Quinta-feira 16 Dhu Al-Qa'dah 1440 - 18 Julho 2019
Portuguese

Algumas Sunnan (atos recomendáveis) sobre jejum que o jejuador é incentivado a apoiar

Pergunta

Quais são as Sunnan do jejum?

Texto da resposta

Louvado seja Deus

O jejum é um dos maiores atos de adoração, e a gratificação daquele que jejua, buscando assim a recompensa de Allah, não é conhecida por ninguém, exceto Allah. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Allah, glorificado e exaltado seja, disse: ‘Toda ação do filho de Adam é para ele, exceto o jejum. Isto é para Mim e vou recompensá-lo.’" Narrado por al-Bukhari (1904) e Muslim (1151).

O jejum do Ramadan é um dos pilares do Islam, e o Muçulmano deve prestar atenção à preservação do seu jejum, seja ele obrigatório ou voluntário, para que Allah possa conceder a ele esta abundante recompensa.

Há muitas Sunnan com relação ao jejum, das quais mencionaremos algumas:

1.

É Sunnah, se alguém insulta o jejuador ou tenta lutar contra ele, responder ao seu mau tratamento com bondade e dizer: "Eu estou em jejum".

2.

É Sunnah para o jejuador comer o suhur (refeição da madrugada), pois suhur é uma bênção (barakah).

3.

É Sunnah para ele se apressar em quebrar o jejum, e atrasar para o suhur.

4.

É Sunnah quebrar o jejum com tâmaras frescas; se não puder encontra-las, então ele deve quebrar seu jejum com tâmaras secas. Se ele não consegue encontrar nenhuma tâmara, então deve quebrar seu jejum com água.

5.

É mustahabb (aconselhável) para o jejuador dizer, quando ele quebra o seu jejum: "Dhahaba al-ddama' wa abtalat al-'uruq wa thabata al-ajr in sha Allah (a sede desapareceu, as veias estão umedecidas e a recompensa é assegurada, se Allah quiser)".

Por favor, veja a resposta à pergunta n° 39462 para os textos que falam sobre todos estes assuntos.

6.

É importante que o jejuador ofereça uma grande súplica (dua’), porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Há três sobre os quais a súplica não será rejeitada: o governante justo, o jejuador até que quebre seu jejum, e a súplica de alguém que foi injustiçado".

Narrado por Ahmad (8043); classificado como sahih pelos comentaristas de al-Musnad, levando em conta todos os seus isnaads (cadeias de transmissão do hadith) e provas corroborantes.

An-Nawawi (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

É mustahabb que o jejuador ofereça uma súplica enquanto jejua em relação ao que lhe diz respeito à outra vida ou a esta, para si mesmo, para aqueles a quem ama e para os Muçulmanos.

Citação final de al-Majmu' (6/375)

7.

Se for um jejum do Ramadan, então é mustahabb fazer o seguinte:

- Sentar-se na mesquita para ler o Alcorão e se lembrar de Allah (dhikr)

- Observar i'tikaaf (retiro na mesquita) nos últimos dez dias

- Para rezar Tarawih (oração noturna do Ramadan)

- Dar muito em caridade e praticar uma grande quantidade de boas ações

- Estudar o Alcorão.

Al-Bukhari (6) e Muslim (2308) narram que Ibn 'Abbaas disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) foi o mais generoso dentre as pessoas, e ele estava em seu máximo da generosidade no Ramadan quando Jibril costumava encontrá-lo. Ele se reunia com o anjo todas as noites no Ramadan e revisava o Alcorão com ele, e o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) era mais generoso em fazer o bem do que o vento soprando.

E o jejuador não deve desperdiçar seu tempo fazendo coisas que não sejam benéficas ou que sejam inúteis – e possam afetar negativamente o seu jejum – como dormir muito, brincar muito e assim por diante. Ele não deve fazer com que comer diferentes tipos de alimentos e beber sejam sua principal preocupação. Tudo isso irá impedi-lo de praticar uma grande quantidade de boas ações enquanto jejua.

Para mais informações, consulte as respostas às perguntas nº 12468 e 26869

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário