Domingo 16 Muharram 1441 - 15 Setembro 2019
Portuguese

Qual é o verdadeiro significado de shirk e quais são seus tipos?

Pergunta

Costumo ler que "esta ação é shirk maior" e "isto é shirk menor". Você poderia me explicar a diferença entre os dois?

Texto da resposta

Louvado seja Allah.

Uma das obrigações mais importantes é saber o significado de shirk, sua gravidade e seus diferentes tipos, para que o nosso Tawhid (crença na Unicidade de Allah) e nosso Islam sejam perfeitos, e nossa fé possa ser concreta. Nós falamos – E Allah é a fonte de força e a orientação verdadeira vem Dele:

Saiba – que Allah o guie – que a palavra shirk em árabe significa tomar um parceiro, ou seja, relacionar alguém como o parceiro de outro. Diz-se [em árabe]: ashraka baynahuma (juntou-se a eles em conjunto), quando os considerava como dois de igual status; ou ashraka fi amrihi ghayrahu (introduziu um outro em seu caso) quando fez duas pessoas envolvidas no caso.

Em termos de Shari'ah ou terminologia islâmica, shirk significa atribuir um parceiro ou rival a Allah em Senhorio (Ruboobiyyah), culto ou em Seus nomes e atributos.

Um rival é um igual ou equivalente. Por isso Allah proíbe estabelecer rivais a Ele e, em muitos versículos do Alcorão, Ele condena aqueles que os tomam (os rivais) como deuses em vez de ou além de Allah. Allah diz (interpretação do significado):

"Então, não atribuais rivais a Allah (em adoração), enquanto sabeis (que só Ele tem o direito de ser adorado)."

[al-Baqarah 2:22]

"E fazem para Allah semelhantes, para descaminhar os homens de Seu caminho. Dize: 'Deleitai-vos (nesta vida)! Por certo, vosso destino será o (Inferno) Fogo!'"

[Ibraaheem 14:30]

No hadith é narrado que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Quem morre alegando que Allah tem um rival, entrará Inferno".

Narrado por al-Bukhari, 4497; Muslim, 92.

Os tipos de shirk:

Os textos do Alcorão e Sunnah indicam que o shirk e a atribuição de rivais a Allah, por vezes, coloca uma pessoa além dos limites do Islam e às vezes não. Assim, os estudiosos dividiram o shirk em dois tipos que eles chamam de shirk akbar (shirk maior) e asghar shirk (shirk menor). Segue-se uma breve descrição de cada tipo:

1 – Shirk maior

Significa atribuir a alguém que não seja Allah algo que pertence somente a Allah, como o Senhorio (Ruboobiyyah), a Divindade (uloohiyyah) e os Nomes e Atributos Divinos (al-Asma 'wa'l-Sifaat).

Este tipo de shirk às vezes pode ser exteriorizado, como o shirk daqueles que adoram ídolos e sepulturas, ou os mortos ou os ausentes.

Ou às vezes pode ser escondido, como aqueles que depositam sua confiança em outros deuses além de Allah, ou o shirk e kufr dos hipócritas. Por Assim dizer, o shirk (dos hipócritas) os posiciona além dos limites do Islam e infere que habitarão eternamente o Inferno, é um shirk escondido, pois eles fazem uma exibição exterior do Islam e escondem sua kufr e shirk, por isso são interiormente mushriks, mas não o exteriorizam.

Shirk às vezes pode assumir a forma de crenças:

Tal como a crença de que existe alguém que cria, dá a vida e a morte, reina ou controla os assuntos do universo junto com Allah.

Ou a crença de que há alguém que deve ser obedecido absolutamente além de Allah, então o seguiria considerando como admissível ou proibido o que ele quiser, mesmo que isso vá contra a religião dos Mensageiros.

Ou eles podem associar outros a Allah no amor e veneração, por amar um ser criado como eles amam a Allah. Este é o tipo de shirk que Allah não perdoa, é o shirk sobre os quais Allah diz (interpretação do significado):

"E, dentre os homens, há quem, em vez de Allah, tome semelhantes, em adoração, amando-os como se ama a Allah."

