Segunda-feira 15 Dhu Al-Qa'dah 1441 - 6 Julho 2020
Portuguese

Deve-se jejuar no dia quinze de Sha'baan, mesmo que os ahadith sejam da’if (fracos)?

Pergunta

É permitido, mesmo depois de descobrir que um hadith é da’if (fraco), segui-lo, por meio de ações justas? O hadith diz: "Quando estiver na metade de Sha'baan, passai a noite em oração e jejuai naquele dia." O jejum é observado como um ato voluntário de devoção a Allah, como é passar a noite em oração (qiyaam al-lail)?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

O que é narrado a respeito da virtude de orar, jejuar e adorar no dia quinze de Sha'baan (al-nusf min Sha'baan) não se enquadra na categoria da’if (fraco), mas sim mawdu' (fabricado) e baatil (falso). Portanto, não é permitido segui-lo ou agir sobre isto, sejam boas ações ou não.

Vários sábios legislaram que os relatos a respeito eram falsos, como Ibn al-Jawzi em seu livro al-Mawdu'aat, 2/440-445; Ibn Qayyim al-Jawziyyah em al-Manaar al-Munif, n° 174-177; Abu Shaamah al-Shaafa'i em al-Baa'ith 'ala Inkaar al-Bida' wa'l-Hawaadith, 124-137; al-'Iraaqi em Takhriy Ihiaa ‘Ulum il-Din, n° 582. Shaikh al-Islam [Ibn Taimiyah] narrou que havia consenso sobre o fato de serem falsos, em Majmu' al-Fataawa, 28/138.

O Shaikh Ibn Baaz (que Allah tenha misericórdia dele) disse em Hukm al-Ihtifaal Lailat al-Nusf min Sha'baan (Parecer sobre celebrar a noite de quinze de Sha'baan):

Celebrar a noite do dia quinze de Sha'baan (Lailat al-Nusf min Sha'baan) rezando etc, ou escolhendo este dia para jejuar, é uma inovação reprovável de acordo com a maioria dos sábios, e não existe nenhuma base para isso na shari'ah.

E ele (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Não há hadith sahih a respeito da noite do dia quinze de Sha'baan (Lailat al-Nusf min Sha'baan). Todos os relatos narrados a respeito são mawdu' (fabricados) e da’if (fracos), e não têm embasamento. Não há nada de especial nesta noite, e nenhuma recitação do Alcorão ou oração, seja a sós ou em congregação, é especificada para esta noite. O que alguns sábios disseram sobre ser especial é uma opinião fraca. Não é permitido destacá-la com a prática de nenhuma ação especial. Esta é a visão correta. E Allah é a fonte de força.

Fataawa Islamiyyah, 4/511.

Veja também a pergunta n° 8907

Em segundo lugar:

Mesmo se assumirmos que o hadith é da’if (fraco) e não mawdu' (fabricado), a visão acadêmica correta é que os ahaadith fracos não devem ser seguidos, mesmo que falem de atos justos ou de targhib e tarhib (promessas e advertências). Os relatos sahih são suficientes e o muçulmano não precisa seguir os relatos da’if. Nada é conhecido no Islam que sugira que esta noite ou dia seja especial, seja do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ou de seus companheiros.

O sábio Ahmad Shaakir disse: Não há diferença entre regulamentos ou atos justos; nós não retiramos nenhum deles dos relatos da’if, pelo contrário, ninguém tem o direito de usar qualquer relato como evidência, a menos que se prove que isso foi solidamente narrado pelo Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) em um hadith sahih ou hasan.

Al-Baa'ith al-Hathith, 1/278.

Para obter mais informações, consulte: al-Qawl al-Munif e Hukm al-'Aml bi'l-Hadith al-Da’if.

Veja também a resposta à pergunta n° 44877.

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário