Quinta-feira 24 Shawwal 1440 - 27 Junho 2019
Portuguese

Se uma pessoa não pode evitar o vômito, então parte do vômito volta para o estômago sem querer, isto não invalida o jejum.

Pergunta

Estou grávida de dois meses e tenho vomitado durante o mês de Ramadan. Às vezes, o vômito ocorre pouco antes do Maghrib, e às vezes, sinto que parte do vômito volta para o estômago. Qual é o parecer sobre isso?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

Não há disputa entre os sábios sobre o fato de que vomitar deliberadamente é uma das coisas que invalidam o jejum, mas se uma pessoa não pode evitar o vômito, isso não quebra seu jejum. Isso foi mencionado por al-Khattaabi e Ibn al-Mundhir. Veja al-Mughni, 4/368.

A evidência para isso, na Sunnah, é o relato narrado por al-Tirmidhi (720) de Abu Hurairah, que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quem não pode evitar o vômito não necessita compensar o jejum. mas quem quer que vomite deliberadamente, deixe-o compensá-lo.” Classificado como sahih por al-Albaani em Sahih al-Tirmidhi.

Shaikh al-Islam Ibn Taimiyah disse em al-Fataawa (25/266): Com relação ao vômito, quem vomita deliberadamente quebrou o jejum, mas se a pessoa não puder evitar o vômito, isso não quebra o jejum.

O shaikh Ibn Baaz foi questionado sobre o parecer daquele que não pode evitar o vômito quando está em jejum – ele tem que compensar esse dia ou não? Ele respondeu:

Ele não tem precisa compensá-lo, mas se ele provocou o vômito, então ele tem que compensar. E citou o hadith mencionado acima como evidência.

O Shaikh Ibn ‘Uthaimin foi perguntado em Fataawa al-Siyaam (pág. 231) se o vômito no Ramadan quebra o jejum. Ele respondeu:

Se uma pessoa vomita deliberadamente, isso quebra o jejum, mas se não foi deliberado, então isso não quebra o jejum. A prova disso é o hadith de Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele), e ele citou o hadith mencionado acima.

Dessa forma, se você não puder evitar o vômito, então não quebrou o seu jejum. Se uma pessoa sente que seu estômago está se revirando e o que está nele vai sair, então nós a dizemos que ela deve impedi-lo ou deixar acontecer? Não, por outro lado, nós dizemos: adote uma postura neutra. Não tente fazer isso acontecer e não tente impedi-lo, porque se você vomitar terá quebrado o seu jejum, mas se tentar impedi-lo, você se prejudicará. Então, deixe-o, e se sair sem qualquer ação de sua parte, não vai prejudicá-lo e você não terá quebrado o seu jejum.

Em segundo lugar:

Se parte do vômito voltar para o estômago sem qualquer ação deliberada da parte da pessoa, então seu jejum é válido, porque isso não aconteceu por sua escolha. O Comitê Permanente foi perguntado (10/254) sobre uma pessoa em jejum que vomitou e engoliu seu vômito sem querer – qual é o parecer nesse caso?

Eles responderam:

Se ela vomitou deliberadamente, então seu jejum é invalidado, mas se ela não o provocou, então seu jejum não é invalidado. Da mesma forma não é invalidado por ela engolir, desde que não faça isso deliberadamente.

Enviar comentário