[al-Baqarah 2: 165]

Ou a crença de que há aqueles que sabem o Invisível, bem como Allah. Isso é muito comum entre algumas das seitas desviantes, como o Raafidis (xiita), Sufis extremos, e Baatinis (seitas esotéricas) em geral. Os Raafidis acreditam que seus imames tem conhecimento do invisível, e os Baatinis e Sufis acreditam em coisas semelhantes sobre sua awliya' ("santos"), e assim por diante. É também shirk acreditar que há alguém que concede misericórdia de uma forma que é digno apenas a Allah, e (este alguém) mostra misericórdia como Allah faz e perdoa os pecados e não leva em consideração as más ações de seus adoradores.

Shirk às vezes pode assumir a forma de palavras:

Tais como aqueles que fazem du'aa ou rezam para alguém que não seja Allah, ou procuram sua ajuda ou buscam refúgio com ele no que diz respeito a assuntos sobre os quais ninguém tem controle, exceto Allah, indiferente de que a pessoa chamada seja um Profeta, um wali ("santo"), um anjo ou um jinn, ou algum outro ser criado. Este é um tipo de  shirk maior que coloca a pessoa fora do âmbito do Islam.

Ou, como aqueles que zombam da religião ou que comparam Allah a Sua criação, ou dizem que há um outro criador, fornecedor ou controlador além de Allah. Todos estes são shirk maiores e são um grave pecado que não é perdoado.

Shirk às vezes pode assumir a forma de ações:

Tal como aquele que sacrifica, ora ou prostra para algo diferente de Allah, ou que promulga as leis para substituir as decisões de Allah e faz com que as pessoas sejam obrigadas a se referir àquelas leis em juízo; ou aquele que apoia os kaafirs e os ajuda contra os crentes, e outros atos que vão contra o sentido básico de fé e colocam quem os pratica além dos limites do Islam. Pedimos a Allah para nos manter seguros e firmes.

2 – Shirk Menor

Inclui tudo o que pode conduzir ao shirk maior, ou que é descrito nos textos como sendo shirk, mas não atinge o ponto de ser shirk maior.

Estes geralmente são de dois tipos:

1- Ser emocionalmente ligado a alguns meios que não têm base e para os quais Allah não deu permissão, como pendurar "mãos", contas de turquesa, etc, alegando que eles oferecem proteção ou que afastam o mau-olhado. Mas Allah não os fez como meios de tal proteção, quer de acordo com Shari'ah, quer de acordo com as leis do universo.

[Nota do tradutor: as "mãos" referidas são objetos (figas) feitos de metal, cerâmica, etc., e também contas, geralmente na cor azul ou turquesa, vermelho (varia de acordo com a cultura, local...), que algumas pessoas penduram para afastar o mau-olhado, de acordo com sua crença equivocada].

2- Venerar algumas pessoas ou coisas de uma maneira que não vai tão longe quanto atribuição de senhorio a eles, como jurar por algo diferente de Allah, ou dizer: "Se não fosse por Allah e Tal e Tal", etc.

Os estudiosos têm estabelecido diretrizes para distinguir shirk menor de shirk maior quando o shirk é mencionado nos textos da Shari'ah. Essas diretrizes incluem o seguinte:

I) Quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) estabelece claramente que tal ação é shirk menor, como em al-Musnad (27.742), onde é narrado que Mahmoud ibn Labeed disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "A coisa que eu mais temo por você é o shirk menor." Eles disseram: "Ó Mensageiro de Allah, o que é shirk menor?" Ele disse: "Exibicionismo, pois Allah dirá no o dia em que as pessoas serão recompensados por suas ações: 'Vá para aqueles para quem você fazia exibição com seus feitos no mundo, e veja que recompensa você encontrará com eles.'" classificado como saheeh por al-Albani em al- Silsilah al -Saheehah, 951.

II) Quando a palavra shirk é usada nos textos do Alcorão e Sunnah na forma indefinida [sem o artigo definido al]. Ela geralmente refere-se a shirk menor, e há muitos exemplos disso, como quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Encantamentos, amuletos e feitiços de amor são shirk".

Narrado por Abu Dawood, 3883; classificado como saheeh por al-Albaani em al-Silsilah al-Saheehah, 331.

O que se entende por shirk aqui é shirk menor, não shirk maior.

