Sábado 17 Rajab 1440 - 23 Março 2019
Portuguese

Iblis é um Jinn ou um Anjo?

Pergunta

Eu estava me perguntando se Iblis seria na verdade um jinn ou um anjo. Esta questão específica recentemente despertou minha curiosidade, quando esta me foi apresentada por uma pessoa que conheço. Se ele é um anjo, então como é que ele desobedeceu a Allah, quando os anjos não têm vontade própria e seguem apenas a ordem de Allah? Se ele é realmente um jinn, então a sua desobediência estaria explicada, pois assim ele realmente tinha a opção de obedecer ou desobedecer a Allah. Gostaria muito de receber uma resposta, mesmo que seja breve.

Texto da resposta

Louvado seja Allah.

Iblis – que Allah o amaldiçoe – é um dos jinn. Ele não foi um anjo nem por um só dia, nem mesmo por um instante. Os anjos foram criados como seres nobres; eles nunca desobedecem a Allah quando Ele ordena que eles façam alguma coisa e eles fazem o que lhes é ordenado. Isto é claramente indicado nos textos corânicos que indicam que Iblis é um dos jinn e não um dos anjos. Estes textos incluem o seguinte:

1. Allah diz (interpretação do significado):

"E quando dissemos aos anjos: 'Prosternai-vos diante de Adão'; então, eles se prosternaram, exceto Iblis. Ele era dos jinn, e desobedeceu a ordem de seu Senhor. Então, vós tomai-lo e à sua descendência, por aliados, em vez de Mim, enquanto eles vos são inimigos? Que execrável troca para os injustos!" [18:50]

2. Allah declarou que Ele criou os jinn do fogo, como Ele diz (interpretação do significado):

"E os jinn, criamo-los, antes, do fogo do Samum (vento abrasador, que penetra os poros)." [15:27]

"E criou o jinn de pura chama de fogo." [55:15]

E foi narrado em um hadith sahih (relato autêntico) que 'A'isha (que Allah esteja satisfeito com ela) disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Os anjos foram criados a partir de luz, os jinn foram criados a partir de fogo sem fumaça e Adão foi criado a partir do que vos foi descrito." [Muslim, Ahmad, al-Bayhaqi e Ibn Hibban].

Um dos atributos dos anjos é que eles foram criados a partir de luz, e os jinn foram criados a partir de fogo. Foi mencionado no Alcorão que Iblis – que Allah o amaldiçoe – foi criado a partir de fogo. Isto é o que o próprio Iblis disse quando Allah, que Ele seja glorificado e exaltado, lhe perguntou sobre o motivo de sua recusa em prostrar para Adam quando Allah lhe ordenou a fazê-lo. Ele – que Allah o amaldiçoe – disse:

"Sou melhor que ele. Criaste-me de fogo e criaste-o de barro." [7:12, 38:76 – interpretação do significado]. Isso indica que ele é um dos jinn.

3. Allah descreveu os anjos em seu Livro, onde Ele diz (interpretação do significado):

"Ó vós que credes! Guardai-vos, a vós mesmos e a vossas famílias, de um Fogo, cujo combustível são os homens e as pedras; sobre ele, haverá anjos irredutíveis, severos: não desobedecem a Allah, à Sua ordem, e fazem o que lhes é ordenado." [66:6]

"E dizem: 'O Misericordioso tomou para Si um filho. ' Glorificado seja Ele! Mas eles (os anjos) são Seus servos honrados. Não O antecipam no dito e atuam por Sua ordem." [21:26-27].

"E, diante de Allah, prosterna-se o que há nos céus e o que há na terra de ser animal, e também os anjos, e eles não se ensoberbecem. Eles temem seu Senhor, acima deles, e fazem o que lhes é ordenado." [16:49-50]

Portanto, não é possível aos anjos desobedecerem a seu Senhor, porque eles estão protegidos contra o pecado e eles estão naturalmente inclinados a obedecer a Allah.

4. O facto de Iblis não ser um dos anjos significa que ele não é compelido a obedecer a Allah. Ele tem a liberdade de escolha, assim como nós, seres humanos, temos. Allah diz (interpretação do significado):

"Por certo, guiamo-lo ao caminho, fosse grato, fosse ingrato." [76:3]

Há também muçulmanos e kuffar (não muçulmanos) entre os jinn. É dito na Surat al-Jinn (interpretação do significado):

"Dize: 'Foi-me revelado que um pequeno grupo de jinn ouviu minha recitação; então, disseram: 'Por certo, ouvimos uma Recitação admirável!' Ela guia à retidão: então, nela cremos. E não associaremos ninguém a nosso Senhor.'" [72:1-2].

Na mesma Surah (capítulo), é afirmado que os jinn disseram:

"E que: 'Ao ouvirmos a Orientação, nela cremos. Então, quem crê em seu Senhor não temerá subtração nem aflição.' E que: 'Há, entre nós, os muslims, e há, entre nós, os iníquos...'" [72:13-14]

Ibn Kathir (que Allah tenha misericórdia dele) disse em sua exegese:

Al-Hasan al-Basri disse: Iblis não era um dos anjos, nem mesmo por um único momento. Ele é o pai dos jinn, assim como Adão (que a paz esteja com ele) é o pai da humanidade. Isso foi narrado por al-Tabari com um isnad sahih (cadeia autêntica).

Alguns dos estudiosos disseram que Iblis era um dos anjos, que ele era o pavão dos anjos, que ele era o único entre os anjos que se esforçava ainda mais na adoração... e outros relatos, a maioria dos quais vêm das Israiliyyat (histórias e relatos de fontes judaicas), e alguns dos quais contradizem os textos claros do Alcorão.

Ibn Kathir disse, explicando isto:

"Muitos desses relatos foram transmitidos dos Salaf (predecessores piedosos), e a maioria deles vem das Israiliyyat, que podem ter sido transmitidas a fim de serem examinadas [isto é, em vez de ser aceito como é]. Allah sabe mais sobre a veracidade ou não de muitas delas. Algumas delas devem, definitivamente, ser rejeitadas, porque vão contra a verdade que temos em nossas mãos. No Alcorão, temos o que é suficiente, assim não temos nenhuma necessidade dos relatos anteriores, porque dificilmente algum deles estarão livres de distorções, com as coisas acrescentadas ou retiradas. Muitas coisas foram fabricadas neles, porque eles não tinham pessoas com coisas memorizadas precisamente e de cor (huffaz) que poderiam eliminar as distorções criadas por extremistas e fabricantes, ao contrário desta ummah (nação), que tem seus imams (líderes religiosos), estudiosos, mestres, pessoas piedosas e justas, críticos brilhantes e homens de excelente memória que gravaram os ahadith (relatos) e classificaram-nos, indicando se eles são sahih (autênticos), Hasan (razoáveis), Da'if (fracos), mawdu' (fabricados) ou matruk (a ser ignorados). Eles identificaram os fabricantes e mentirosos, e aqueles quanto aos quais nada se sabia, e outros tipos de homens (ou seja, narradores). Tudo isso deu proteção ao Profeta (que a paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele), o selo dos Mensageiros e líder da Humanidade, para que nada pudesse ser atribuído a ele falsamente e para que nada fosse transmitido dele que não fosse verdadeiro. Que Allah esteja satisfeito com eles e os torne satisfeitos [recompensando-os], e faça o Paraíso de al-Firdaws sua morada eterna. (Tafsir al-Quran il-'Azim).

E Allah sabe mais.

A Fonte: Sheikh Muhammed Salih Al-Munajjid

Enviar comentário