Sexta-feira 2 Dhu Al-Hijjah 1443 - 1 Julho 2022
Portuguese

Quais são os atos de adoração recomendados na sexta-feira?

Pergunta

Eu sei que a sexta-feira tem muitas virtudes. Vocês poderiam me dizer alguns atos de adoração que posso fazer na sexta-feira?

Resumo da Resposta

1. Sexta-feira é um bom dia. Existem muitos ahaadith que falam das virtudes da sexta-feira. 2. Existem muitos atos de adoração que são recomendados para o muçulmano na sexta-feira, como: oferecer a oração da sexta-feira, fazer muita du'aa (súplica), enviar muitas bênçãos ao Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e ler a Surat al-Kahf.

Todos os louvores são para Allah.

Sim, sexta-feira é um bom dia; existem muitos ahaadith que falam de suas virtudes. Consulte a pergunta n° 9211.

Atos de adoração recomendados na sexta-feira

Existem muitos atos de adoração que são prescritos ao muçulmano neste dia. Esses incluem:

1 - Salat al-Jumu’ah (oração da sexta-feira)

Allah diz (interpretação do significado):

“Ó vós que credes! Quando se chama à oração da Sexta-feira, ide, depressa, para a lembrança de Allah, e deixai a venda. Isto vos é melhor. Se soubésseis!” [Al-Jumu’ah 62:9]

Ibn al-Qayyim (que Allah tenha misericórdia dele) disse em Zad al-Ma`ad (1/376):

A oração da sexta-feira é uma das obrigações mais importantes no Islam e uma das maiores congregações dos muçulmanos. A reunião na sexta-feira é mais importante e mais obrigatória do que qualquer outra reunião além do (dia de) ʻArafah. Quem quer que a negligencie, Allah selará seu coração.

Foi narrado por Abu'l-Ja'd ad-Damari – que era um Companheiro do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) – que o Profeta disse: “Quem negligenciar três Jumu'ahs, Allah colocará um selo em seu coração. ” (Narrado por Abu Dawud, 1052; classificado como sahih por al-Albani em Sahih Abi Dawud, 928)

Foi narrado por 'Abd-Allah ibn 'Umar e Abu Hurairah que eles ouviram o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) dizer no púlpito:

“Que as pessoas parem de negligenciar o Jumu’ah, ou Allah selará seus corações, assim elas estarão entre aquelas que são negligentes.” (Narrado por Muslim, 865)

2 - Fazer muita du’aa

Neste dia, há um momento em que o Senhor daquele adorador responderá à sua du’aa – com a permissão de Allah.

Foi narrado por Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) mencionou a sexta-feira e disse: “Neste dia há um momento em que nenhum muçulmano se levanta e reza, pedindo a Allah por algo, sem que Allah o conceda” – e ele gesticulou com as mãos para indicar como esse tempo é curto. (Narrado por al-Bukhari, 893; Muslim, 852)

3 - Ler a Surat al-Kahf

Foi narrado por Abu Sa'id al-Khudri que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Quem ler a Surat al-Kahf na sexta-feira será iluminado (com luz) entre as duas sextas-feiras." (Narrado por al-Hakim; classificado como sahih por al-Albani em Sahih al-Targhib, 836)

4 - Enviar muitas bênçãos ao Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele).

Foi narrado de Aws ibn Aws que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “O melhor de seus dias é sexta-feira. Neste dia, Adão (que a paz esteja sobre ele) foi criado; neste dia ele morreu; neste dia, a trombeta soará; e neste dia toda a criação desfalecerá. Então, envie uma grande quantidade de bênçãos sobre mim (quer dizer, na sexta-feira), pois suas bênçãos serão apresentadas a mim." Eles perguntaram: "Ó Mensageiro de Allah, como nossas bênçãos te serão mostradas, sendo que tu te tornarás pó?" Ele respondeu: “Allah proibiu a terra de consumir os corpos dos Profetas”. (Narrado por Abu Dawud, 1047; classificado como sahih por Ibn al-Qayyim em seus comentários sobre Sunan Abi Dawud, 4/273; classificado como sahih por al-Albani em Sahih Abi Dawud, 925.

Ele disse em ‘Awn al-Ma’bud:

A sexta-feira é destacada por ser o melhor dos dias e o dia escolhido. Portanto, há uma vantagem em enviar bênçãos sobre ele neste dia, o que não se repete em qualquer outro dia.

Junto com essas virtudes e atos de adoração, o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) proibiu escolher a sexta-feira para o jejum, ou a noite de sexta-feira para praticar atos de adoração que não sejam mencionados na shari’ah.

Foi narrado de Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Não faça qiyaam al-lail apenas na noite de sexta-feira, e não jejue apenas o dia de sexta-feira, a menos que faça parte do jejum habitual de qualquer um de vós.” (Narrado por Muslim, 1144)

Al-San’ani disse em Subul al-Salam:

Este hadith indica que é haram separar a noite de sexta-feira para a adoração ou leitura do Alcorão quando isto não é um costume regular, com atos além dos que são indicados nos textos, como ler a Surat al-Kahf.

Al-Nawawi disse:

Este hadith afirma claramente que é proibido separar a noite de sexta-feira para oração ou o dia de sexta-feira para jejum. É acordado (entre os estudiosos) que isto é makruh (desaconselhável).

Ele também disse:

Os estudiosos disseram que a razão pela qual é proibido isolar a sexta-feira para o jejum é que a sexta-feira é um dia de du'aa, dhikr e adoração, como fazer o ghusl, sair cedo para a oração, esperar pela oração, ouvir o khutbah (sermão) e recitar muito dhikr depois, porque Allah diz (interpretação do significado):

“E quando a oração (jumu’ah) se encerrar, espalhai-vos pela terra e buscai algo do favor de Allah; e lembrai-vos de Allah, amiúde, na esperança de serdes bem-aventurados.” (Al-Jumu’ah 62:10)

E há outros atos de adoração a serem feitos neste dia. Portanto, é preferível não jejuar, pois isso ajudará a pessoa a realizar essas tarefas com energia e a desfrutá-las sem se sentir entediado ou cansado. Isso é como o peregrino no dia de ‘Arafah em ‘Arafah, porque a sunnah é que ele não jejue naquele dia pela mesma razão... assim sendo, não é permitido que se destaque a sexta-feira para o jejum. E foi dito que a razão seria para que as pessoas não chegassem a extremos em venerá-la como aconteceu no caso do sábado. Mas essa visão é fraca, porque neste dia oferecemos a oração do Jumu’ah e fazemos outros atos de adoração que são uma espécie de veneração. Também foi mencionado que a razão de sua proibição seria para que as pessoas não pensassem que aqueles atos eram obrigatórios. Esta também é uma visão fraca porque o jejum às segundas-feiras é incentivado e não há receio de que as pessoas pensem que é obrigatório. Nenhuma atenção deve ser dada a esta visão rebuscada. O mesmo argumento é aplicável no caso do jejum no dia de ‘Arafah e no dia de ‘Ashura, etc. A visão correta é aquela que afirmamos acima.

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Islam Q&A