Quarta-feira 23 Rabi' Al-Awwal 1441 - 20 Novembro 2019
Portuguese

O Pecado e Seus Efeitos em Quem os Comete

Pergunta

Eu fiz Hajj para mim mesmo e, alguns meses depois, ainda não tive nenhum sinal de que ele foi aceito, no sentido de mudar para adorar mais intensamente. Ao contrário, eu cometi inúmeros pecados. No ano passado decidi fazer o Hajj em nome de minha falecida mãe. Perguntei a um dos mashaikh (estudiosos) e ele me falou que devo fazê-lo em nome dela, como eu havia intencionado, e que eu devo rezar muito por perdão e implorar a Allah. Assim, fiz o hajj em nome de minha mãe, viajando com um dos grupos. Durante o Tawaaf al-Wadaa’ (volta da despedida), a superlotação era extrema, então fizemos um circuito (de Tawaaf) e parte de outro circuito, depois subimos ao telhado, por causa da extema superlotação. Por causa disso, não tínhamos certeza do local exato em que paramos no nível mais baixo, mas fizemos o nosso melhor para garantir que começássemos nosso Tawaaf no telhado a partir do lugar onde paramos no nível mais baixo, e continuamos com ele até que se completasse. Após o meu último Hajj, se eu cometesse algum pecado - e cometi muitos deles - sentia certo aperto e constrição no meu peito, e se eu fizesse algum ato de adoração ou obediência, no momento, sentia-me feliz e cheio de sentimentos sinceros em relação ao Islam e seu seguidores... Estou preocupado com as duas peregrinações e com o Tawaaf. Por favor, aconselhe-me, que Allah o recompense .

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

Aconselhamos a se afastar de todo pecado, menor ou maior, e que tenha cuidado e o evite, pois o pecado é uma má notícia para quem o comete. A seguir citaremos alguns dos efeitos do pecado, conforme descrito por Ibn al-Qayyim (que Allah tenha misericórdia dele):

1 - Ser privado do conhecimento, pois ele é a luz que Allah faz chegar ao coração, e o pecado extingue essa luz. Quando al-Shaafa'i sentou-se diante de Maalik e leu para ele, ele o admirou por causa de sua inteligência, vigilância e compreensão. Ele disse: "Eu acho que Allah fez com que a luz entrasse no teu coração, então não a extinga com a escuridão do pecado".

2 - Ser privado de provisão. Em Musnad Ahmad é narrado que Thawbaan disse: "O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: ‘Um homem é privado de provisão por causa dos pecados que comete.’" (Narrado por Ibn Maajah, 4022, classificado como hasan/bom por al-Albaani em Sahih Ibn Maajah).

3 – Sentimento de alienação que acontece entre a pessoa e seu Senhor, e entre esta e outras pessoas. Um dos salaf (predecessores virtuosos) disse: “Se eu desobeço Allah, eu vejo a desobediência na atitude do meu animal de montaria e em minha esposa.”

4 – As coisas tornam-se difíceis para ele, então, ele não volta sua atenção a qualquer assunto sem que ache o caminho bloqueado ou difícil. Do mesmo modo, quem teme a Allah, as coisas tornam-se-lhe fáceis.

5 – O pecador encontrará escuridão em seu coração, a qual o fará sentir-se da mesma forma que sente a escuridão da noite. Assim, esta escuridão afeta seu coração tal como a escuridão física afeta sua visão. Porque obediência é luz e desobediência é escuridão. Quanto mais forte a escuridão se torna, maior será sua confusão, até que ele caia em inovação, desorientação e outras coisas que levam à perdição, sem que ao menos perceba, como um cego que sai na escuridão da noite, caminhando sozinho. Esta escuridão torna-se mais forte até que cubra os olhos, então torna-se mais mais forte até que cubra a face, que parece escura e isto é visto por todos. ‘Abd-Allaah ibn 'Abbaas disse: "As boas obras tornam o rosto leve, dão luz ao coração e trazem provisão, força física e amor aos corações das pessoas. As más ações tornam o rosto escuro, dão escuridão ao coração e provocam fraqueza física, falta de provisão e ódio nos corações das pessoas."

6 – Privação de adoração e obediência. Se o pecado não trouxe nenhum castigo fora este, o qual impede que uma pessoa pratique um ato de adoração que seja o oposto do pecado e interrompa o acesso a outros atos de adoração, isso seria ruim o suficiente. Então, o pecado impede um terceiro caminho e um quarto caminho e assim por diante, e por causa do pecado, ele é impedido de muitos atos de adoração, cada um dos quais teria sido melhor para ele do que este mundo e tudo que há nele. Então, ele é semelhante ao homem que come comida que provoca uma longa doença, e, portanto, ele é privado de muitos outros alimentos que são melhores do que aquele. E Allah é o Único de Quem buscamos ajuda.

7 – O pecado gera pecado até que domina a pessoa e esta não consegue escapar disso.

