Quarta-feira 17 Rabi' Ath-Thani 1442 - 2 Dezembro 2020
Portuguese

Os eventos do dia do julgamento afetarão o que está além deste domínio, como o paraíso e o inferno?

Pergunta

O Paraíso, o Inferno, o Trono – al-Kursi e al-Lawh al-Mahfudh permanecerão, ou Allah os destruirá no Dia da Ressurreição?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

As mudanças que ocorrerão quando o dia da ressurreição começar afetarão esse domínio, a saber: a terra e os céus.

Allah, exaltado seja, diz (interpretação do significado):

“Um dia, a terra será trocada por outra terra, e, também, os céus. E expor-se-ão eles a Allah, O Único, O Dominador."

[Ibrahim 14:48]

"Quando o céu se espedaçar, e quando os astros se dispersarem, e quando os mares forem abertos, mesclando-se, e quando os sepulcros forem revolvidos, toda alma saberá o que antecipou e atrasou.”

[al-Infitaar 82:1-5].

Sobre aquilo que está além deste domínio, parte disto definitivamente não será afetado pelas mudanças quando a Ressurreição começar, porque foi criado para permanecer para sempre, como o Paraíso e o Inferno.

Al-Halimi (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Com relação ao Paraíso, mesmo que partes dele sejam mais altas que outras, todas estão acima dos céus e abaixo do Trono, e por si só é um reino criado perpetuamente. Então, sem dúvida, isto está isolado daquilo que foi criado para deixar de existir.

Fim da citação de al-Minhaaj (1/432).

O mesmo pode ser dito sobre o Trono, al-Kursi. Está comprovado nos textos religiosos que eles permanecerão depois que os céus e a Terra estiverem sujeitos a mudanças.

Allah, exaltado seja, diz (interpretação do significado):

“E o céu fender-se-á, e será frágil, nesse dia. E os anjos estarão em seus confins, enquanto oito carregarão o Trono de teu Senhor, acima deles, nesse dia.”

[al-Haqqa 69:16-17].

Foi narrado que Jaabir disse: Quando os emigrantes que cruzaram o mar voltaram para o Mensageiro de Allah, que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele, ele disse: "Por que vós não me contais as coisas estranhas que vistes na terra da Etiópia?"

Alguns jovens dentre eles disseram: “Sim, ó Mensageiro de Allah. Enquanto estávamos sentados, uma de suas freiras idosas passou, carregando um jarro de água na cabeça. Ela passou por alguns de seus jovens, um dos quais colocou a mão entre os ombros dela e a empurrou. Ela caiu de joelhos e seu jarro quebrou. Quando ela se levantou, ela se virou para ele e disse: Tu saberás, ó traidor, quando Allah montar o banquinho e reunir o primeiro e o último, e as mãos e os pés falarem sobre o que costumavam ganhar. Tu saberás como tu e eu estaremos diante d’Ele.”

O Mensageiro de Allah disse: “Ela falou a verdade, ela falou a verdade! Como Allah pode purificar qualquer pessoa (dos pecados) quando ela não apoia seus fracos e oprimidos contra os fortes?”

Narrado por Ibn Maajah (4010); classificado como hasan por al-Albaani em Sahih Sunan Ibn Maajah (3255).

No que diz respeito ao al-Lawh al-Mahfuz, e se permanecerá ou se extinguirá depois que esse domínio vier ao fim, Allah sabe melhor sobre isso. É uma questão do oculto sobre a qual nada pode ser dito, exceto com base na revelação, e não conhecemos nenhum texto revelado que fale disso. Allah, exaltado seja, diz (interpretação do significado): “E não persigas o de que não tens ciência. Por certo, do ouvido e da vista e do coração, de tudo isso se questionará.” [al-Isra', 17:36].

A investigação de tais assuntos está sob o título de questionar excessivamente e focar em assuntos que não atendem a nenhum propósito e não levam à prática de boas ações ou à obtenção de qualquer bem neste mundo ou no futuro.

Aquele que é sincero consigo mesmo deve se questionar e procurar entender o que precisa saber em relação à sua religião e o que o direcionará ao auto aperfeiçoamento e à aderência às boas maneiras e atitudes.

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Islam Q&A