Terça-feira 13 Rajab 1440 - 19 Março 2019
Portuguese

O tempo para o udhiyah (sacrifício)

Pergunta

Qual é o período em que o sacrifício deve ser abatido?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

O período para oferecer o sacrifício começa após a oração de Eid no Eid al-Adha e termina quando o sol se põe no décimo terceiro dia de Dhu'l-Hijjah. Portanto, há quatro dias de sacrifício: o dia do Eid al-Adha e os três dias depois.

É melhor apressar para oferecer o sacrifício após a oração de Eid, como o Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava fazer, assim, a primeira coisa que ele comia no dia do Eid era a carne de seu sacrifício.

Ahmad (22475) narrou que Buraidah (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) não saía no dia do (Eid) al-Fitr, até ter comido, e ele não comia no dia do (Eid) al-Adha, até ter voltado, e então ele comia do seu sacrifício.

Al-Zaila'i narrou em Nasb al-Raiah (2/221) que Ibn al-Qattan classificou como sahih.

Ibn al-Qayyim (que Allah tenha misericórdia dele) disse em Zad al-Ma'ad (2/319):

'Ali ibn Abi Talib (que Allah tenha misericórdia dele) disse: "Os dias de sacrifício são o Dia do Sacrifício (yawm al-nahr) e os três dias depois deste". Esta é a visão do imam do povo de Basra, al-Hasan; o imam do povo de Makkah, 'Ata' ibn Abi Rabah; o imam do povo da Síria, al-Awza'i; e o imam dos fuqaha’ de hadith, al-Shafa'i (que Allah tenha misericórdia dele). Foi também o ponto de vista favorecido por Ibn al-Mundhir. Os três dias são especificados porque são os dias de Mina, os dias de apedrejamento (os Jamarat) e o dia de al-Tashriq. É proibido jejuar nestes dias. Foi narrado através de dois isnads, um dos quais apoia o outro, que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Toda a Mina é o lugar de sacrifício, e todos os dias de al-Tashriq são dias de sacrifício”. Fim de citação.

O hadith foi classificado como sahih por al-Albani, em al-Silsilah al-Sahihah, 2476.

O Shaikh Ibn 'Uthaimin disse em Ahkam al-Udhiyah, em relação ao tempo para oferecer o sacrifício:

É depois da oração de Eid, no Dia do Sacrifício, até o sol se pôr no último dos dias de al-Tashriq, que é o décimo terceiro dia de Dhu'l-Hijjah. Portanto, há quatro dias de sacrifício: o dia do Eid após a oração, e três dias depois dele. Quem abate seu sacrifício antes da oração do Eid terminar, ou depois do pôr-do-sol no décimo terceiro dia, o seu sacrifício não é válido... mas se ele tem uma desculpa para o atrasar até depois dos dias de al-Tashriq, tal como, se o animal fugiu sem negligência de sua parte, e ele não o encontrou até depois do tempo acabar, ou se ele delegou alguém para o fazer em seu nome e seu substituto se esqueceu até o tempo acabar, então não há nada de errado em oferecer o sacrifício após o tempo terminar, porque há uma desculpa, por analogia ao fato de que, aquele que dorme e perde uma oração, ou se esquece, deve oferecer a oração assim que acorda ou se lembra.

É permitido oferecer o sacrifício durante esse tempo de noite ou de dia, mas é melhor durante o dia, e no dia do Eid após os dois khutbahs é o melhor momento. Cada dia é melhor do que o dia seguinte, porque isso é apressar-se em fazer o bem. Fim de citação.

É dito em Fatawa al-Lajnah al-Da'imah (11/406):

Os dias de sacrifício para os peregrinos que executam Qiran ou Tamattu', e para oferecer o sacrifício (udhiyah), são quatro: o dia do Eid e os três dias depois deste. O tempo para o sacrifício termina quando o sol se põe no quarto dia, de acordo com a mais sólida opinião acadêmica. Fim de citação.

Enviar comentário