8 – O pecado enfraquece a força de vontade do indivíduo. Ele gradualmente fortalece sua vontade de cometer o pecado e enfraquece sua vontade de se arrepender, até que não haja vontade alguma em seu coração de se arrepender... de modo que ele procura perdão e expressa arrependimento, mas são meramente palavras nos lábios, como o arrependimento dos mentirosos , cujos corações ainda estão determinados a cometer o pecado e persistirem nele. Esta é uma das doenças mais graves que são mais suscetíveis de levar à desgraça.

9 – Ele se tornará insensível e não mais achará o pecado abominável, então isso se tornará seu hábito, e ele não se sentirá incomodado se as pessoas o virem cometer o pecado ou falarem sobre ele.

Para os líderes da imoralidade, este é o descaramento absoluto em que eles encontram um grande prazer, de modo que se sentem orgulhosos de seus pecados e falarão disso para pessoas que não sabem que o fizeram, dizendo: "Ó fulano, eu fiz isso e isso". Tais pessoas não podem ser ajudadas e o caminho para o arrependimento está bloqueado para eles na maioria dos casos. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Todos da minha ummah (seguidores) ficarão bem, exceto aqueles que cometem pecado abertamente, e isso inclui casos em que Allah oculta o pecado de uma pessoa, mas na manhã seguinte ele expõe a si mesmo e diz: ‘Ó fulano e beltrano, eu isso e isso ontem à noite, então ele se expõe descaradamente quando durante toda noite o Senhor escondeu seu pecado.’" (Narrado por al-Bukhari, 5949, Muslim, 2744).

10 – Quando existem muitos pecados eles deixam uma marca no coração da pessoa que os comete, de forma que ela se torna uma dentre ss negligentes. Como disse um dos salaf, com relação à ayah (versículo) –

“Em absoluto, não o são! Mas, o que eles cometiam lhes enferrujou os corações (Raan, coberto de pecados e má ações)”

(al-Mutaffifin 83:14 – interpretação do significado) – isto significa pecado após pecado.

Como isso começa é que o coração torna-se manchado pelo pecado, e se o pecado aumenta, então a mancha aumenta até que se torna a raan (cobertura de pecado e más ações), depois aumenta até que se torna um selo, e o coração torna-se coberto e selado. Se isso acontece depois da pessoa ser guiada e de ter entendido, então seu coração está de cabeça para baixo e, neste ponto, o shaitan ganha controle sobre ele e o direciona conforme quiser.

Em segundo lugar:

Você diz que fez o Hajj e não vê sinais alguns de aceitação, ao invés disso, cometeu diversos pecados. A resposta para isso é que a aceitação é de Allah e ninguém pode ter certeza se sua obra foi ou não aceita.

O crente faz atos virtuosos e não sabe se Allah os aceitou ou não.

De fato, Ibn ‘Umar disse: “Se eu soubesse que Allah aceitou ao menos uma boa ação minha, a morte seria a mais querida para mim, porque Allah diz: "Allah aceita, apenas, a oferenda dos piedosos (al-Muttaaqun)”. [al-Maa’idah 5:27 – interpretação do significado)

Deste modo, se você fez o Hajj corretamente e evitou tudo o que é proibido durante ele, então não há necessidade de repeti-lo. Quanto à sua queda no pecado, não há relação com a validade ou não do seu Hajj, mas você pagará por isso, então se apresse em arrepender disso antes do seu tempo designado (da morte) chegar.

Em terceiro lugar:

Você diz que fez Tawaaf e então foi para o telhado por causa da superlotação.

Este é o problema de continuidade em Tawaaf. O Comitê Permanente foi perguntado sobre uma questão parecida e respondeu que não há nada de errado em interromper o Tawaaf e completá-lo em um nível superior (da mesquita). Consulte Fataawa al-Lajnah al-Daa’imah, 11/230, 231, 232. 

Com relação ao começo do Tawaaf, ele deve ser iniciado no mesmo lugar onde termina. Com relação aos teus esforços para descobrir o lugar, se não for possível ter certeza, então voce deve agir de acordo com o que é mais provável de ser correto, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse, com relação a quem não está certo de ter rezado três ou quatro rak’at, “Que ele faça o seu melhor (para resolver), depois que a complete baseado nisso – ou seja, ele deve basear-se no que ele pensa ser o caso – então, que diga o taslim (duas saudações no final da oração, uma à direita e uma à esquerda) e faça duas prostrações depois de dizer o taslim." Narrado por al-Bukhari, 401; Muslim, 572; veja também al-Sharh al-Mumti', 3/461).
Com base no que precede, então tanto a conclusão do seu tawaaf no telhado quanto o seu esforço de começar a partir do local em que você o interrompeu, estão ambos corretos, in shaa Allah.

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Sheikh Muhammed Salih Al-Munajjid

Enviar comentário