Amuletos são coisas que estão pendurados nas crianças, tais como contas de turquesa e similares, que alegam irá protegê-los do mau olhado.

Feitiços de amor são algo que fazem, alegando que vai trazer uma mulher, amada para seu marido e um homem amado para sua esposa.

III) Se o Sahaabah entendeu a partir dos textos da Shari'ah que o que se entende por shirk aqui foi shirk menor, não maior, sem dúvida, o entendimento do Sahaabah tem peso, porque eles são os mais conhecedores do povo acerca da religião de Allah, e os mais experientes quanto à intenção do Legislador. Por exemplo, Abu Dawood (3910) narrou a partir de Ibn Mas'ood (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse três vezes: "Tiyarah (crença supersticiosa em presságios) é shirk, tiyarah é shirk, tiyarah é shirk", e não há nenhum entre nós, (haverá alguns), mas Allah vai livrá-lo disso por meio de tawakkul (colocar sua confiança em Allah). As palavras "não há nenhum entre nós..." são as palavras de Ibn Mas'ood, como foi explicado pelos proeminentes estudiosos de hadith. Isso indica que Ibn Mas'ood (que Allah esteja satisfeito com ele) entendeu que isto era shirk menor, porque ele não poderia ter dito: "Não há nenhum entre nós..." referindo-se a shirk maior. Além de que,  shirk maior não pode ser eliminado por meio de tawakkul, preferencialmente, é fundamental que se arrependam do mesmo.

IV) Se o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) interpretou as palavras shirk ou kufr de uma maneira que indica que se trata de uma forma menor de shirk e não forma maior. Por exemplo, al-Bukhari (1038) e Muslim (74) narraram a partir de Zayd ibn Khaalid al-Juhani que ele disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) liderou a oração da manhã para nós na al-Hudaybiyah seguinte a chuva que caiu à noite. Quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) terminou, ele se virou para o povo e disse-lhes: "Vocês sabem o que seu Senhor disse?" Eles disseram: "Allah e Seu Mensageiro sabem melhor." Ele disse: "Esta manhã, um dos meus servos tornou-se um crente em Mim e um (tornou-se) um descrente. Aquele que disse: 'Foi-nos dada a chuva pela graça de Allah e Sua misericórdia' é um crente em mim, e um descrente nos astros; e quanto àquele que disse: 'Foi-nos dada a chuva por tal e tal astro, este é um descrente em Mim, e um crente nos astros.'"

A interpretação da palavra kufr aqui é dada em outro relatório narrado a partir de Abu Hurayrah que disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Você não sabe o que seu Senhor disse?" 'Eu não envio qualquer bênção sobre meus servos, pois (devido a essas bênçãos) um grupo entre eles se tornam kaafirs porque se referem aos astros e atribuem coisas aos astros.' Isso significa que se uma pessoa atribui chuvas aos astros por acreditar que eles causam a chuva – quando na verdade Allah não fez os astros com a finalidade de causar chuvas – sua kufr é um tipo de ingratidão para a bênção de Allah. É bem sabido que a ingratidão para a bênção de Allah é kufr menor. Mas se uma pessoa acredita que os astros estão controlando o universo e eles são os que enviam a chuva, então isto é shirk maior.

Shirk menor pode, por vezes, assumir a forma de ações externas, como o uso talismãs , cordas, amuletos e artigos semelhantes, e outras palavras e ações. E às vezes isso pode estar oculto, como (uma tentativa) de minimizar o exibicionismo.

Ele também pode assumir a forma de crenças:

Tal como a crença de que algo pode ser motivo de trazer benefício ou afastar o mal, quando Allah não o fez assim; ou acreditar que há barakah (bênção) em uma coisa, quando Allah não o fez assim.

Às vezes toma a forma de palavras:

Tal como quando disseram: "Foi-nos dada a chuva por tal e tal astro", sem acreditar que os astros poderiam, independentemente, fazer chover; ou jurar por algo que não seja por Allah, sem acreditar em venerar a coisa pela qual jurou ou considera-la como igual a Allah; ou dizer: "O que quer que Allah queira e você queira", e assim por diante.

