Terça-feira 23 Safar 1441 - 22 Outubro 2019
Portuguese

A resposta para a pergunta dos incrédulos: "Allah pode criar uma rocha a qual não Pode erguer?"

Pergunta

Esta é uma pergunta que, supostamente, os missionários fazem: “Allah pode criar uma rocha que Ele não conseguiria levantar?” Como podemos responder a isto?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Esta questão – e outras semelhantes – contém uma grande contradição. Muitos incrédulos tentam usar tais questões em seus debates com os muçulmanos, buscando forçar o entrevistado a dizer “Não, Ele não pode”, caso em que dirão: “Como Ele pode ser um deus se não pode criar algo?” Ou  "Sim, Ele pode", eles dirão: "Como Ele pode ser deus se é incapaz de carregar ou erguer essa rocha?"

A resposta é:

Esta questão não é válida porque o poder de Allah não está ligado a irracionalidades. Como Ele pode ser um deus se é incapaz de levantar sua “rocha” quando um dos atributos de Allah é poder? Pode haver algum atributo em qualquer coisa criada que seja maior que os atributos de seu Criador?

O Professor Sa'd Rustam respondeu a essa pergunta de uma maneira científica e sólida, que citamos na íntegra aqui. Ele disse:

O poder de Allah – que é indubitavelmente absoluto e ilimitado – está ligado a coisas que são racionalmente possíveis, não a coisas racionalmente impossíveis. Não importa quão absoluto e ilimitado seja Seu poder, este deve permanecer dentro dos parâmetros racionais, e não está ligado a irracionalidades. Isto não é uma limitação. Para esclarecer este ponto, vamos dar alguns exemplos:

Perguntamos a todos esses bispos e teólogos: Deus pode criar outro deus como Ele? Se disserem sim, lhes dizemos: Como este ser criado pode ser um deus, se ele é criado? Como ele pode ser como Deus, se ele tem um começo, enquanto Deus existe desde a eternidade? De fato, a frase “criar um deus” é um sofisma ou um falso argumento, e é uma contradição em termos, porque o simples fato de que algo é criado significa que não pode ser um deus. Isso é como perguntar se Deus poderia criar “um deus que não é um deus”? É auto evidente que a resposta só pode ser: O poder de Allah não tem nada a ver com isso, porque a ideia de que algo pode ser e não ser deus é ilógica e irracional, e Seu poder não tem nada a ver com irracionalidades.

Outro exemplo: podemos também perguntar-lhes: será que Deus realmente pode expulsar alguém de Seu âmbito de controle? Se disserem que sim, impuseram um limite ao controle de Allah, e se disserem não – o que é correto – eles concordaram conosco que o Seu poder é absoluto e não tem nada a ver com irracionalidades, já que é racionalmente impossível qualquer ser criado ser expulso do controle de seu Criador.

Um terceiro exemplo: Um dia, um dos incrédulos me perguntou: Seu Senhor pode criar uma rocha tão grande que fosse incapaz de movê-la? E acrescentou de uma maneira sarcástica: Se você disser sim, terá declarado que seu Senhor é incapaz de mover a pedra, e isso indica que Ele não é deus, mas se você me disser que Ele não pode , você terá admitido que Ele não é capaz de fazer todas as coisas, portanto não é deus.

Respondi-lhe simplesmente: Sim, não faz parte do poder de Allah que criasse uma rocha que fosse incapaz de mover, porque tudo o que Ele cria, Ele pode mover, mas o fato da impossibilidade do Seu poder estar ligado à criação dessa suposta rocha não indica que Ele não tenha este poder. Pelo contrário – ao invés disso – é indicativo de Seu poder completo, porque essa sua questão é como perguntar: Será que é possível que Allah faça algo que seja racionalmente possível? Sem dúvida, se dissermos não, isso não significa que o Seu poder seja limitado, mas sim uma afirmação de sua integridade, porque não ser incapaz significa ter poder. Se dissermos que não há condições que Ele não saiba ou que esqueça algo, não significa que Ele seja incapaz ou esteja em falta, ao contrário, é uma afirmação da Sua perfeição e poder e conhecimento completos.

Os quatro evangelhos e as epístolas de Paulo e João negam a divindade de Cristo como é negada pelo Alcorão, por Sa'd Rustam.

E Allah sabe melhor.

Enviar comentário