Segunda-feira 9 Muharram 1446 - 15 Julho 2024
Portuguese

Passando os dedos pela barba no Wudhu

Pergunta

Qual é a regra sobre passar os dedos pela barba ao fazer Wudhu? Qual é a visão acadêmica mais correta?

Resumo da Resposta

Se a barba for escassa e a pele do rosto abaixo dela puder ser vista, então é obrigatório passar os dedos por ela e lavar o que está por baixo. Porém, se a barba for espessa e a pele do rosto abaixo dela não puder ser vista, então não é obrigatório lavar o que está por baixo, mas é recomendado passar os dedos por ela, de acordo com a maioria dos estudiosos.

Todos os louvores são para Allah.

Regra sobre passar os dedos pela barba no Wudhu

Se a barba for escassa e a pele do rosto por baixo dela puder ser vista, então é obrigatório passar os dedos por ela e lavar o que está por baixo, porque está incluído na definição do rosto [que deve ser lavado no Wudhu].

Porém, se a barba for espessa e a pele do rosto por baixo não puder ser vista, então não é obrigatório lavar o que está por baixo, mas é recomendado passar os dedos por ela, de acordo com a maioria dos estudiosos, e esta é a visão mais correta.

Ibn Qudamah (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

“Se a barba é fina e deixa à mostra a pele, então é obrigatório lavar o que está por baixo. Mas se for grossa, não é obrigatório lavar o que está por baixo, mas é recomendável passar os dedos por ela.”

Ishaq (que Allah tenha misericórdia dele) disse: Se o homem deliberadamente deixar de passar os dedos pela barba, ele deve repetir [o Wudhu ], porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava passar os dedos pela sua barba. Isto foi narrado dele por ‘Uthman ibn ‘Affan. At-Tirmidhi disse: Este é um Hadith autêntico. Al-Bukhari (que Allah tenha misericórdia dele) disse: Este é o Hadith mais sólido sobre este assunto. Abu Dawud (que Allah tenha misericórdia dele) narrou de Annas (que Allah esteja satisfeito com ele) que quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) fazia Wudhu, ele pegava um punhado de água e fazia com que chegasse sob seu queixo, e ele dizia: “Isto é o que meu Senhor, glorificado e exaltado seja, me instruiu a fazer”. Foi narrado que Ibn ‘Umar (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: Quando o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) fazia Wudhu, ele esfregava as laterais do rosto e depois passava os dedos pela barba e por baixo dela. (Narrado por Ibn Majah)

‘Ata' e Abu Thawr (que Allah tenha misericórdia deles) disseram: É obrigatório lavar a parte inferior dos pelos faciais, mesmo que sejam grossos, como é exigido ao fazer Ghusl para Janabah, porque é obrigatório lavar o rosto ao fazer Wudhu assim como é recomendado lavá-lo ao fazer Ghusl para Janabah ; o que é obrigatório em um deles também é obrigatório no outro.

A opinião da maioria dos estudiosos é que não é obrigatório, e não é obrigatório passar os dedos pela barba.

Entre aqueles que abriram uma concessão permitindo ao homem não passar os dedos pela barba estavam Ibn ‘Umar (que Allah esteja satisfeito com ele), e Al-Hasan ibn ‘Ali, Tawus, An-Nakha’i, Ash-Sha’ bi, Abu Al-’Aliyah, Mujahid, Abu Al-Qasim, Muhammad ibn ‘Ali, Sa’id ibn ‘Abd Al-’Aziz e Ibn Al-Mundhir (que Allah tenha misericórdia deles). Isso porque Allah, Exaltado seja, ordenou a lavagem, mas Ele não mencionou passar os dedos pela barba, e a maioria dos relatos que descrevem o Wudhu do Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) não menciona isso.

Se fosse obrigatório, ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) teria passado os dedos pela barba ao fazer o Wudhu, e se ele tivesse feito isso toda vez que fazia o Wudhu, todos ou a maioria daqueles que narraram relatos sobre seu Wudhu teriam mencionado isso.

O fato de ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) não ter feito isso indica que lavar o que está sob o pelo grosso [da barba] não é obrigatório, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) tinha uma barba espessa, então, a água não alcaçaria o que estava abaixo dela sem que se passasse os dedos pela barba. O fato de ele ter passado os dedos pela barba às vezes indica que fazer isso é recomendado [mas não obrigatório]. E Allah sabe mais." (Al-Mughni, 1/74)

An-Nawawi (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

“No que diz respeito à barba espessa, sua superfície deve ser lavada, sem divergência de opinião dos estudiosos, mas não é obrigatório lavá-la profundamente ou lavar a pele por baixo. Esta é a conhecida visão correta que foi declarada por Ash-Shafa’i (que Allah tenha misericórdia dele) e foi afirmada definitivamente pela maioria de seus companheiros. É também a opinião de Malik, Abu Hanifah, Ahmad (que Allah tenha misericórdia deles) e da maioria dos estudiosos entre os Companheiros, os Seguidores e outros.