Às vezes toma a forma de ações:

Tal como pendurar amuletos ou usar um talismã ou cordão para dissipar ou afastar a calamidade, porque todos os que atribuem poderes a uma coisa quando Allah não o fez assim, quer de acordo com Shari'ah ou de acordo com as leis do universo, tem associado algo a Allah. Isto também se aplica a alguém que toca uma coisa buscando sua barakah (bênção), quando Allah não criou qualquer barakah nele, como beijar as portas das mesquitas, tocar seus limites, buscar a cura em seu pó, e outras ações como tais.

Este é um breve olhar sobre a divisão do shirk em maiores e menores. Não podemos entrar em grandes detalhes nesta curta resposta.

Conclusão:

O que o muçulmano deve fazer é evitar o shirk em ambas as suas formas menores e maiores. O maior pecado é o shirk e a transgressão contra os direitos exclusivos de Allah, que estão em ser adorado e obedecido sozinho, sem parceiros ou sócios.

Portanto Allah decretou que os mushrikeen permanecerão para sempre no Inferno e nos disse que Ele não vai perdoá-los, e Ele proibiu o Paraíso para eles, como Ele diz (interpretação do significado):

"Por certo, Allah não perdoa que Lhe associem outra divindade, e perdoa tudo o que for, afora isso, a quem quer. E quem atribuir parceiros a Allah em adoração, com efeito, cometeu pecado atroz."

[al-Nisa '4:48]

"Por certo, a quem associa outras divindades a Allah, Ele proíbe-lhe o Paraíso, e, com efeito, sua morada será o Fogo Infernal. E não há para os injustos socorredores."

[al-Maa'idah 5:72]

Cada pessoa sábia e religiosamente comprometida deve temer o shirk por si mesmo e deve voltar-se para o seu Senhor, pedindo-Lhe para ajudá-lo a evitar o pecado de shirk, como al-Khaleel [Ibraaheem – a paz esteja com ele] disse (interpretação do significado):

"...e mantem a mim e aos meus filhos afastados da adoração de ídolos"

[Ibraaheem, 14:35]

Um dos salaf disse: "Quem pode afirmar que está seguro disto depois de Ibraaheem?"

Assim, o temor do crente sincero ao shirk deve aumentar à medida que deve ter desejo de que o seu Senhor o mantenha longe do shirk, e ele deve dizer a grande du'aa que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ensinou a seus companheiros quando ele disse-lhes: "o shirk entre vós será mais sutil do que os passos de uma formiga, mas eu vou ensiná-los algo que, se o fizerem, tanto o shirk menor quanto maior serão mantidos longe de você. Diga: Allaahumma Inni a'oodhu bika um ushrika bika wa wa ana a'lam astaghfiruka lima la a'lam (Ó Allah, eu busco refúgio em Tide associar qualquer coisa a você, conscientemente, e eu busco o Seu perdão por aquilo de que eu desconheço). "

Classificado como saheeh por al-Albani em Saheeh al-Jaami', 3731

A descrição acima se refere à diferença entre shirk maior e menor, definindo cada um e descrevendo seus tipos.

No que diz respeito à diferença entre eles na parte que toca à orientação:

Shirk maior coloca uma pessoa além dos limites do Islam, assim aquele que o comete é considerado fora do Islam e abandonou a religião, então ele é um kaafir e um apóstata.

Shirk menor não coloca uma pessoa além dos limites do Islã, este pode ser feito por um muçulmano, mas ele ainda permanece no Islam; mas aquele que o faz está em grande perigo, porque o shirk menor é um grande pecado. Ibn Mas'ood (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: "Se eu jurasse por Allah falsamente, isso seria melhor para mim do que se eu jurasse sinceramente por algo senão por Allah." Ou seja, ele considerava jurar por algo senão por Allah (que é shirk menor) como sendo pior do que jurar por Allah falsamente, e é sabido jurar por Allah falsamente é um grande pecado.

Pedimos a Allah para fazer os nossos corações firmes em aderir a sua religião até que O encontremos, e procuramos refúgio na Sua força – Glorificado seja – de nos desviar, pois Ele é o Eterno, O que nunca morre, enquanto os gênios e a humanidade morrerão. E Allah sabe mais e é O mais sábio, e a Ele será o retorno final de tudo.

Enviar comentário