Quinta-feira 12 Jumada Al-Awwal 1440 - 17 Janeiro 2019
Portuguese

Celebrar festivais inovados

Pergunta

Qual é a decisão shar’i sobre celebrar festivais inovados, tais como o aniversário do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), aniversários de crianças, Dia das Mães, Semana da Árvore e feriados nacionais?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar: ‘Eid é o nome dado a alguma coisa que retorna (ya’ud), e é usado para descrever reuniões que acontecem repetidamente, anualmente, mensalmente ou semanalmente, etc. então, um ‘eid inclui várias coisas, tal como o dia que acontece regularmente, por exemplo, o ‘Eid al-Fitr e as reuniões de sexta-feira; e ações tais como atos de adoração e costumes que são feitos naquele dia.

Em segundo lugar: qualquer uma dessas coisas que se destina a rituais ou atos de adoração com finalidade de aproximação a Allah ou a glorificação para obter recompensa, ou que envolva a imitação do povo de Jaahiliyyah ou qualquer outro grupo de kaafirs, é uma bid'ah proibida, uma inovação que aplica-se no âmbito geral do hadith: "Quem inovar algo neste nosso assunto (Islam) que não faz parte disso, o terá rejeitado. "(Narrado por al-Bukhari e Muslim). Exemplos disso incluem Mawlid al-Nabi (aniversário do Profeta), Dia das Mães e feriados nacionais, porque no primeiro caso existem atos de adoração inovados que Allah não prescreveu e porque envolve a imitação dos Cristãos e outros kuffar. E no segundo e terceiro casos há imitação dos kuffaar. Mas em casos onde a intenção é organizar o trabalho para servir os interesses da ummah e colocar seus assuntos em ordem, ou organizar programas de estudo, ou para juntar empregados com fins de trabalho etc., que em si mesmos não envolvam atos de adoração e glorificação, então esses são casos de inovação benigna e não enquadram-se no significado do hadith, “Quem quer inove algo neste assunto nosso (Islam) que não é parte dele, terá isso rejeitado.” Então, não há nada de errado com tais coisas, de fato, elas são permitidas pela shari’a.

E Allah é a Fonte de força. Que Ele abençoe o nosso Profeta e sua família e companheiros, e garanta-lhes paz.

A Fonte: Fataawa al-Lajnah al-Daa’imah, vol. 3, p. 59

Enviar comentário