Ar-Rafa’i (que Allah tenha misericórdia dele) narrou uma visão diferente, que é a de que é obrigatório lavar a pele [sob a barba]. Esta é a opinião de Al-Muzani e Abu Thawr (que Allah tenha misericórdia deles)." (Al-Majmu’, 1/408).

Evidências contra a obrigatoriedade de passar os dedos por uma barba espessa

Entre as evidências citadas pela maioria dos estudiosos para provar que não é obrigatório passar os dedos por uma barba espessa, e que o interior da barba espessa não precisa ser lavado, está o relato narrado por Al-Bukhari (140) (que Allah tenha misericórdia dele) de Ibn ‘Abbas (que Allah esteja satisfeito com ele), que diz que ele fez Wudhu e lavou o rosto. Ele pegou um punhado de água, enxaguou a boca e lavou o nariz com ela. Então, pegou outro punhado (de água) e fez assim, juntando as mãos, e lavou o rosto com elas… Em seguida, disse: “Foi assim que eu vi o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) fazendo Wudhu.”

A evidência neste Hadith é o fato de que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) tinha uma barba espessa, e um punhado de água não é suficiente para lavar o rosto e o que está sob a barba. Assim, sabe-se que ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) lavou apenas a superfície da barba. (Ver: Al-Majmu’, 1/408, e Nayl Al-Awtar, 1/190)

Evidência da visão sobre passar os dedos pela barba

Aqueles que consideram obrigatório passar os dedos pela barba citam como evidência o que foi narrado por Abu Dawud (145) (que Allah tenha misericórdia dele) de Annas ibn Malik (que Allah esteja satisfeito com ele), que quando o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) fez Wudhu, ele pegou um punhado de água e fez com que chegasse até seu queixo, passando os dedos pela barba, e disse: “Isso é o que meu Senhor, Glorificado e Exaltado seja, me instruiu a fazer.”

Há uma diferença de opinião em relação a este Hadith. Al-Hafiz Ibn Hajar (que Allah tenha misericórdia dele) disse: Em relação ao Hadith de Annas, foi narrado por Abu Dawud, e seu Isnad (cadeia de narradores) inclui Al-Walid ibn Zarwan, cujo status é desconhecido.

Tem outros Isnads de Annas (que Allah esteja satisfeito com ele) que não são autênticos." (At-Talkhis al-Habir, 1/86)

No entanto, o Hadith foi classificado como autêntico por Ibn Al-Qayyim (que Allah tenha misericórdia dele) em Tahdhib As-Sunan e por Al-Albani (que Allah tenha misericórdia dele) em Sahih Abu Dawud.

Assumindo que o Hadith é autêntico, a instrução nele contida pode ser entendida como significando que esta ação é recomendada, de modo a reconciliar entre este Hadith e outras evidências, porque a maioria dos relatos que falam do Wudhu do Profeta não menciona correr os dedos pela barba. Se fosse obrigatório, ele teria passado os dedos pela barba ao fazer o Wudhu, e se tivesse feito isso todas as vezes que fez o Wudhu, todos ou a maioria daqueles que narraram relatos sobre o seu Wudhu o teriam mencionado.

Lavando a superfície de uma barba espessa

Ressalta-se que a superfície de uma barba espessa deve ser lavada, mesmo que seja longa, pois faz parte da definição do rosto; portanto é obrigatório lavar a sua superfície.

Shaikh Ibn ‘Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

“Um dos atos recomendados do Wudhu é passar os dedos por uma barba espessa, porque a barba pode ser fina ou espessa.

A barba fina é aquela que não cobre a pele; neste caso a barba e o que está por baixo dela devem ser lavados, porque se o que está por baixo dela for visível, então faz parte do rosto, que é o que se vê quando uma pessoa encara outra. A barba espessa é aquela que cobre a pele; neste caso basta lavar a superfície. De acordo com a visão bem conhecida em nosso Madhhab (Hanbali), é obrigatório lavar uma barba longa até o fim.

No entanto, também foi dito que não é obrigatório, assim como não é obrigatório passar pelos cabelos longos que vão além do pescoço. No entanto, a visão mais provavelmente correta a este respeito é que a barba deve ser lavada, e devemos diferenciar entre a barba e o cabelo, porque mesmo que a barba seja longa, ela está incluída na definição do rosto, enquanto o cabelo comprido não está incluído na definição da cabeça." (Ash-Sharh al-Mumti’ 1/106)

E Allah sabe mais.

A Fonte: Islam Q&A