Segunda-feira 14 Jumada Ath-Thani 1443 - 17 Janeiro 2022
Portuguese

Devo recitar “A’udhu Billah” em cada Rak’ah da oração?

9062

Data de publicação : 17-12-2021

Vistas : 134

Pergunta

Deve-se dizer ‘A’udhu Billahi min al-Shaitan ir-rajim (busco refúgio em Allah contra o maldito Satanás) em cada rak’ah ou apenas na primeira?

Resumo da Resposta

1. O significado de A’udhu Billahi min al-Shaitan ir-rajim é se voltar para Allah em busca de proteção contra o mal de todos os malignos. É dito com intuito de afastar o mal de uma pessoa. 2. A maioria dos estudiosos afirma que dizer "A’udhu Billah..." é recomendado, não obrigatório. 3. As palavras "A’udhu Billah..." podem ser ditas durante a oração e em outros momentos. Na oração, é suficiente recitá-las uma vez, na primeira rak'ah. Isso não precisa ser dito em todas as rak'aat. Para mais informações, consulte a resposta detalhada.

Todos os louvores são para Allah.

Isti’adhah (buscando refúgio em Allah)

Allah nos ordenou que buscássemos refúgio n’Ele contra o amaldiçoado Shaitan ao recitar o Alcorão. Allah diz (interpretação do significado):

“E, quando leres o Alcorão, suplica a proteção de Allah contra o maldito Satanás.” [al-Nahl 16:98]

O significado de ‘A’udhu Billahi min al-Shaitan ir-rajim

O que significa buscar refúgio em Allah é voltar-se para Allah em busca de proteção contra o mal de tudo que é maligno. Isto é dito com o intuito de afastar o mal de uma pessoa. É como se aquele que fala isso estivesse dizendo: Estou buscando refúgio em Allah contra o maldito Shaitan para que ele não me prejudique em meus assuntos espirituais ou mundanos, ou me impeça de fazer o que me foi ordenado ou me obrigue a fazer algo do qual fui proibido fazer.

É obrigatório dizer ‘A’udhu Billahi min al-Shaitan ir-rajim?

A maioria dos estudiosos afirma que dizer "A’udhu Billah..." é mustahabb (aconselhável), não obrigatório.

Outros estudiosos disseram que é obrigatório, citando este versículo como evidência e dizendo que a ordem nele mencionada implica que é obrigatório. Esta é a opinião de Ibn Hazm, e Ibn Kathir também estava inclinado a esta opinião. (Ver Tafsir Ibn Kathir, 14/1)

O Comitê Permanente favoreceu a visão de que dizer "A’udhu Billah..." é Sunnah.

É dito em Fatawa al-Lajnah al-Daimah:

“Dizer “A’udhu Billah…” é sunnah e se uma pessoa não disser em sua oração, seja deliberadamente ou porque se esqueceu, isso não a afetará”. (Fatawa al-Lajnah al-Daimah, 6/381)

Fórmulas para dizer ‘A’udhu Billahi min al-Shaitan ir-rajim

Existem diferentes maneiras de dizer essas palavras para buscar refúgio em Allah:

  1. A’udhu Billahi min al-Shaitan ir-rajim (Eu busco refúgio em Allah contra o maldito Shaitan)
  2. A’udhu Billah as-sami’il-‘alim min al-Shaitan ir-rajim (busco refúgio em Allah, o Oniouvinte, Onisciente, contra o maldito Shaitan)
  3. Adicionando à segunda versão as palavras min hamzihi wa nafkhihi wa nafathihi (de sua asfixia, sua arrogância e sua poesia). (Ver Tafsir Ibn Kathir, 13/1)

Devemos recitar ‘A’udhu Billahi min al-Shaitan ir-rajim em cada rak’ah?

As palavras "A’udhu Billah ..." podem ser ditas durante a oração e em outros momentos. Na oração, é suficiente recitá-los uma vez, no primeiro rak'ah. Isso não precisa ser dito em cada rak'ah.

Ibn Qudamah disse:

“Muslim narrou que Abu Hurairah disse: ‘Quando o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) se levantava da segunda rak'ah, ele começava a recitar al-Fatihah das palavras Al-hamdu Lillahi Rabbil-’alamin, e não fazia uma pausa anteriormente." Isso indica que ele não recitava a du’a da abertura ou dizia "A’udhu Billah..."

Com relação a dizer "A’udhu Billah ...", há um relato diferente de Ahmad que afirma que deve ser dito em cada rak'ah. Também foi narrado por ele que deve ser dito apenas na primeira rak'ah. Esta é a visão de 'Ata, al-Hasan, al-Nakha'i e ath-Thawri, por causa do hadith de Abu Hurairah mencionado acima, e porque a oração é considerada uma ação única, então não precisa ser repetido.

O segundo relato que afirma que se deve dizer "A’udhu Billah ..." em cada rak'ah, é a opinião de Ibn Sirin e al-Shafi'i, porque Allah diz (interpretação do significado):

“E, quando leres o Alcorão, suplica a proteção de Allah contra o maldito Satanás” [al-Nahl 16:98]

Isso implica que se deve repetir as palavras "A’udhu Billah ..." cada vez que se quiser recitar novamente, porque é prescrito ao recitar o Alcorão, então se você quiser recomeçar a recitação, deve dizer novamente, como se cada rak'ah fosse uma ação independente.” (Al-Mughni, 2/216)

Ibn al-Qayim (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

“A visão de que é suficiente dizer “A’udhu Billah...” uma única vez é mais correta.” (Zad al-Ma'ad, 1/242)

Al-Shawkani disse:

"Os ahadith que foram narrados sobre a busca de refúgio em Allah indicam apenas que isso deve ser feito na primeira rak'ah ...

Para estar do lado seguro, devemos nos limitar ao que foi narrado na Sunnah, ou seja, "A’udhu Billah..." antes da primeira rak'ah apenas.  (Nail al-Awtar, 2/231)

Quando devemos recitar A’udhu Billahi min al-Shaitan ir-rajim em oração?

Os fuqaha diferiram quanto ao momento durante a oração que as palavras "A’udhu Billah..." deveriam ser ditas. Alguns disseram que deveria ser depois de recitar o Alcorão, mas esta é uma visão da'if (fraca).

Ibn Kathir (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

“A opinião bem conhecida, que é a da maioria, é que as palavras ‘A’udhu Billah...’ devem ser ditas antes de recitar o Alcorão, para evitar sussurros do Shaitan durante (a recitação)." (Tafsir al-Quran il-‘Azim, 1/13)

Al-Jassas disse:

“A visão daqueles que dizem que as palavras ‘A’udhu Billah...’ devem ser ditas após terminar a recitação do Alcorão é estranha. Ao contrário, essas palavras devem ser ditas antes da recitação, para afastar os sussurros do Shaitan durante esta. Allah diz (interpretação do significado):

“E não enviamos, antes de ti, Mensageiro algum, nem profeta, sem que, quando recitava uma Mensagem, Satanás lançasse falsidade em sua recitação” [al-Hajj 22:52]

Allah nos ordenou que buscássemos refúgio n’Ele antes de recitar, por este motivo.” (Ahkaam al-Quran, 3/283)

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Islam Q&A