Sexta-feira 17 Dhu Al-Qa'dah 1440 - 19 Julho 2019
Portuguese

A família de quem oferece um sacrifício deve cortar seus cabelos ou unhas durante os primeiros dez dias de Dhu’l-Hijjah

Pergunta

Se o homem é quem vai oferecer o sacrifício, é permitido à sua esposa e filhos cortarem seus cabelos ou unhas, assim que os primeiros dez dias de Dhu’l Hijjah tenham começado?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Sim, isso é permitido. Já falamos na resposta à pergunta nº36567 que é haram para quem vai oferecer o sacrifício remover qualquer coisa de seu cabelo, unhas ou pele. Mas essa regra aplica-se apenas àquele que vai oferecer o sacrifício, ou seja, o dono do sacrifício animal.

O Shaikh Ibn Baaz (que Allah tenha misericórdia) disse:

Com relação à família de quem vai oferecer o sacrifício, ela não está sujeita a nenhuma das obrigações, e não é proibido aos seus membros remover parte de seus cabelos ou unhas, de acordo com a mais forte de duas opiniões acadêmicas. Ao contrário, o parecer aplica-se apenas àquele que oferecerá o sacrifício, àquele que comprou o sacrifício animal de seus recursos.

Fataawa Islamiyyah, 2/316. 

Diz-se em Fataawa al-Lajnah al-Daa’imah (11/397):

É prescrito para aquele que quer oferecer um sacrifício, uma vez que a lua nova de Dhu'l-Hijjah apareça, que não remova nada de seus cabelos, unhas ou pele, até que ele tenha oferecido o sacrifício, por causa do relato narrado pelo grupo, exceto al-Bukhari, de Umm Salamah (que Allah esteja satisfeito com ela), que o Mensageiro de Allah (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: "Quando vires a lua nova de Dhu'l-Hijjah, se qualquer um de vós quiseres oferecer um sacrifício, deixa teu cabelo e unhas." Uma versão narrada por Abu Dawud (2791) e Muslim (1977) diz:" Quem tem um animal para abater, quando a lua nova de Dhu'l-Hijjah aparece, que não remova nada de seus cabelo ou unhas até que tenha oferecido o sacrifício.” Isso se aplica se ele vai abater o próprio sacrifício ou designou alguém para fazê-lo; mas em relação àqueles em nome dos quais o sacrifício está sendo oferecido [isto é, sua família, etc.], isso não é prescrito para eles, porque não há nenhum relato nesse sentido.

O shaikh ibn ‘Uthaimin disse em al-Sharh al-Mumti’ (7/530):

Para quem, em nome de quem o sacrifício é oferecido, não há culpa sobre ele caso remova um pouco de seu cabelo ou unhas. A evidência para isso é como se segue:

1 – Este é o sentido aparente do hadith, que indica que a proibição aplica-se apenas àquele que vai oferecer o sacrifício. Baseado nisso, a proibição aplica-se apenas ao chefe da família, não aos seus membros, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) conectou o parecer a quem vai oferecer o sacrifício, então, o que se entende é que esse parecer não se aplica àqueles em nome de quem o sacrificío está sendo oferecido.

2 – O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava oferecer o sacrifício em nome de sua família e não está narrado que ele disse-lhes, “Não remova nada de seu cabelo ou unhas e pele.” Se isso fosse proibido para eles, o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) lhes teria dito para não fazê-lo. Esta é o entendimento da opinião mais correta.

Enviar comentário