Segunda-feira 9 Muharram 1446 - 15 Julho 2024
Portuguese

Etiqueta para Conversar com Mulheres Não-Mahram

Pergunta

Qual é a etiqueta ao falar com mulheres em geral e nas seguintes situações: compra e venda; ensinando e aprendendo; reuniões de trabalho, tal como explicar algo específico a ela?

Qual a regra sobre baixar o olhar nessas situações? Quando é permitido olhar para as mulheres em geral? Espero que os senhores possam explicar em detalhes.

Resumo da Resposta

Quando há necessidade de falar com mulheres não-mahram, o princípio básico é que isso é permitido. Mas se falar com mulheres não-mahram é desnecessário e é apenas por diversão e prazer, então não há dúvida de que é haram.

Todos os louvores são para Allah.

Conversar com mulheres não-Mahram

Falar com mulheres não-mahram pode ser devido a uma necessidade ou desnecessariamente. Se for feito desnecessariamente e apenas por diversão e prazer, então não há dúvida de que é haram e vem sob o título de zina da língua e ouvidos a que se referia o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele):

“A parte da zina do filho de Adão foi decretada para ele, e inevitavelmente, ele a receberá. A zina dos olhos é olhar, a zina dos ouvidos é ouvir, a zina da língua é falar, a zina das mãos é tocar e a zina dos pés é andar. O coração anseia e deseja, e a parte privada confirma ou nega (este desejo)”. (Narrado por Muslim, 2657)

Etiqueta islâmica ao falar com mulheres não-mahram

Quando há necessidade de falar com uma mulher, o princípio básico é que é permitido, mas é fundamental atentar para as seguintes etiquetas:

  1. A conversa deve se limitar apenas ao que é necessário e tenha a ver com o assunto em questão, sem falar demasiado ou desviar para outros assuntos. Pense na etiqueta dos Companheiros (que Allah esteja satisfeito com eles) e compare-a com a forma como as coisas são hoje. A Mãe dos Crentes, 'Aishah (que Allah esteja satisfeito com ela), narrou a história da calúnia (al-ifk), da qual os hipócritas a acusaram; em seu hadith ela (que Allah esteja satisfeito com ela) disse:

Safwan ibn al-Mu'attal as-Sulami adh-Dhakwani estava atrás do exército e partiu no final da noite. Pela manhã, ele chegou ao local onde eu estava e viu a forma de uma pessoa dormindo. Ele me reconheceu quando olhou, já que costumava me ver antes do uso do hijab. Acordei quando o ouvi dizer “Inna Lillahi wa inna ilaihi raaji'un (Em verdade, pertencemos a Allah e, em verdade, a Ele é nosso retorno)” ao me reconhecer, então, cobri meu rosto com meu jilbab. Por Allah, nós não trocamos uma palavra e eu não ouvi nenhuma palavra dele, além de “Inna Lillahi…”. Ele fez seu camelo se ajoelhar e colocou o pé em sua pata dianteira (para mantê-lo firme), então eu montei, e ele partiu, guiando-me pelo monte, até chegarmos ao exército. Narrado por al-Bukhari, 4141 e Muslim, 2770.

Al-'Iraqi (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

A frase “e não ouvi nenhuma palavra dele” não está repetindo a ideia anterior (“não trocamos uma palavra”). É possível que ele não tenha falado com ela; em vez disso, ele falou consigo mesmo ou recitou o Alcorão em voz alta ou algum dhikr em voz alta para que pudesse ser ouvido. Porém, nada disso aconteceu. Ele não falou com ela; usou o silêncio naquela situação por boas maneiras e polidez, e por causa da gravidade da situação em que se encontrava.

Este hadith também mostra boas maneiras com mulheres não-mahram, especialmente no caso de ficar sozinho com elas por necessidade no deserto ou em outro lugar, como Safwan quando fez seu camelo se ajoelhar sem falar ou fazer perguntas. (Tarh at-Tathrib, 8/53)

  1. Evitar brincadeiras e risadas; isso não faz parte da etiqueta e da dignidade.
  2. Evitar olhar fixamente e sempre tentar ao máximo baixar o olhar; se houver um olhar breve com o propósito de falar algo, não há nada de errado com isso, insha’Allah.
  3. Não suavizar a voz , por nenhuma das partes, ou escolher palavras suaves; ao contrário, devem falar no mesmo tom de voz que usariam para falar com qualquer outra pessoa. Allah, exaltado seja, diz, dirigindo-se às Mães dos Crentes (interpretação do significado): “Então, não mostreis sedução no dito; pois aquele, em cujo coração há enfermidade, aspirar-vos-ia; e dizei dito conveniente” [al-Ahzab 33:32].
  4. Evitar o uso de quaisquer palavras que possam ter algum significado sugestivo, e assim por diante.
  5. Não ir a extremos embelezando o próprio discurso. Algumas pessoas usam suas habilidades de comunicação com os outros por meio de movimentos da mão ou do rosto ou citando poesia, provérbios ou frases românticas. Este é um meio que o Shaitan usa para abrir a porta para atração ilícita entre os sexos.                                                                                                                             

Ibn al-Qayyim (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

“Nenhum dos poetas vê nada de errado em falar, dirigir-se ou olhar para mulheres não-mahram, mas isso é contrário ao Islam e ao bom senso, e significa expor-se à tentação. Quantas pessoas foram afetadas dessa forma em relação ao seu compromisso religioso e assuntos mundanos?” (Rawdat al-Muhibbin, pág. 88)

E Allah sabe mais.

A Fonte: Islam Q&A