visitando-os ou cumprimentando-os, e assim por diante. Fim da citação.

Sharh Muslim (2/201).

Shaikh Muhammad al-Saalih al-’Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

A manutenção dos laços de parentesco depende do que é costumeiro entre as pessoas, porque nada é definido no Alcorão e na Sunnah em termos precisos de tipo ou quantidade. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) não limitou a qualquer coisa específica, pelo contrário, é geral em significado. Portanto, deve-se fazer referência ao que é habitual. Tudo o que é habitualmente considerado como a manutenção dos laços de parentesco é exatamente isso, e o que as pessoas costumam considerar como romper os laços de parentesco é exatamente isso.

Fim da citação.

Sharh Riyadh al-Salihin (5/215)

E Allah sabe mais.

A Fonte: Islam Q&A