Terça-feira 3 Rabi' Ath-Thani 1440 - 11 Dezembro 2018
Portuguese

Eles escolheram um dia para falar sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) na mesquita e chamam isso de um Mawlid

Pergunta

Sabe-se bem que celebrar o aniversário do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) é uma inovação. Muitas pessoas comemoram mawlid, não para celebrar o aniversário dele, mas para ensinar sobre sua vida e assim sucessivamente. Se este evento não acontecer no aniversário do Profeta, ainda é considerado haram? Apenas o uso da palavra mawlid faz com que o evento seja considerado haram? Por exemplo, se eu fosse ensinar sobre a vida dele etc., mas não associasse a palavra mawlid, ainda seria considerado haram? Nesta mesma ocasião as pessoas seriam alimentadas etc... Eu pergunto isso porque um jantar de casamento será feito na próxima semana, no sábado, e já que haverá uma reunião de pessoas os anfitriões decidiram ensinar sobre a vida do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) depois do jantar, na mesquita. Eles chamam a isso de mawlid, mas não cai no dia em que o profeta nasceu nem foi usado para celebrar o nascimento do profeta, mas para ensinar sobre o profeta. Eles estão fazendo isso em vez de dançar etc... para que as pessoas se beneficiem mais aprendendo sobre a vida do profeta. Por favor, aconselhe-me. Em segundo lugar, se eu tivesse uma reunião na mesquita apenas para ensinar sobre a vida do profeta e fornecer comida àqueles que comparecessem, isso seria considerado haram?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Não está prescrito celebrar o aniversário de ninguém, quer seja os Profetas ou outras pessoas, porque isto não está narrado na shari’ah. Ao invés disso, é algo que foi copiado dos não-muçulmanos, como os judeus, cristãos e outros.

Consulte a resposta à pergunta nº 10070 e 13810.

Celebrar aniversário quer dizer celebrar o dia em que a pessoa nasceu, como o 12º de Rabi’ al-Awwal, o qual algumas pessoas acreditam ser o dia em que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) nasceu.

Com relação a falar do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e ensinar a seu respeito, mencionando suas boas qualidades, virtudes e Sunnan, isto é mustahabb e em todo tempo é ordenado, e isto não deve ser chamado mawlid, assim como celebrar um casamento também não deve ser chamado mawlid, mas é comum, em alguns países muçulmanos chamar toda celebração que é feita da maneira islâmica aceitável, sem dança, música ou mistura de gêneros, Mawlid, e dizem: faremos um mawlid no dia do casamento ou no dia da circuncisão, e um pregador comparece para exortar as pessoas, e um leitor lê o Alcorão, e assim por diante. Não existe base para dar este nome, e ao chamarem não muda o parecer concernente. Não há nada de errado em celebrarem casamento e ter algo para dirigir-se às pessoas e exortá-las e lembrá-las sobre o bem, ou falar sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e mencionar sua biografia e boas características. Isto é prescrito no Islam, e não entra na mesma categoria de celebrar um mawlid inovado.

Não há nada de errado em realizar atividades ou reuniões na mesquita para ensinar as pessoas sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), sem escolher um dia particular por causa de alguma crença em sua virtude, como o dia do mawlid ou 15º de Sha’baan (al-nusf min Sha’baan) ou o dia de Isra’ e Mi’raaj. Ao contrário, isso deve ser feito em outro dia qualquer; também não há nada de errado em oferecer comida às pessoas que comparecem, mas é importante divulgar o parecer que aquilo não deve ser chamado de mawlid, e não entra sob o parecer de celebração de mawlid, assim ninguém pensará que celebrá-lo está prescrito no Islam.

Rogamos a Allah que te ajude a agir de acordo com a Sunnah do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e a propaga-la dentre as pessoas.

E Allah sabe melhor.

Resposta relacionadas

Enviar comentário