Terça-feira 16 Safar 1441 - 15 Outubro 2019
Portuguese

Udiyah – O que deve ser comido e o que deve ser doado?

Pergunta

O que eu devo fazer com o udhiyah? Devemos dividi-lo em terços ou em quartos?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

É prescrito que quem oferece o sacrifício coma parte da carne, dê parte como presente e doe parte em caridade, porque Allah diz (interpretação do significado):

“Então, deles comei e alimentai o desventurado, o pobre”

[al-Hajj 22:28] 

“e alimentai o pobre e o mendigo. Assim, submetemo-los a vós, para serdes agradecidos.

[al-Hajj 22:36] 

Foi narrado de Salamah ib al-Akwa’ (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Come uma parte, dá um pouco para os outros e guarda um pouco.” Narrado por al-Bukhari. Dar parte para os outros inclui ambos, dar presentes ao rico e a caridade ao pobre.

Foi narrado de ‘Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Coma uma parte, guarde uma parte e dê uma parte em caridade.” Narrado por Muslim.

Os sábios (que Allah tenha misericórdia deles) diferiram com relação à quantidade que deve ser comida e dada em caridade. O assunto é amplo, mas a melhor maneira é comer um terço, dar um terço como presente e doar um terço em caridade. O que a pessoa pode comer também pode ser estocado, mesmo que por muito tempo, desde que isso não resulte em nenhum mal causado ao comê-lo, exceto em épocas de escassez, quando não é permitido estoca-lo por mais de três dias, por causa do hadith de Salamh ibn al-Akwa’ (que Allah esteja satisfeito com ele) que disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quem dentre vós ofereça um sacrifício não deves ter nada dele sobrando em tua casa depois de três dias.” No ano seguinte eles disseram, “Ó Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) devemos fazer o que fizemos no ano passado?” Ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse, “Comei um pouco, dai um pouco aos outros e estocai um pouco, pois no ano passado as pessoas estavam passando por tempos difíceis e eu queria que ajudásseis (os necessitados).” (Mutaffacalaihi)

Com relação à permissão de comer e dar a carne do udhiyah, não faz diferença e o sacrifício é voluntário ou obrigatório, quer se foi oferecido em nome de uma pessoa que está viva ou em nome de uma que faleceu, ou em cumprimento de um testamento, porque seu executor toma o lugar da pessoa que o fez, e a pessoa que o fez o comeria, daria e doaria em caridade. E porque este é o costume dentre as pessoas, e o que é feito diuturnamente é como aquilo que é dito.

No caso daquele que foi delegado para oferecer o sacrifício, se a pessoa que o nomeou deu-lhe permissão para dele comer e dar dele como presentes e em caridade, ou se isso é indicado por analogia ou por costume, então ele pode assim fazer, outrossim ele deve dá-lo à pessoa que o nomeou que, então, está incumbida de distribuir a carne.

É haraam vender qualquer parte do udhiyah, quer seja a carne ou qualquer outra parte, incluindo a pele. E ao açougueiro não deve ser dado nada em retorno por seu trabalho ou parte dele, porque isso é como vender.

Mas se a pessoa dá ao açougueiro parte dele como presente ou como um ato de caridade, então ele pode dispor dele da maneira que desejar, vendendo-o ou não, mas ele não pode vendê-lo à pessoa de quem ganhou.

Enviar comentário