Quinta-feira 13 Safar 1442 - 1 Outubro 2020
Portuguese

Como a pessoa que está doente faz para rezar se uma vez de pé não consegue se sentar e uma vez sentado não consegue levantar-se?

Pergunta

Há um homem doente que, caso se ponha de pé não consegue sentar-se, e caso se sente não consegue levantar-se. Como é que ele deve rezar? Será que deve permanecer sentado durante toda oração, ou deve levantar-se?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

O princípio básico com relação à obrigatoriedade e partes essenciais da oração é que o adorador deve fazer aquilo que lhe for possível, e aquilo que não puder fazer no seu caso, dispensa-se.

Com base nisto, se o adorador puder começar as orações de pé, então isto é o que deve fazer, depois curvar-se devidamente, caso possa. Caso não possa, que ele então se incline tanto quanto puder.

Caso possa prostrar-se no chão, isto é o que deve fazer.

Caso não possa, que então se sente (no chão ou na cadeira), depois se incline para a prostração (sujud).

Caso não possa levantar-se novamente, que complete sua oração sentado, inclinando-se para frente para curvar-se (em ruku’), e prostrando-se no chão (em sujud) caso possa.

Caso não possa, que se incline para frente para a prostração, e faça a inclinação para prostrar-se mais baixo que a posição de curvar-se.

Desta maneira, o adorador terá cumprido com as palavras de Allah, Exaltado seja, (interpretação do significado): “Então, temei a Allah quanto puderdes.” [at-Taghaabun 64:16], e com as palavras do Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele): “Caso vos mande fazer algo, fazei o máximo que puderdes” Narrado por al-Bukhari (7288) e Muslim (1337).

Em Mukhtasar Khalil, que é um livro de Maaliki, é dito: Se for capaz de fazer tudo, mas ao prostrar-se, não consegue se levantar novamente, então deve completar uma rak'ah e depois permanecer sentado.

Al-Khurashi disse em seu Sharh (1/298): Isto é, se o adorador for capaz de fazer todas as partes essenciais da oração, ou seja, recitar o Alcorão, curvar-se, prostrar-se, levantar-se das duas prostrações e sentar-se, mas se ao sentar-se não for capaz de levantar-se e pôr-se de pé, então que faça a primeira rak'ah em pé, e complete o resto de sua oração sentado. Esta é a opinião de al-Lakhmi, at-Tunisi e Ibn Yunus. E foi dito que oferecesse toda a sua oração de pé e que se inclinasse para frente (para curvação e prostração), exceto a última rak'ah, em que deveria curvar-se e prostrar-se normalmente. Fim da citação.

Consulte também as respostas às perguntas nº 36738 e 105356.

Em segundo lugar:

Se o adorador puder ficar de pé e deitar-se, mas não puder sentar-se, que reze de pé, inclinando-se para frente para curvar-se e prostrar-se, e recite o tashahud de pé, depois diga o Taslim.

Zakariya al-Ansari ash-Shaafa’I disse em Asna’l-Mataalib (1/146):

Aquele que apenas for capaz de deitar-se, que se levante ao invés de sentar-se, porque o primeiro é como o segundo e ele deve se inclinar para frente ao invés de curvar-se e prostrar-se, e que recite o tashahud de pé. Ele não deve se deitar. Fim da citação.

Em Haashiyat al-‘Ibaadi ‘ala Tuhfat al-Muhtaaj (2/23) lê-se:

Se apenas puder ficar de pé ou deitar-se, ou seja, caso não possa se sentar, que fique de fique de pé, e isto é obrigatório, porque ficar de pé é como sentar-se, e deve se inclinar para frente o máximo que puder enquanto de pé, para curvar-se e prostrar-se... e deve recitar o tashahud e Taslim de pé; ele não deve se deitar. Fim da citação.

Al-Khurashi al-Maalik disse (1/297):

Aquele que não puder fazer todas as partes essenciais da oração, a não ser pôr-se de pé, que faça toda sua oração assim, e incline-se mais para frente para prostrar-se do que para sua curvar-se. Fim da citação.

Caso não possa pôr-se de pé, que reze sentado, e incline-se para frente ao invés de curvar-se e prostrar-se. Caso possa prostrar-se no chão, que o faça.

Ibn Qudaamah disse em al-Mughni (2/570):

Os sábios estão unanimemente de acordo que aquele que não pode pôr-se de pé que reze sentado. Fim da citação.

Em Haashiyat ad-Dasuqi (2/475), diz-se que aquele que não pode pôr-se de pé deve fazer suas orações sentados, curvando-se e prostrando-se daquela posição. Fim da citação.

Em terceiro lugar:

Se houver uma pessoa doente que consegue igualmente ficar em pé durante toda a oração ou sentar-se durante toda a oração, que reze sentada.

Isto é indicado pelo fato de que o ensinamento islâmico renuncia a obrigação de se levantar em alguns casos, como nas orações nawafil, ou quando um homem que consegue ficar de pé ora atrás de um imam que está doente e reza sentado; nesse caso, ele deve abster-se de ficar em pé e orar sentado como seu imam.

O shaikh al-Islam Ibn Taymiyah (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Pôr-se de pé é uma parte essencial da oração, mas pode ser dispensada em qualquer oração naafil, e pode ser dispensada em orações obrigatórias em algumas circunstâncias.

Fim da citação de Sharh al-‘Umdah (4/515).

Se houver um conflito entre ficar de pé e sentado, fazer a oração sentado é o que tem precedência, especialmente quando for possível sentar-se, fazer outras partes essenciais da oração, como se prostrar, sentar entre as duas prostrações e sentar para recitar o tashahhud. Portanto, isto é mais apropriado que fazer a oração inteira de pé.

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Islam Q&A