Terça-feira 14 Dhu Al-Qa'dah 1440 - 16 Julho 2019
Portuguese

Parecer sobre o adiamento do envio de bênçãos ao Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) mediante menção de seu nome

Pergunta

Vamos supor que você ouviu o nome do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), então não enviou as bênçãos sobre ele imediatamente. Qual é o parecer sobre isso?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah

Em primeiro lugar:

Os estudiosos diferem quanto à obrigatoriedade de enviar bênçãos sobre o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), quando seu nome é mencionado.

Ibn al-Qayyim (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Há uma diferença de opinião quanto a saber se é obrigatório enviar bênçãos sobre ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) toda vez que seu nome (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) é mencionado. Abu Jafar at-Tahhaawi e Abu Abdullah al-Halimi disseram: É obrigatório enviar bênçãos sobre ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) cada vez que seu nome é mencionado.

Outros disseram que isto é mustahabb (aconselhável), mas não obrigatório no sentido de que quem não o faz está pecando.

Então, posteriormente, eles discordaram. Alguns disseram que é obrigatório enviar bênçãos sobre ele (ao menos) uma vez na vida, porque o comando em termos gerais não implica que deve ser feito repetidamente, e pode ser cumprido ao fazê-lo uma vez. Isto é narrado de Abu Hanifa, Malik, ath-Thawri e al-Awzaa'i. 'Iyaad e Ibn' Abd al-Barr disseram: É a opinião da maioria da ummah.

Outros disseram: sim, é obrigatório fazê-lo em cada oração, no Tashahhud final. Esta é a opinião de ash-Shaafa'i, de Ahmad no último dos dois relatos narrados dele e de outros.

No entanto, outros disseram que o comando de enviar bênçãos sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) é um comando no sentido de isso ser recomendado, não no sentido de ser obrigatório.

Fim de citação de Jala' al-Ifhaam (pág. 382).

Os ahadith que falam da súplica contra aquele que não envia bênçãos sobre ele e que descreve como mesquinho e duro de coração àquele em cuja presença o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) é mencionado e ele não envia bênçãos sobre ele, apoiam a opinião daqueles que dizem que é obrigatório enviar bênçãos sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) toda vez que seu nome é mencionado, em termos gerais.

O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Que seu nariz seja arrastado na poeira, aquele em cuja presença eu seja mencionado e ele não envia bênçãos sobre mim”. Narrado e classificado como hasan por at-Tirmidhi (3545); classificado como sahih por al-Albani em Sahih Sunan at-Tirmidhi.

Foi narrado de al-Husain ibn ‘Ali ibn Abi Taalib (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “O avarento é aquele em cuja presença eu sou mencionado e ele não envia bênçãos sobre mim”. Narrado e classificado como hasan por at-Tirmidhi (3546); classificado como sahih por al-Albani em Sahih Sunan at-Tirmidhi.

Al-Faakihaani (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

O hadith “O avarento é aquele em cuja presença eu sou mencionado e ele não envia bênçãos sobre mim” apoia a opinião daqueles que dizem que é obrigatório enviar bênçãos sobre ele todas as vezes que ele é mencionado, e esta é a opinião pela qual sou favorável.

Fim de citação de al-Qawl al-Badi‘ fi’s-Salaah ‘ala al-Habib ash-Shafi‘ (pág. 31).

Esta é também a opinião de vários dos sábios, incluindo: at-Tahhaawi dentre os Hanafis; at-Tartushi e Ibn al-‘Arabi dentre os Maalikis; Abu ‘Abdullah al-Halimi e Abu Haamid al-Isfaraayini dentre os Shaafa’is; e Ibn Battah dentre os Hanbalis.

Al-Mawsu‘ah al-Fiqhiyyah (1/204).

Consulte também a resposta à questão nº 128796 e 131667.

Em segundo lugar:

De acordo com a opinião que é obrigatório enviar bênçãos sobre Ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) toda vez que seu nome é mencionado, é necessário que a pessoa que ouça seu nome (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) envie bênçãos sobre ele imediatamente, sem atraso, porque este é um ato de adoração que está ligado a um tempo específico, e torna-se obrigatório naquela hora, e é desperdiçado se a hora para isso é perdida. Consulte a resposta à questão nº 145693. Isto é apoiado pelo sentido aparente do hadith supracitado: “Que seu nariz seja arrastado na poeira, aquele em cuja presença eu seja mencionado e ele não envia bênçãos sobre mim”.

As-Saalihi (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

O envio de bênçãos sobre ele deve vir imediatamente após a menção de seu nome na presença de alguém; se a pessoa atrasa em fazê-lo, ela é merecedora de culpa.

Fim da citação de Subul al-Huda wa’r-Rashaad (12/421).

Se o intervalo entre a menção do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e o envio de bênçãos sobre ele é longo, então é um ato de adoração para o qual o tempo passou, e o indivíduo deixou de fazê-lo como um resultado.

Mas se o intervalo é curto, então não importa.

Se o indivíduo se esquece e um longo tempo se passou e, então, ele se lembra e envia as bênçãos sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), então não há nada de errado com isso também.

Isto é como os adhkaar que são recitados depois das orações; é sunnah recitá-los imediatamente depois delas. Se um longo tempo se passou, então a hora para recitá-los foi perdida, mas se apenas um curto tempo se passou, não faz diferença.

Shaikh Ibn ‘Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Se um longo tempo se passou entre a oração e o dhikr, então o tempo para recitá-lo foi desperdiçado. O que é considerado com um longo tempo é uma questão de costume e convenção [ou seja, não há definição específica; ao contrário, deve-se fazer referência ao que é costumeiramente considerado como um longo tempo]. Mas se apenas um curto tempo se passou, o que inclui a realização da oração fúnebre, então o tempo não foi desperdiçado.

Fim da citação de Sharh ‘Umdat al-Ahkaam.

Para mais informações, por favor, consulte a resposta à questão nº 148718

Conclusão:

Quem ama o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) deve estar atento a enviar bênçãos sobre ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) imediatamente toda vez que ouve seu nome, e ele não deve se atrasar em fazê-lo.

Consulte também a resposta à questão nº 68837

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário