Quarta-feira 16 Shawwal 1440 - 19 Junho 2019
Portuguese

Jejuar no Mês de Rajab

Pergunta

Existe alguma virtude especial no jejum durante o mês de Rajab ?.

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

O mês de Rajab é um dos meses sagrados dos quais Allah diz (interpretação do significado):

“Por certo, o número dos meses, junto de Allah, é de doze meses, conforme está no Livro de Allah, desde o dia em que Ele criou os céus e a terra. Quatro deles são sagrados. Essa é a religião reta.”

[at-Tawba 9:36]

Os meses sagrados são: Rajab, Dhu'l-Qa'dah, Dhu'l-Hijjah e Muharram.

Al-Bukhari (4662) e Muslim (1679) narraram de Abu Bakrah (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “O ano é doze meses, dos quais quatro são sagrados: três meses consecutivos, Dhu'l-Qa'dah, Dhu'l-Hijjah e Muharram, e Rajab Mudar, que fica entre Jumaada e Sha’baan.”

Estes meses são chamados sagrados por dois motivos:

1-Porque lutar é proibido a menos que seja iniciado pelo inimigo.

2 - Porque a transgressão dos limites sagrados é pior do que em outros momentos.

Por isso, Allah nos proibiu de cometer pecados durante estes meses, como Ele diz (interpretação do significado):

"Então, não sejais, neles, injustos com vós mesmos…"

[al-Tawba 9:36]

Embora cometer pecados seja haraam e proibido durante estes meses e em outros momentos, nestes meses a proibição é mais enfática.

Al-Sa'di (que Allah tenha misericórdia dele) disse (pág. 373):

Na frase “não sejais, neles, injustos com vós mesmos”, o pronome possessivo pode ser entendido como se referindo aos doze meses. Allah afirma que Ele fez destes uma medida de tempo para os Seus servos, os quais podem ser usados para adorá-Lo, e agradecer a Allah por Suas bênçãos, e estes meses servem aos interesses de Seus servos, portanto, cuidado ao errar consigo mesmo neles.

O pronome possessivo também pode ser entendido como se referindo aos quatro meses sagrados, e isso os proíbe de serem injustos consigo mesmos naqueles meses em particular, assim como é proibido errar em todos os momentos; entretanto a proibição é mais enfática neste momento, pois é pior neste momento do que em outros. Fim da citação.

Em segundo lugar:

Com relação ao jejum do mês de Rajab, não há hadith sahih para indicar que exista alguma virtude especial em jejuar durante a totalidade ou parte deste mês.

O que algumas pessoas fazem, destacando alguns dias de Rajab para o jejum, acreditando que são melhores que os outros, não tem base na Shari'ah.

Mas há um relato do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) que indica que é mustahabb jejuar durante os meses sagrados (e Rajab é um dos meses sagrados). O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Jejue alguns dias dos meses sagrados e outros não.” Narrado por Abu Dawud, 2428; classificada como da'if (fraco) por al-Albaani em Da'if Abi Dawud.

Mesmo se este hadith fosse sahih, indica que é mustahabb jejuar durante os meses sagrados. Então, se uma pessoa jejua durante o Rajab por causa disso, e ele também jejua nos outros meses sagrados, não há nada de errado com isso. Mas destacar Rajab para o jejum não está certo.

Shaikh al-Islam Ibn Taimiyah (que Allah tenha misericórdia dele) disse em Majmu' al-Fataawa (25/290):

Quanto ao jejum em Rajab em particular, os ahadith concernentes são todos da’if (fraco) e, na verdade, mawdu’ (fabricado). Os sábios não confiam em nenhum deles. Eles não estão entre os ahadith da’if que foram narrados sobre virtudes, mas a maioria deles são fabricados e falsos. Em al-Musnad e em outros lugares há um hadith que diz que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ordenou que jejuassem os meses sagrados, a saber: Rajab, Dhu'l-Qa'dah, Dhu'l-Hijjah e Muharram, mas isso tem a ver com o jejum durante todos eles, não apenas Rajab. Fim da citação.

Ibn al-Qayyim (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

“Todos os ahadith que mencionam o jejum em Rajab e a oração durante algumas de suas noites são falsos e fabricados.” Fim da citação de al-Manaar al-Munif, p. 96

Al-Haafiz ibn Hajar disse em Tabyin al-'Ajab (p. 11)

Não há sahih hadith considerado como evidência que fale da virtude do mês de Rajab, ou que fale do jejum deste mês ou parte dele, ou de passar qualquer noite particular deste em oração.

Shaikh Sayid Saabiq (que Allah tenha misericórdia dele) disse em Fiqh al-Sunnah (1/282):

O jejum em Rajab não é melhor que o jejum em qualquer outro mês, exceto que é um dos meses sagrados. Não há relato na Sunnah Sahiha sugerindo que haja algo de especial em jejuar neste mês. Qualquer coisa que tenha sido narrada sobre isso não é adequada para ser citada como evidência. Fim da citação.

Shaikh Ibn 'Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele) foi perguntado sobre jejuar no dia 27 de Rajab e passar aquela noite em oração. Ele respondeu:

Jejuar no vigésimo sétimo dia de Rajab e passar aquela noite em oração é uma bid’ah (inovação), e toda inovação é um desvio. Fim da citação.

Majmu' Fataawa Ibn 'Uthaimin, 20/440.

Enviar comentário