Quarta-feira 11 Muharram 1446 - 17 Julho 2024
Portuguese

Como fazer sujud at-tilaawah

Pergunta

É necessário estar com wudhu' para fazer sujud at-tilaawah (prostração necessária ao ler certos versículos do Alcorão)? Devemos dizer Allahu akbar ao descer e subir, seja durante a oração ou não? O que deve ser dito nesta prostração? As du'aas que foram narradas para isto são sahih? É prescrito dizer salam após esta prostração se for feita fora da oração?

Resumo da Resposta

Sujud at-tilaawah é Sunnah não obrigatório. Não é essencial ter wudhu para a sujud at-tilaawah. Não há salam ou takbir ao subir da sujud at-tilaawah. É prescrito dizer o takbir ao se prostrar. Os mesmos adhkaar e du’aas são prescritos tanto na sujud at-tilaawah como na prostração durante a oração.

Todos os louvores são para Allah.

Você precisa estar com wudhu para a sujud at-tilaawah?

Não é essencial ter wudhu para a sujud at-tilaawah, de acordo com a mais correta das duas opiniões eruditas.

Como fazer sujud at-tilaawah

Não há salam ou takbir quando se trata da sujud at-tilaawah, de acordo com a mais correta das duas opiniões acadêmicas.

É prescrito dizer o takbir ao se prostrar, porque a evidência nesse sentido é comprovada no hadith de Ibn 'Umar (que Allah esteja satisfeito com ele).

Mas se a sujud at-tilaawah for feita durante a oração, então é obrigatório dizer o takbir ao descer e ao subir, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava fazer isso em todos os movimentos da oração, e ele disse: “Rezai como me vistes rezando.” (Narrado por al-Bukhari em seu Sahih, 595)

O que dizer na sujud at-tilaawah

Os mesmos adhkaar e du’aas são prescritos tanto na sujud at-tilaawah como na prostração durante a oração, por causa do significado geral dos ahadith a respeito disso. Entre estes dois estão:

“Allahumma laka sajadtu wa bika amantu wa laka aslamtu, sajada wajhi lilladhi khalaqahu wa sawwarahu wa shaqqa sam'ahu wa basarahu bi hawlihi wa quwwatihi, tabarak Allahu ahsan al-khaliqin” (Ó Allah, a Ti me prostrei, em Ti acreditei, e a Ti me submeti. Meu rosto se prostrou diante d'Aquele que o criou e o modelou, e trouxe à tona suas faculdades de escutar e enxergar por Seu Poder e Força. Bendito seja Allah, o Melhor dos criadores).

Isso foi narrado por Muslim em seu Sahih, n° 1290, a partir do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele); ele disse que costumava dizer este dhikr durante a prostração da oração, de acordo com o hadith de 'Ali (que Allah esteja satisfeito com ele).

Mencionamos acima que é prescrito dizer o mesmo na sujud at-tilaawah, tal como na prostração em oração. Foi narrado que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava oferecer du'aa quando fazia sujud at-tilaawah, e ele dizia:

“Allahumma 'ktub li biha 'indaka ajran wa'mhu 'anni biha wizran waj'alha li 'indaka dukhran wa taqabbal-ha minni kama taqabbaltaha min 'abdika Dawud” (Ó Allah, registra para mim uma recompensa por isso (prostração), e remove de para mim um pecado. Aceita-a de mim assim como Tu a aceitaste de Teu servo Dawud). (Narrado por at-Tirmidhi, 528)

O que é obrigatório dizer é: “Subhana Rabbiy al-A’la (Glória a meu Senhor, Altíssimo), assim como é obrigatório durante a prostração da oração. Qualquer du'aa ou dhikr adicional é mustahabb.

A sujud at-tilaawah é obrigatória?

Sujud at-tilaawah, seja durante a oração ou fora dela, é Sunnah, não obrigatória, porque evidências nesse sentido foram narradas pelo Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), no hadith de Zaid ibn Thabit e no hadith de 'Umar (que Allah esteja satisfeito com eles).

E Allah sabe mais.

A Fonte: Majmu’ Fatawa wa Maqaalat Mutanawwi’ah li Samaahat al Shaykh Ibn Baz 11/406